Conhecidos por massificar a "pisadinha", estilo musical que vem ganhando o Brasil e, ao mesmo tempo, por conseguirem emplacar hits no "Top 50 da parada Global do Spotify", Os Barões da Pisadinha, o mais novo fenômeno da música nacional, se prepara para trazer toda a sua energia para Minas Gerais. Isso porque no dia 07 de dezembro, terça-feira, a partir das 22h, eles sobem ao palco do espaço Star415 (Rua Star, 415 - Jardim Canadá, Nova Lima/MG). Na mesma noite, o sertanejo de Zé Felipe, o funk de Kevin O Chris e a animação do DJ DH também vão agitar o público. Os ingressos para o evento podem ser adquiridos por meio do site: www.star415eventos.com.br 

Os Barões da Pisadinha

Com um sonho na cabeça e muita dedicação, Os Barões da Pisadinha, grupo formado no ano de 2015 pelos integrantes Rodrigo Barão e Felipe Barão, das cidades de Heliópolis e Ribeira do Amparo, na Bahia, não atingiram o sucesso do nada! Na verdade, a batalha pela fama começou através de pequenos eventos na cidade baiana de Heliópoles, com 12 mil habitantes, onde eles se apresentavam em um palco improvisado de madeira, no chão ou em um reboque de trator abrindo shows de artistas. Até que no final do ano de 2019, veio o contrato com a Sony, que levou Os Barões da Pisadinha a um outro patamar. A partir dai, eles começaram a se apresentar em grandes canais de TV e depois, lotando casas de espetáculos por todo o Brasil. Hoje eles são conhecidos pelos hits "Tá Rocheda", "Senta Danada", "Basta Você Me Ligar" com Xand Avião, "Já Que Me Ensinou a Beber", "Galera do Interior" , "Recairei", dentre outras canções.

Zé Felipe

Por ter o contato direto com a música sertaneja desde criança, por conta do pai Leonardo e do tio Leandro, que formavam a dupla Leandro & Leonardo, no ano de 2009, aprendeu com seu pai os primeiros acordes no violão. Logo em seguida, se apresentou em público pela primeira vez, em uma festa na casa de amigos onde foi muito bem recepcionado. Por causa do impacto causado através da sua apresentação, no ano de 2014 assinou contrato com a gravadora Sony Music e se lançou como cantor, granvando o seu álbum de estreia intitulado por "Você e Eu", que teve como singles, "Saudade de Você", "Você Mente" e "Você e Eu". De lá para cá, Zé Felipe veio colecionando sucessos como os hits "Só tem Eu", "Galega", "Tiro Certo", "Tranquilita" e "Na Mesma Estrada". Por isso, na Star415, ele promete animar o público com todo o seu carisma.

Kevin O Chris

Kevin de Oliveira, nascido no dia 05 de dezembro do ano de 1997 em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, mas mais conhecido como Kevin O Chris, é um cantor e compositor brasileiro de funk carioca, e um dos principais representantes da vertente 150 BPM. No entanto, a fama não começou do dia para a noite. Na verdade, ele iniciou a sua carreira no ano de 2014, como DJ em festas na cidade de Duque de Caxias, adotando o nome artístico de DJ Kevin e trabalhando em dueto com o DJ Davizinho. Já o apelido veio por conta de uma semelhança de Kevin e Davizinho com os personagens Chris e Greg da série Todo Mundo Odeia o Chris, sendo Kevin chamado de "Kevin o Chris". O grande estouro veio quando ele foi convidado para participar do show do cantor norte-americano Post Malone, durante a apresentação do rapper no festival Lollapalooza do ano de 2019, sendo bem recebido pela mídia. Depois disso, seu nome se espalhou e hoje ele se destaca pelos sucessos "Tipo Gin", "Ela é do Tipo", "Evoluiu", "Vamos para Gaiola" e outros.

DJ DH

Conhecido por embalar várias festas na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), Dimas Henrique, conhecido profissionalmente como DJ DH, vem desde o ano de 2016 embalando muitas festas. Prova disso, é que com seu som profissional nos maiores eventos de Minas Gerais e com seu "set variado", sem deixar ninguém parado, ele que é o DJ Oficial da Nenety Eventos, é presença marcada nos maiores festivais do Brasil. Sendo eles, o Festeja Brasil, Baile da Santinha, Festival Brasil Sertanejo, Réveillon do Iate 2019 e 2020, Réveillon Tropical Itauna 2020 e presente também com seu som nas melhores casa noturnas da capital mineira. No show da Star 415, ele vai embalar com os sucessos, "Ela Desce e Sobe", "Foi Horrível" e muitas outras canções que vão animar ainda mais a Star415.

Cuidados

Para preservar a saúde dos participantes, a aferição da temperatura é obrigatória, bem como o uso de máscaras, exceto enquanto estiver se alimentando ou consumindo bebidas. Frascos de álcool em gel estarão disponíveis à vontade durante todos os eventos. Como é necessário apresentar o comprovante de vacinação ou o teste negativo, a casa de shows firmou uma parceria com a Droga Clara. Com isso, ao apresentar o ingresso em qualquer unidade da rede de drogarias, é possível pagar R$ 34,90 no teste AG Rápido Swab Nasal (antígeno), cuja cópia do resultado deverá entregue na portaria, onde ficará retida.

Star415

Com uma cenografia moderna e inovadora, a arquitetura do espaço Star415 foi planejada com a intenção de proporcionar conforto, comodidade, segurança e experiências únicas ao público. Além da localização privilegiada, com fácil acesso por meio da BR-040 e Anel Rodoviário, o estabelecimento possui estacionamento próprio e serviços que agradam até os clientes mais exigentes. O espaço é coberto, arejado e possui setores diferenciados para oferecer opções aos variados gostos.

Agenda Star415

07/12 – Os Barões da Pisadinha + Kevin O Chris + Zé Felipe + DJ DH

10/12 – Lost Frequencies + Vegas + Victor Lou + Fabio Fusco

18/12 – Henrique & Juliano + DJ DH

31/12 - Réveillon Favorito 2K22: Ícaro &Gilmar, Hugo & Guilherme, Chris Pipino, DJ Fernando Ivens e DJ DH

 

Star415

Endereço: (Rua Star, 415, Jardim Canadá, Nova Lima)

Classificação etária: 18 anos

Mais informações e vendas de ingressos: www.star415eventos.com.br 

Instagram @star415eventos: www.instagram.com/star415eventos

 



As flexibilizações das restrições impostas em virtude da pandemia e ampliação da cobertura vacinal tem impactado diretamente no setor de turismo. De acordo com dados da Associação Brasileira de Agências de Viagem (ABAV), a busca por destinos nacionais já aumentou 60% em relação ao ano passado e a tendência é de mais avanço, uma vez que existe uma demanda reprimida de pessoas que não puderam viajar no período mais crítico do caos de saúde mundial. Um exemplo deste reaquecimento é o Santuário do Caraça, destino situado a cerca de 120 km de Belo Horizonte, entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara. O local, que segue voltando à normalidade, atualmente recebe hóspedes apenas aos finais de semana, mas, a partir de janeiro, turistas poderão voltar a pernoitar nos apartamentos todos os dias.

O gerente geral do Santuário do Caraça, Márcio Mol, está otimista com o ano que se aproxima. "Com razão, houve uma limitação nas hospedagens por causa da pandemia da COVID-19. Interrompemos a nossas atividades por um período e depois fomos retomando os trabalhos gradualmente. Hoje estamos recebendo hóspedes apenas aos finais de semana, sem restrições para visitantes para que chegam para passar o dia. A partir de janeiro já voltaremos a operar com força total e isso vai atender a vontade de quem quer vir, mas ainda não teve a oportunidade, pois as poucas vagas são muito concorridas. Para se ter uma ideia, só temos disponibilidade para a partir da segunda quinzena do mês de janeiro", explica o gestor.

Conhecida internacionalmente, a famosa Hora do Lobo é um dos atrativos mais esperados pelos turistas, conforme aponta Márcio Mol. "Como o lobo-guará, que costuma aparecer por aqui no começo da noite, o visitante que vem passar o dia não consegue vivenciar essa experiência de ver o animal de perto. Agora que vamos aumentar a nossa disponibilidade de vagas, mais pessoas poderão estar presentes", comenta.

A tradição de aguardar a visita do lobo todos os dias à noite começou no Caraça em maio de 1982, quando algumas lixeiras começaram a aparecer derrubadas e reviradas. Num primeiro momento pensou-se que isto poderia ser causado por cachorros. Começou-se a observar e se descobriu que o grande cachorro que revirava as lixeiras do Santuário era na verdade o Chrysocyon brachyurus, que quer dizer "animal dourado de rabo curto". É chamado Guará porque em tupi-guarani, na língua dos indígenas, guará significa "vermelho".

Desde então, começaram a colocar bandejas de carne nos dois portões da frente da casa e aos poucos os lobos se aproximaram da escada da igreja. Hoje, a bandeja é colocada no adro da igreja, onde têm ido comer, além do lobo-guará, cachorros-do-mato e uma anta.

A prática de alimentar esses animais só persiste até os dias atuais porque o seu hábito de caça não foi comprometido. Por este motivo, o lobo-guará não tem hora de aparecer. O tempo de espera da aparição do animal é conhecido como "hora do lobo", a partir das 18h30. Enquanto o lobo não vem, o Caraça proporciona aos hóspedes um tempo da informação, a educação ambiental.

Para encher os olhos e a barriga

O gerente do Santuário Caraça ainda destaca que a gastronomia é uma atração especial para quem visita o destino turístico. "A nossa cozinha produz delícias que conquistam os mais exigentes paladares. Há uma padaria, onde são fabricados pães, bolos e biscoitos, a doceria, para doces, geleias e compotas, e claro, o nosso histórico refeitório, com deliciosa comida mineira. Temos ainda o queijo minas artesanal, uma das delícias mais procuradas e matéria prima de vários pratos da região em concursos e festivais gastronômicos", conclui Márcio Mol.

Sobre o Santuário do Caraça

O complexo é tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Estadual. Foi escolhido como uma das Sete Maravilhas da Estrada Real. Conta com um amplo Conjunto Arquitetônico onde estão a primeira igreja de estilo neogótico do Brasil, o prédio do antigo Colégio (hoje Museu e Biblioteca), o hotel com 57 apartamentos e quartos, com capacidade para até 230 pessoas, e a Fazenda do Engenho, com 26 apartamentos. O local possui enorme diversidade de fauna e flora, com raridades de animais e plantas no meio ambiente. Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de aves, 42 espécies de répteis, 12 espécies de peixes e 76 espécies de mamíferos.

A Reserva Particular do Patrimônio Natural do Santuário do Caraça faz parte de duas importantes reservas ecológicas, as Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço Sul e a da Mata Atlântica, onde há diversas espécies de flora e fauna, algumas encontradas somente no Complexo do Santuário do Caraça, que fica na transição entre Mata Atlântica e Cerrado, onde também há campos rupestres. Em suas serras há nascentes, ribeirões e lagos que possuem águas de coloração escura, que carreiam material orgânico em suspensão. O clima tem baixas temperaturas e elevada umidade do ar, comuns em ambientes de mata. O território do Complexo do Caraça integra a Área de Proteção Ambiental ao Sul da Região Metropolitana de BH, onde começam duas grandes bacias hidrográficas, a do rio São Francisco e a do rio Doce, que abastecem aproximadamente 70% da população de Belo Horizonte e 50% da população de sua região metropolitana.

Para quem procura um lugar para se refrescar do calor, o Santuário do Caraça possui diversas opções de rios, cachoeiras e piscinas naturais. Algumas, de fácil acesso, e outras que exigem uma aventura maior. Todas as orientações aos turistas são disponibilizadas no Centro de Visitantes, parada obrigatório para quem deseja conhecer um dos destinos turísticos mineiros mais conhecidos no mundo.

Outros atrativos

Biblioteca

A Biblioteca hoje está instalada no prédio onde funcionava o célebre Colégio, que hoje abriga também o Museu, o Arquivo e um Centro de Convenções

Museu

O museu, montado a partir de mobiliário e artefatos diversos de uso diário, pertencentes ao próprio Caraça e com algumas peças remanescentes de séculos passados, constitui um interessante lugar de visitação, diariamente procurado pelos hóspedes e visitantes, através de percursos guiados pelos monitores ou por conta própria, com taxa de visitação de R$ 5.

Igreja Neogótica

O Santuário do Caraça é a primeira igreja neogótica do Brasil, construída sem mão-de-obra escrava e toda com material regional: pedra-sabão (retirada de perto da Cascatona), mármore (das proximidades de Mariana e Itabirito, Gandarela) e quartzito (da região do Caraça e vizinhanças), unidas com produtos de base de cal, pó de pedra e óleo.

Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara -

CEP 35960-000

Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do cômodo acesso por trem

(Estação Dois Irmãos - Barão de Cocais)

Taxa entrada:

R$ 20 (em dias de semana)

Finais de semana, feriados e datas comemorativas: R$30 (por pessoa)

Idosos: 50% de desconto

Moradores de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara:

R$10 por pessoa (qualquer dia)

Entrada gratuita na 1ª quarta-feira de cada mês (mediante agendamento)

Site com opções de hospedagens: www.santuariodocaraca.com.br

Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br

Instagram: @santuariodocaraca

Facebook: www.facebook.com/santuariocaraca/

 



A opção é uma refeição completa para quem quer sair da rotina

Brasília já é uma referência quando se trata de hambúrguer artesanal. Com isso, a iguaria deixou de ser apenas um lanche e, cada vez mais, ganha protagonismo na mesa dos brasilienses. Então, para sair da rotina e provar algo diferente, o prato serve como uma opção para substituir refeições, como o almoço. 

Os combos são a combinação perfeita para saciar a fome. Marcas da cidade oferecem diversas sugestões em seus cardápios, que contempla sanduíche mais batata e refrigerante lata para acompanhar. É o caso do O Concorrente, na Asa Norte. A casa serve o Clássico Burger (R$ 45 – combo): blend angus de 180g, queijos prato e muçarela, cebola crispy, molho do chef Tonico Lichtsztejn, maionese caseira e pão brioche.

Outra boa pedida é o Smash Burger (R$ 33 - combo): pão brioche, blend angus de 90g, fios de cebola grelhada, queijo prato, picles e maionese caseira. Há ainda o Vegetariano (R$ 37): pão brioche, hambúrguer de grão de bico empanado, shitake, pimentões defumados, crispy de abobrinha, alface americana, queijo muçarela e maionese caseira.

No Tá Doido Burger, os destaques são o Sinistro (a partir de R$ 39 – combo): pão brioche, três blend de 100g, 3x queijo prato, bacon e maionese caseira; Kbuloso (a partir de R$ 30 – combo): pão australiano artesanal, blend de fraldinha e costela de 100g, queijo cheddar, cebola caramelizada e maionese caseira.

Outras sugestões são os novíssimos sanduíches, disponíveis na unidade do Gama, o Baita Burger (R$ 30 - combo): um pão brioche artesanal, blend fraldinha e costela (100g - smash), queijo cheddar, cebola roxa picada, picles de ketchup, mostarda e maionese caseira; e o saboroso Eggsplosion Burger (R$ 35 - combo): pão brioche artesanal, blend fraldinha e costela (100g - smash), queijo cheddar, bacon crispy, alface e cebola roxa picados, ovo, tomate e maionese caseira.

Tá Doido Burger 

Horários e endereços disponíveis nas redes sociais

Siga: @tadoidoburger

Delivery - iFood 

 

O Concorrente

Endereço: CLN 409 BL B loja 1 - Asa Norte

Horário de funcionamento: segunda, das 17h às 21h, e de terça a

domingo, das 11h30 às 21h. Delivery até às 22h. 

Siga: @oconcorrente

Trânsito brasileiro é quarto mais violento do continente americano, segundo OMS
Créditos: Pixabay

 Dados se repetem em hospitais de todo país e trazem alerta para sobrecarga em momento de retomada da circulação

Oito em cada dez pessoas que morrem em acidentes de trânsito no Brasil são homens. O trânsito brasileiro é o quarto mais violento do continente americano e a principal causa de mortes de jovens entre 20 e 30 anos, segundo  pesquisa divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em 2020, o país registrou a morte de 27,8 mil pessoas no trânsito, o que significa que, a cada dia, mais de 75 pessoas perderam a vida nas ruas e estradas. Os números são preocupantes e o que chama a atenção é que 80% das vítimas fatais são do sexo masculino. Os dados são da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e do DataSUS/DPVAT.

O trânsito paranaense é o terceiro que mais mata no Brasil. Os acidentes desse tipo correspondem a 29% das causas externas dos óbitos no estado, com a taxa de mortalidade acima de 10 a cada 100 mil habitantes. Em 2020, foram 2,4 mil, ou seja, por dia, 7 pessoas perderam a vida dessa maneira, conforme dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM). No Paraná, o perfil dos mais atingidos também são homens, representando 83% das mortes por acidentes em transporte terrestre. 

Mesmo com a queda de acidentes entre 2019 e 2020, o número de pessoas mortas em batidas se manteve no mesmo patamar no Paraná. Houve uma redução de 34% no total de acidentes, mas a diminuição de mortes foi de apenas 2,7%, de acordo com estatísticas do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest). O estado inclusive firmou acordo com o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) e com o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas e Agravos Não Transmissíveis no Brasil 2021 – 2030 (Plano de Dant) com meta de reduzir em 50% os sinistros de trânsito.

Sobrecarga no SUS

As medidas de isolamento social foram as principais responsáveis pela redução no número de acidentes no início da pandemia, mas o aumento da circulação de pessoas e veículos fez o cenário mudar rapidamente. De acordo com uma pesquisa da Abramet, entre março de 2020 e julho de 2021, o Sistema Único de Saúde (SUS) registrou um total de 308 mil internações por acidentes de trânsito. Neste ano, até setembro, o Brasil já gastou mais de R$ 108 milhões com essas internações. No ano passado, os gastos foram de R$ 171 milhões.

Atendimentos que podem representar uma grande sobrecarga para os serviços de urgência e emergência do SUS, como é o caso do Hospital Universitário Cajuru (HUC), em Curitiba (PR). Referência em traumas, a instituição trabalha 100% SUS e realiza em média 147 mil atendimentos por ano, entre internamentos, urgências e emergências, cirurgias e consultas ambulatoriais. Entre os pacientes que chegam ao HUC, também se destaca o número de pessoas do sexo masculino. No ano passado, 74% do total de atendimentos de vítimas do trânsito eram homens, ou seja, dos 2,7 mil pacientes atendidos, 2 mil eram do sexo masculino. Os números são semelhantes aos já observados nos primeiros dez meses de 2021.

A imprudência dos motoristas causa aproximadamente 90% dos acidentes em todo o mundo e o Brasil apresenta a mesma estatística. Por isso, essas emergências têm um aspecto particular: a maioria delas é evitável. Observação que o coordenador médico do Hospital Universitário Cajuru, José Rodriguez, vive na prática. “Quando pensamos na retomada das atividades, com o relaxamento das medidas preventivas da pandemia, sabemos que o movimento nas ruas e estradas vai aumentar. Mas é hora de pensar na saúde pública como um todo e buscar agir de forma preventiva. Ser responsável no trânsito é decisivo para diminuir os acidentes no trânsito e evitar uma sobrecarga do sistema de saúde”, afirma.

                                          

De acordo com pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, meninos têm desempenho mais baixo em leitura. Especialistas dão dicas para estimular hábito desde cedo

As meninas brasileiras e da maior parte dos países do mundo, de todas as idades, leem mais que os meninos. Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada recentemente pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). No estudo Education at Glance, que analisa os resultados de leitura do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) 2018, ficaram claras as diferenças no desempenho de meninos e meninas. O exame é aplicado em jovens de 15 anos dos 38 países-membros da OCDE e também no Brasil, Argentina, Índia, China, Arábia Saudita, Rússia, Indonésia e África do Sul.

Outro estudo, publicado em 2019 na Proceedings of National Academy of Sciences of the United States (PNAS), indicou que essa grande disparidade de desempenho em leitura pode, inclusive, afastar as meninas das carreiras na área de exatas. “A forma como o estímulo à leitura é realizada contribui para que essa diferença continue existindo”, opina o gestor do Ensino Médio do Colégio Positivo, Heverton Ruan Peter de Jesus Ragazzi. No entanto, adotar determinadas estratégias pedagógicas pode ajudar a estimular desde cedo o interesse pela atividade em meninos, segundo o especialista. “No contexto atual, devemos repensar o conceito de leitura. Consideramos atualmente apenas o modelo formal de concluir livros, mas exercitamos a leitura também em outros formatos, como tutoriais de jogos, por exemplo”, afirma.

Uma questão cultural

Para a gestora do Ensino Fundamental do Colégio Positivo - Joinville, Joana Melim Borges Grobler, há um fundo cultural envolvido nesse problema. “No Brasil, historicamente, os homens são influenciados a se dedicar à área de exatas e as mulheres à área de humanas. Homens deveriam estudar para ser engenheiros ou arquitetos, não sendo necessário apresentar interesse pela leitura, mas pelos cálculos”, explica. As mulheres, por sua vez, tinham boas chances de seguir carreira no magistério quando se dedicavam às letras. A gestora da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Colégio Positivo - Master, Francine Silva, concorda. “Isso tem a ver com o fato sócio-histórico-cultural de acreditar que as meninas são mais capazes de fazer doações psicológicas, o que é uma visão equivocada. Esse ponto de vista formou-se devido ao longo período em que os homens foram protagonistas de seus lares”, explica. Hoje em dia, entretanto, esse viés é anacrônico, dadas as profundas mudanças nos papéis de homens e mulheres na sociedade contemporânea. Para acompanhar essas mudanças, defendem as especialistas, é preciso iniciar práticas pedagógicas ainda na Educação Infantil.

Além da questão sociocultural, há ainda o apelo dos recursos tecnológicos que estão à disposição com apenas um toque. A gestora dos Anos Finais e Ensino Médio do Colégio Passo Certo, de Cascavel (PR), Elaine Fernandes Fagundes, lembra que os jogos virtuais, a internet e os streamings são concorrentes muito atraentes das páginas dos livros, uma tentação ainda mais significativa para os meninos. “Essas atividades acabam sendo mais dinâmicas e divertidas para a grande maioria. Em uma sala de aula, observa-se que, em média, apenas 20% dos meninos leem com frequência. Os demais, em se tratando de uma leitura obrigatória indicada pela instituição educacional, valem-se apenas da análise rápida de um prefácio ou, simplesmente, nem folheiam o livro”, conta.

O que fazer?

Por mais grave que seja o cenário, ele pode ser mudado com atitudes simples, mas que precisam ser adotadas tanto pela escola quanto pela família. E, quanto mais cedo isso acontecer, melhor. “A leitura precisa ser estimulada desde sempre. Em geral, meninas são apresentadas aos livros mais cedo porque eles são voltados à imaginação, aos contos de fadas. Mas o livro deve ser um objeto pertencente também aos meninos. Os pais também precisam contar histórias para seus filhos”, aconselha o professor de Língua Portuguesa e Literatura do Colégio Vila Olímpia, de Florianópolis (SC), Alisson Feuser.

Incluir a leitura no cotidiano familiar é fundamental, mas os adultos precisam estar cientes de que, mais que incentivar, devem dar o exemplo. O gestor do Ensino Médio  do Colégio Semeador, de Foz do Iguaçu (PR), Henrique Pedrotti, destaca que uma das principais tarefas de pais e educadores para estimular a leitura é o exemplo. “Crianças e adolescentes leitores são reflexos de adultos que gostam de ler e que têm o hábito da leitura arraigado na sua rotina”, afirma. A rotina, aliás, ajuda a consolidar o hábito, transformando aquela atividade em uma parte indispensável do dia. 

Também é importante garantir que os meninos tenham acesso a livros que conversem com seus interesses. Para a gestora da Educação Infantil e Anos Iniciais Regular e Bilíngue do Colégio Positivo - Santa Maria, de Londrina (PR), Shirley Cristiane Szeiko, “uma parte muito relevante desse estímulo é buscar títulos interessantes, ligados aos assuntos que eles gostam. Criar essa conexão entre a leitura e os interesses que eles já têm é uma forma simples de tornar a atividade mais divertida”. 

Do lado da escola, o esforço deve ser igualmente atencioso. A gestora da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Colégio Positivo - Master, em Ponta Grossa (PR), Francine Silva, ressalta essa necessidade. "Cabe a nós, gestores escolares, conversar, investigar e orientar os professores. Também precisamos questionar sempre as nossas práticas, verificar se as atividades que proporcionamos na escola têm a ver com isso. Será, por exemplo, que as meninas não se identificam mais com o tipo de história que costumamos ler em sala de aula?”, opina. Por fim, não se pode abrir mão de acompanhar o desenvolvimento dos meninos para garantir que a falta de interesse não seja fruto de possíveis dificuldades de concentração e aprendizagem.

Sobre o Colégio Positivo

O Colégio Positivo compreende oito unidades na cidade de Curitiba, onde nasceu e desenvolveu o modelo de ensino levado a todo o país e ao exterior. O Colégio Positivo - Júnior, o Colégio Positivo - Jardim Ambiental, o Colégio Positivo - Ângelo Sampaio, o Colégio Positivo - Hauer, o Positivo International School, o Colégio Positivo - Água Verde, o Colégio Positivo - Boa Vista e o Colégio Positivo - Batel atendem alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, sempre combinando tecnologia aplicada à educação, material didático atualizado e professores qualificados, com o compromisso de formar cidadãos conscientes e solidários. Em 2016, o grupo chegou em Santa Catarina - onde hoje fica o Colégio Positivo - Joinville e o Colégio Positivo - Joinville Jr. Em 2017, foi incorporado ao grupo o Colégio Positivo – Santa Maria, em Londrina (PR). Em 2018, o Positivo chegou a Ponta Grossa (PR), onde hoje está o Colégio Positivo - Master. Em 2019, somaram-se ao Grupo duas unidades da escola Passo Certo, em Cascavel (PR), e o Colégio Semeador, em Foz do Iguaçu (PR). Em 2020, o Colégio Vila Olímpia, em Florianópolis (SC), passou a fazer parte do Grupo. Em 2021, com a aquisição da St. James', em Londrina (PR), o Colégio Positivo passa a contar com 17 unidades de ensino, em sete cidades, no Sul do Brasil, que atendem, juntas, aproximadamente 16 mil alunos desde a Educação Infantil ao Ensino Médio.

 Créditos: Envato

Créditos: Envato


Alimentos, combustíveis, energia elétrica e imóveis são algumas das várias “vítimas” da altíssima inflação que o Brasil vem enfrentando durante todo o ano de 2021. E a previsão para o próximo ano não é animadora, visto que, também por conta da pandemia, a economia ainda está instável. 

Além disso, a proposta do governo para o reajuste do salário mínimo de 2022 será apenas para cobrir o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), porém, alguns dos reajustes de preços são ainda maiores do que o do INPC, como o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), por exemplo, que reajusta os valores dos aluguéis. Ou seja, mesmo com esse aumento, o poder de compra do trabalhador que recebe o salário mínimo deve diminuir. O doutor em Desenvolvimento Econômico e professor da Escola de Negócios da Universidade Positivo (UP), Guilherme Marques Moura, aponta quatro contas que devem seguir pesando no bolso dos brasileiros no próximo ano.

  • Energia elétrica

“A conta de luz, que aumentou durante todo esse ano, tem previsão para ficar ainda mais cara em 2022. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o valor deve subir 21%”, explica. "Será o maior aumento em sete anos", destaca Moura.

  • Transporte público

Por conta da inflação sobre os combustíveis, o valor do transporte público deve ser reajustado em todo o Brasil. “Se fossem repassados todos os aumentos de custos, a previsão é de elevação seria de 40% a 50% do preço da passagem, que atualmente custa, em média, R$ 4,00 no país”, revela o professor. “O impacto final depende da cidade, dado que o preço da passagem é subsidiada pelos governos municipais. De toda forma, especialistas apontam um aumento médio de pelo menos 10%”, pontua.

  • IPVA

O preço dos carros usados também subiu bastante: em média,  22% no período entre maio de 2020 e maio de 2021. Por conta disso, o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) também será reajustado em 2022. “No caso dos carros, a elevação do preço do usado ocorreu devido à escassez e aos altos valores dos carros zero quilômetro, causando um efeito cascata sobre os preços dos veículos. Geralmente, esse é um imposto que tem redução ao longo do tempo, então, será uma surpresa para muitos consumidores”, alerta.

  • IPTU

O caso dos imóveis é semelhante, porém, o especialista afirma que o reajuste no valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não assusta tanto quanto o IPVA. “O IPTU não deve apresentar uma alta tão significativa, dado que a tabela de preços é, geralmente, determinada pelas prefeituras”, aponta.

Segundo Moura, os reajustes causados pela inflação de 2021 são um fator bastante relevante para a inflação do começo de 2022, justificando o cenário previsto para o início do próximo ano. “Nos últimos doze meses, a inflação subiu 10,67%. No início do ano, o teto da meta da inflação, segundo o Banco Central, era de 5,25%. Ou seja, esse estouro da meta continuará causando efeitos no ano que vem”, completa.

 

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em Ensino Superior entre as IES do Estado do Paraná e é uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta e mais de 400 mil metros quadrados de área verde no campus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A Instituição conta com três unidades em Curitiba (PR), uma em Londrina (PR), uma em Ponta Grossa (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de graduação, centenas de programas de especialização e MBA, seis programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam cerca de 3.500 metros quadrados. Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Desde março de 2020 integra o Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Mais informações em up.edu.br/

Estudo aponta que 20% das contas criadas na América Latina são falsas


Crédito: Envato


Segundo pesquisa da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), os canais digitais tiveram um aumento de 90% de contas abertas em 2019, em relação ao ano anterior. Com a pandemia, o isolamento social e o surgimento de múltiplas fintechs, o número de contas digitais no Brasil chegou a 82 milhões em julho de 2021. Isso demonstra que o consumidor deseja mais agilidade na hora de pagar as contas, fazer transferências e compras on-line, quer atendimentos personalizados e menos custos na hora de utilizar esses serviços.

Com isso, as fintechs têm percebido que no continente há grandes oportunidades para os serviços financeiros de todos os tipos, muitas vezes inexplorados. Mas por que na América Latina? Um fator determinante é a população volumosa que vivem nos países que compõem o continente, mais de 952 milhões de pessoas em 35 países.

Contudo, da mesma forma que aumentam os números de clientes, aumentam os riscos e volume de pessoas tentando aplicar golpes. Um estudo realizado pela Andressen Horowitz (a16z), apontou que 20% das contas criadas na América Latina são falsas, índice que supera o nível global. O estudo também trouxe outro dado alarmante: as fraudes com cartões de créditos cresceram na região, com o Brasil ficando apenas atrás do México em números de tentativas de crimes financeiros.

Para o superintendente de Engenharia de Produtos da Tecnobank, Isaac Ferreira, os criminosos estão cada vez mais espertos e diversificando as formas de aplicar os golpes. “Muitos deles ligam se passando por funcionários de banco, clonam o WhatsApp e pedem dinheiro para familiares, mandam boletos falsos, entre outros”, enumera. Ele também deixa algumas dicas de como evitar essas situações.“O WhatsApp tem a função de verificação em duas etapas, dessa forma o golpista não consegue clonar o número. Evitar passar códigos recebidos através de SMS também ajuda a prevenir", alerta.

Para evitar cair em golpes durante a pandemia, Ferreira indica algumas medidas.

  • Em caso de dúvida sobre a veracidade de uma mensagem ou conteúdo, interrompa a operação e entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da empresa em questão.
  • Não clique em links de mensagens que ofereçam brindes, prêmios, benefícios ou atualização de seus dados cadastrais nas instituições financeiras.
  • Não coloque nome, CPF, endereço e número de cartões se não for na página de pagamento de uma empresa conhecida.
  • Nunca entregue seu cartão a outra pessoa. Os bancos nunca enviam funcionários para recolher cartões. Nem mesmo envie pelos Correios ou outras formas.
  • Gere um cartão virtual para compras na internet. Trata-se de um mecanismo para garantir maior segurança nas operações on-line, pois o cartão virtual é válido por um período de tempo ou para uma única operação.
  • Também existe cartão virtual para compras recorrentes, sendo assim, aquele cartão fica associado a uma loja e a um valor mensal, ou seja, qualquer transação diferente desse valor ou em outra loja, é negada automaticamente.

___________________________

Sobre a Tecnobank

A Tecnobank é uma empresa brasileira de tecnologia para negócios, que desenvolve soluções agregadas que geram segurança e agilidade aos processos eletrônicos dos segmentos bancário, financeiro e de veículos. Homologada pelos órgãos executivos de trânsito, a empresa fundada em 2007 tem sede em São Paulo (SP), mas atua em 12 estados brasileiros, com mais de 1.700 clientes ativos. A companhia possui programas rigorosos de Compliance, Segurança da Informação e Privacidade & Proteção de Dados. Outra prioridade da Tecnobank é o bem-estar, a saúde e a segurança de seus colaboradores, o que lhe rendeu três prêmios de melhor empresa para trabalhar, em 2020, e o segundo selo consecutivo, em 2021, do Great Place to Work (GPTW).

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.