Mostrando postagens com marcador Fort Atacadista. Mostrar todas as postagens

 Longevidade é resultado de hábitos saudáveis e alimentação equilibrada

Manter hábitos saudáveis, praticar exercícios e se alimentar de forma natural nunca foi novidade quando o assunto é cuidar da saúde. No entanto, com a pandemia da Covid-19, a busca por um estilo de vida mais saudável ficou mais forte. É o que revela a pesquisa do IBOPE, encomendada pela Bayer, sobre o impacto da doença no comportamento da sociedade, que apresenta que investir na saúde é, para 33% dos brasileiros, cuidar do sistema imunológico, evitar de ficar doente para 25%, e promover o bem-estar para 21%. A alimentação saudável está no topo da pesquisa, com 87% das pessoas apontando que a saúde é resultado do que se come.


Brasileiros estão mais interessados na manutenção da saúde (foto: Roberto Oshiro Jr)


Os dados são comemorados de forma positiva nesta semana, com a celebração do Dia Nacional da Saúde, no dia 5 de agosto. A data é uma homenagem ao médico sanitarista Oswaldo Cruz, nascido neste dia em 1872, e foi instituída em 1967 para conscientizar as pessoas sobre a importância de ter um estilo de vida mais saudável. Além de uma saúde completa, a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia aponta que, embora a média de vida dos brasileiros tenha aumentado de 3,3 anos na última década, atingindo 76,8 anos, não é raro encontrar brasileiros que chegam aos 115 anos, resultado de maior cuidado com a saúde.

 

A crescente preocupação com a alimentação saudável no país, estimulou a oferta de produtos naturais e orgânicos e a tendência é de alta de mais 11,5% até 2024, com movimentação que pode chegar a 221,3 bilhões de dólares, de acordo com projeção da BBC Research. A aposta de mercados e atacarejos é incentivar o consumo com promoções focadas em FLV (frutas, legumes e verduras). Nas lojas do Fort Atacadista no Distrito Federal, os consumidores já estão habituados a comprar toda terça e quarta estes itens com preços mais baixos.


Atacarejos promovem dias com promoções de frutas e hortaliças


“Nestes dias percebemos uma grande movimentação. Logo cedo, muitas pessoas vêm para comprar verduras, frutas para abastecer a casa estes alimentos. A loja oferece uma grande variedade, produtos frescos e com excelente qualidade”, diz o gerente da unidade do Fort Atacadista de Ceilândia, Huender Soares. No Distrito Federal o Fort Atacadista, rede de atacarejo do Grupo Pereira, está presente nas cidades de Ceilândia, Sol Nascente e Taguatinga.


Toda e terça e quarta tem hortaliças e frutas em promoção no Fort Atacadista


Aniversário do Fort – Na comemoração dos 23 anos do Fort Atacadista, a empresa vai premiar os clientes com a promoção Meu Fort dá Sorte. A segunda edição da campanha promocional vai sortear 23 automóveis zero quilômetro - 5 Fiat Toro e 18 Fiat Mobi - e prêmios diários em créditos no Vuon Card, até o dia 31 de agosto. Para participar basta realizar compras a partir de R$ 100 em qualquer uma das 49 unidades do Fort Atacadista e cadastrar os cupons no site oficial www.meufortdasorte.com.br.

 


Nos próximos dias 30 e 31 de agosto, às 19h30, a Legião da Boa Vontade (LBV) promoverá a edição on-line de seu 27º Congresso Internacional de Assistência Social, que abordará o tema “As Organizações da Sociedade Civil de Assistência Social e a efetivação dos direitos socioassistenciais”, voltado a profissionais das áreas da Assistência Social e dos Direitos Humanos, a representantes da sociedade civil e de movimentos sociais, à comunidade acadêmica e interessados.

 

O evento tem como objetivo contribuir para a ampliação do conhecimento sobre a Política Nacional de Assistência Social, a gestão e a execução de serviços e programas voltados ao público em situação de vulnerabilidade ou risco social no Brasil e a proteção social no mundo, apresentando o diferencial da LBV e de sua atuação socioassistencial, realizada sob os pilares do Ecumenismo, isto é, o respeito irrestrito a todas as criaturas.

 

A palestra inaugural na terça-feira, dia 30, será ministrada pela secretária nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Maria Yvelônia dos Santos Araújo Barbosa, graduada em Serviço Social e mestre em Ciências Sociais, que falará sobre “As Organizações da Sociedade Civil de Assistência Social e a efetivação dos direitos socioassistenciais”.

 

Posteriormente, palestrarão os seguintes especialistas: Rossana Costa França, graduada em Serviço Social, pós-graduada em Gestão de Projetos e Programas Sociais e atualmente assessora-técnica social da LBV, que falará sobre o tema “Contribuições das entidades privadas no fortalecimento da rede socioassistencial”; e Célio Vanderlei Morais, psicólogo (CRP 12/765), mestre em Sociologia Política, educador do Instituto Paulo Freire e em projetos nacionais da Paulus, integrante da equipe da Práticas Assessoria e membro curador do Portal Social Soluções, que discorrerá sobre a temática: “Integração entre as ofertas diretas e indiretas do SUAS”.

 

No dia 31 de agosto (quarta-feira), o dr. Renato Francisco dos Santos Paula, graduado em Serviço Social, doutor em Serviço Social, professor do curso de Serviço Social da Universidade Federal de Goiás (UFG) e autor de livros e artigos na área da política social, trará sua contribuição acerca do tema “Intersetorialidade na Assistência Social, um instrumento de efetivação da Proteção Social”.

 

O primeiro painel tem como tema: “Articulação em rede pela garantia de direitos socioassistenciais” e será conduzido pelos painelistas Kléber Maricato, graduado em Ciências Contábeis, licenciado pelo CRC/PR, pós-graduando em Gestão do Sistema Único de Assistência Social e atualmente gestor administrativo da Legião da Boa Vontade em Londrina/PR; e Idália Pereira, graduada em Serviço Social, pós-graduada em Trabalho Social com Famílias e supervisora regional na Legião da Boa Vontade.

 

O segundo painel, cujo tema focalizará as “Organizações sociais e os processos de trabalho em rede”, será ministrado por representantes da LBV de Portugal e da LBV da Bolívia.

 

O evento é gratuito e, para quem desejar receber o certificado de participação, haverá apenas uma taxa simbólica. As inscrições devem ser feitas no link: https://www.lbv.org/congressosocial.

 

Serviço:

Evento: 27º Congresso Internacional de Assistência Social, da LBV — edição on-line

Tema: “As Organizações da Sociedade Civil de Assistência Social e a efetivação dos direitos socioassistenciais”.

Para quem: Profissionais atuantes nas áreas da Assistência Social e dos Direitos Humanos, representantes da sociedade civil e de movimentos sociais, comunidade acadêmica e interessados.

Data e horário: 30 e 31 de agosto, às 19h30.

Inscrições: https://www.lbv.org/congressosocial.


Durante a Expert XP 2022, maior evento financeiro do país, que debate temas como empreendedorismo, economia, ESG e inovação, os executivos Fabrício Bloisi (IFood), Pedro Franceschi (BREX), Carlos Alberto Sicupira (AB Inbev) e Guilherme Benchimol (XP) mostraram que têm algo em comum, além do sucesso no mundo dos negócios: a visão sobre o futuro do país.

Foto: Divulgação 


Representando diferentes gerações de empreendedores, eles foram unânimes ao cravar que a educação é o principal caminho para o desenvolvimento do Brasil.  "O nosso problema continua o mesmo, o baixo investimento em educação. Não temos oportunidades iguais para todos. Isso passa pelas diferenças no processo de colonização do país, pelo pós-escravidão e reflete, até hoje, em aspectos culturais importantes", pontua Beto Sicupira, sócio da AB Inbev.

Já Guilherme Benchimol, Fundador e Presidente Executivo do Conselho de Administração da XP Inc., destacou que olhar para a educação deve ser um compromisso de todos: sociedade, governo e empresas. "Não basta apenas reclamar do governo, temos que priorizar esse tema. Nenhum dos candidatos à presidência têm falado sobre seus projetos para a educação no país. As empresas, maiores, média ou pequenas, também devem investir na educação", afirma Benchimol, destacando os projetos da XP no segmento, que reuniu um aporte de R$ 100 milhões com foco na educação.

Mudança de Mindset
Discípulo da cultura do "Sonho Grande", implementada pelo trio fundador da Ambev, Benchimol comentou a importância de ter valores sólidos para desenvolver um país. "Não conheço uma empresa ou país que deu certo e que não tenha uma cultura forte, uma cultura que una. Quando se fala do Japão se pensa na cultura da honra, na Alemanha a precisão, em Israel a inovação, nos Estados Unidos o empreendedorismo. E quando se fala do Brasil tem o "jeitinho". Eu adoraria que o Brasil fosse o país da excelência.  Temos muitas mazelas em nosso país, mas não podemos ser tão vitimistas. Temos que colocar na cabeça das pessoas que somos excelentes. E se todo mundo for excelente, desde as coisas pequenas até as maiores, acho que mudaremos esse mindset e mostraremos do que o Brasil é capaz", apostou.


O Sindicato das Empresas Prestadoras e Especializadas em Bombeiro Civil do DF (Sepebc-DF) promoverá no dia 21 de agosto, a partir das 6h, a etapa Centro Oeste da Corrida Prevencionista & Caminhada da Prevenção



A iniciativa contará com percursos de 3Km (caminhada), 5Km e 10Km (corrida), com largada prevista para ocorrer às 7h, no Eixo Monumental (na altura da Catedral de Brasília). As inscrições já estão abertas e poderão ser feitas no site do Sesc-DF. Acesse e confira  o regulamento. 
 
Corrida Prevencionista & Caminhada da Prevenção
Dia: 21 de agosto
Percursos: Caminhada: 3Km / Corrida: 5km e 10Km
Horário da largada corrida: 7h. 
Horário da largada caminhada: 7h10. 
Local: Eixo Monumental - altura da travessa em frente à Catedral de Brasília
 
Retirada dos kits: 15 de agosto, das 9h às 16h
Local da retirada: Sesc 504 sul Alberto Salvatore Giovanni Vilardo

Senador tem defendido a bandeira do cooperativismo no Senado Federal e destaca a importância de apoiar o setor, que representa 10% do PIB goiano

Foto: Marcelo Alves.

Relator do Projeto de Lei Complementar 27/2020 que atualizou diversas regras do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC), o senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) comemorou o resultado apresentado, nesta semana, pelo Sistema OCB/GO e divulgado pelo Anuário do Cooperativismo Brasileiro 2022, da OCB Nacional, que apresenta o cooperativismo Goiano como importante fonte de riquezas para o Estado. De acordo com Vanderlan, os números mostram que as Cooperativas goianas estão se tornando, cada vez mais, imprescindíveis para a geração de emprego e renda no país. Ele conta que os resultados apresentados pela OCB comprovam a importância de apoiar o cooperativismo em Goiás e no Brasil.

De acordo com o Anuário, as cooperativas goianas tiveram no ano passado uma receita superior a R$ 21 bilhões. É um faturamento 301,7% maior que o registrado dez anos antes (em 2011), quando somou R$ 5,2 bilhões. Com isso, a contribuição do cooperativismo para a formação do Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás, que é a soma de todas as riquezas produzidas no Estado e está estimado na casa dos R$ 220 bilhões para 2021, saltou de 4,3% (em 2011) para 9,5% no ano passado. Em 2021, as receitas das cooperativas goianas tiveram forte incremento de 47,6% quando comparadas com as de 2020.

"Esses são números que não podem ser ignorados. Um setor que é responsável por 10% de toda riqueza produzida pelo Estado precisa receber atenção e até cuidado do poder público. Levantei a bandeira do cooperativismo no Senado Federal e venho sendo parceiro do setor por entender, lá atrás, o potencial que ele tem para gerar emprego e renda. Esse resultado prova que estávamos certos desde o início", disse o senador Vanderlan.

O número de cooperados em Goiás também aumentou bastante, saltando de 157,2 mil para 382,7 mil entre 2011 e 2021, crescimento de 143,4%, o que impacta diretamente cerca de 1,6 milhão de pessoas em Goiás. O número de cooperativas registradas na OCB/GO também aponta o importante avanço que o setor tem conquistado no Estado, saindo de 219, no ano de 2011, para 249 em 2021, crescimento de 13,6%. Só de 2020 para 2021, o aumento foi de 5,9%, percentual superior à maioria dos demais setores.

Segundo o presidente da Organização das Cooperativas do Brasil em Goiás, OCB/GO, Luiz Alberto, alguns fatores explicam o tamanho crescimento do cooperativismo goiano. Ele destaca que, mesmo sendo um modelo de negócio mais inclusivo e democrático, pois divide os lucros com os cooperados, as cooperativas estão no mercado para competir e conquistar espaços. "Existem vários fatores que explicam o crescimento significativo do cooperativismo goiano nos últimos anos. Destaco a profissionalização do nosso setor, em que as cooperativas investem muito na capacitação dos seus gestores e cooperados; maior competitividade dos principais ramos, como agronegócio, crédito e saúde; e parcerias com o setor produtivo goiano, parlamentares e governos municipais, estadual e federal" explica o presidente.

Luiz Alberto explica, ainda, que o cooperativismo está sempre procurando ampliar suas parcerias para fomentar o seu desenvolvimento e crescimento. Ele conta que a inclusão é item fundamental nesse modelo de negócio, e que para isto, precisam de muita ajuda e colaboração. "O senador Vanderlan tem sido um dos principais defensores das cooperativas goianas e brasileiras, garantindo conquistas importantes no Congresso Nacional para o nosso setor, como a redução dos juros do FCO para as cooperativas. Também foi o relator na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado da PLP 27/2020, que moderniza a legislação do cooperativismo de crédito, conseguindo a aprovação do projeto em tempo recorde no plenário daquela Casa', destaca.

De acordo com o senador Vanderlan, apoiar o cooperativismo é um caminho natural, visto que o setor se destaca na criação de novos empregos diretos e indiretos. Em 2011, as cooperativas goianas geravam 5,3 mil empregos diretos, no ano passado eram 14,1 mil postos de trabalho, aumento de 165%. Comparado com 2020, o aumento na geração de empregos no setor foi de 10%, mesmo período em que a maioria dos setores da economia goiana enfrentavam grande dificuldade de gerar novos postos de trabalho por conta da crise econômica no País.

"Mesmo com a Pandemia da Covid-19 e com a guerra da Ucrânia, o cooperativismo cresceu, gerando mais renda e criando mais vagas de trabalho, ao mesmo tempo em que outros setores tiveram retração. Esse potencial precisa ser aproveitado e seguimos trabalhando, no Senado Federal, para que isso aconteça", explicou Vanderlan.

O presidente da OCB/GO continua otimista em relação ao futuro das cooperativas em Goiás. Ele explica que a expectativa é que, ainda esse ano, o setor supere os 10% do PIB no Estado. "Embora o cooperativismo é visto ainda muito por sua responsabilidade social e ambiental, o que é uma verdade, somos uma força econômica representativa no Estado e estamos em franco crescimento. Isso tem feito cada vez mais pessoas aderirem ao nosso modelo de negócio. O número de cooperados cresceu quase 400% em dez anos no Estado. Acreditamos que neste ano já vamos superar os 10% do PIB goiano, sempre gerando oportunidades, empregos e melhor distribuição de renda para a população goiana", garante.

"Goiás não pode abrir mão de ter nosso governador por mais quatro anos", frisou Eurípedes do Carmo, presidente do Partido Social Cristão no Estado


Foto: Marcelo Alves.

O Partido Social Cristão (PSC), sob liderança de seu presidente, Eurípedes do Carmo, declarou nesta quinta-feira (04/08) apoio ao projeto de reeleição do governador Ronaldo Caiado (UB). O ato ocorreu em reunião na sede estadual do União Brasil, em Goiânia, com participação de pré-candidatos do PSC ao Legislativo nas Eleições 2022.

A sigla sai para o pleito com 17 nomes para a disputa ao cargo de deputado federal e 22 para o de estadual. A legenda tem planos de eleger pelo menos dois deputados federais e três nomes para a Assembleia Legislativa.

Caiado exaltou o respaldo da sigla e conclamou empenho dos aliados, que somam 12 partidos e cerca de 230 prefeitos. "Nós já criamos um sentimento de onde andar e como caminhar. Nossa coligação vai buscar que as ações sejam conjuntas. Cada um vai fazendo sua tarefa de casa", disse.

O governador também destacou a relevância da sigla no cenário político. "Alcançou uma musculatura política e hoje é um partido que tem um senador da República, deputado federal e o deputado estadual mais votado para a Assembleia Legislativa da história de Goiás [Henrique César]", citou.

"Goiás não pode abrir mão de ter nosso governador por mais quatro anos", frisou Eurípedes do Carmo, que justificou sua declaração, recordando os desafios herdados pelo governador e os avanços conquistados. "É uma grande gestão, transparente. Um governo que tem mudado destinos em Goiás", ponderou.

"O Estado passa hoje por um bom momento, ao contrário do início da gestão", relatou também o presidente do PSC. "O governador deu a volta por cima, arrumou e pôs as contas em dia. Está com dinheiro em caixa suficiente para tocar obras na próxima gestão", acrescentou.

Caiado também reconheceu a atuação de Eurípedes enquanto gestor, quando esteve à frente da Agência Goiana de Habitação (Agehab) e posteriormente na GoiásFomento. Estendeu elogios ao senador Luiz do Carmo, outra referência do partido em Goiás, que foi seu suplente, e ao ex-presidente da agência, Lucas Fernandes.

"Chegando ao governo, tive a honra de tê-los ao meu lado, com toda experiência e vivência que têm", afirmou o governador. "Fazemos parte do governo Caiado desde o primeiro tempo e o PSC sem dúvida integra esse grupo. Hoje estamos junto com Caiado nesta campanha, da qual não temos dúvida do sucesso", ratificou Eurípedes.

Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br



A turnê Histórias – O Show do Século, que reúne nos palcos, desde 2018, grandes nomes da música sertaneja, desembarca na capital mineira na capital mineira no dia no dia 13 de agosto, sábado, a partir das 18h, para uma edição inesquecível no Estádio do Mineirão (Av. Antônio Abrahão Caram, 1001, Pampulha, Belo Horizonte/MG). Chitãozinho & Xororó, Bruno & Marrone, Zezé di Camargo & Luciano e Leonardo, além de Edson & Hudson e Gian & Giovani, que estarão juntos para a apresentação do projeto Boate Azul, serão os responsáveis pela noite que promete ficar marcada na memória dos fãs. Quem quiser garantir o lugar no evento deve se adiantar, pois mais de 80% dos ingressos já foram vendidos.

Serão apenas cinco cidades contempladas com a turnê Histórias 2022: Goiânia, Belo Horizonte, Brasília, São Paulo e Cuiabá. A expectativa da organização do evento é que mais de 50 mil pessoas estejam presentes na edição que será realizada na capital mineira. Além de ser um marco na trajetória do Mineirão, que vai receber os ícones do sertanejo no gramado, pela primeira vez, o Gigante da Pampulha vai contar com setores de mesas em pleno campo.

O evento Histórias em Belo Horizonte é uma realização da Box Dream e da Nenety Eventos. Mais informações e vendas: www.historiasbh.com.br.

Chitãozinho e Xororó

Formada pelos irmãos José Lima Sobrinho (Chitãozinho) e Durval de Lima (Xororó), a dupla nasceu em Astorga, Paraná, sendo considerados hoje como uma das maiores do país. Prova disso, é que eles são recordistas em vendas de discos no Brasil através de canções conhecidas, como, Evidências, Sinônimo, No Racho Fundo e outros hits que os fizeram comercializar mais de 37 milhões de álbuns. Além disso, eles ganharam cinco prêmios Grammy Latino sendo os responsáveis por abrir espaço para a música sertaneja nas rádios e televisão a partir da década de 1980 influenciando diversos artistas do gênero. Já no ano de 2022, foram eleitos como a melhor dupla sertaneja do Brasil e recentemente lançaram o EP - Tempo de Romance, que vem sendo muito bem aceito pela crítica e fãs.

Leonardo

Com uma carreira marcada por grandes sucessos, o cantor que tem mais de 15 milhões de discos vendidos, vem colhendo os frutos de sua dedicação, mas se engana quem acha que o sucesso brotou do nada. Sua carreira iniciou no ano de 1983, ao lado do seu irmão Luís José Costa, o Leandro, ao qual formaram a dupla Leandro & Leonardo. No entanto, somente no ano de 1989, após dois discos gravados, foi que eles estouraram com o Leandro & Leonardo Vol. 3. O trabalho que traz a canção Entre Tapas e Beijos foi o pontapé inicial para uma estrada de sucesso que durou até o ano de 1998, por causa do falecimento de Leandro. Mas, refeito, Leonardo seguiu sua carreira solo e hoje, além de ser um fenômeno nas redes sociais, é um dos nomes mais lembrados do sertanejo.

Zezé di Camargo & Luciano

A dupla que é uma das mais importantes da música sertaneja continua emocionando os fãs por onde passa. Formada no ano de 1991, eles estouraram de vez na mídia através do seu primeiro disco intitulado por Zezé di Camargo & Luciano, que sozinho, vendeu mais de 1 milhão e 900 mil cópias. Pelo sucesso, eles tiveram esse trabalho certificado como disco de diamante e de dali para frente um sucesso atrás do outro. Prova disso é que nos mais de 25 anos de carreira, eles, que chegam a fazer uma média de 130 shows por ano sem perder a energia, vão tocar músicas conhecidas, como, É o Amor, Pra Não Pensar em Você, No dia em Que saí de Casa, Você vai Ver Vivendo por Viver, Indiferença e outros sucessos do seu vasto repertório. Além dessas, a mais nova música Vou Ter de Tomar Uma, lançada no fim do ano de 2021, também vai embalar a apresentação no evento Histórias.

Bruno & Marrone

Com uma carreira marcada por grandes álbuns e muitos hits históricos, Bruno & Marrone ocupam o posto de uma das mais famosas duplas da cena sertaneja do país. Conhecidos nacionalmente por suas composições românticas e baladas sertanejas, como, Quer Casar Comigo? Dormi na Praça, Choram as Rosas, Inevitável, Ligação Urbana e outros sucessos, eles que começaram cedo na música, no ano de 1985, em Goiânia, trilharam um longo caminho até passar dos seus mais de 30 anos de carreira. Recentemente, os sertanejos lançaram o seu mais novo álbum intitulado por Exatamente Agora (2021), que já é um grande sucesso nas rádios e mídias sociais. E, agora, eles desembarcam em Minas Gerais para mais um grande show.

Boate Azul – Edson & Hudson e Gian & Giovani

Duas grandes duplas se reúnem para celebrar a música sertaneja, Edson & Hudson e Gian & Giovani, estarão juntos no projeto Boate Azul Ao Vivo, que trará o melhor do repertório dos sertanejos e uma compilação de grandes sucessos do gênero para o palco do Histórias. Nascidos e criados no interior de São Paulo, Edson & Hudson, em Limeira, e Gian & Giovani, em Franca, eles escreveram algumas páginas na história do segmento sertanejo. As duas duplas chegaram a se separar por um período e perceberam o quão importantes e fortes são juntos.

Serviço

"Histórias"

Data: 13 de agosto, sábado

Horário: 18h

Local: Estádio do Mineirão - Av. Antônio Abrahão Caram, 1001, Pampulha, Belo Horizonte/MG

Atrações: Chitãozinho & Xororó, Bruno & Marrone, Zezé di Camargo & Luciano, Leonardo,  Edson & Hudson e Gian & Giovani

Ingressos: www.historiasbh.com.br

Realização:  Box Dream e Nenety Eventos



O cantor Thiaguinho vai apresentar o show da turnê Infinito neste sábado, 06 de agosto, em Belo Horizonte. O evento, que conta com o patrocínio da Itaipava, será realizado a partir das 16h, no Estacionamento G1 do Mineirão (Av. Antônio Abrahão Caram, 1001 - São José, Belo Horizonte), e terá ainda o agito de Thiago Martins e do DJ Biffaum. Os últimos ingressos estão à venda por meio do site da Meep: https://www.meep.com.br/tour-infinito-thiaguinho.

O palco e a cenografia do projeto Infinito foram assinados por Zé Carratu e a produção musical do novo álbum tem direção do renomado produtor Prateado, parceiro de Thiaguinho há mais de 17 anos, inclusive no último álbum 'VIBE'. O segundo volume do trabalho foi o primeiro lançamento de Thiaguinho através de sua própria gravadora, a Paz & Bem. Já o material é distribuído por meio da Altafonte Brasil. "Posso afirmar que esse projeto tem um lugar enorme no meu coração", comenta Thiaguinho.

Os vídeos de todas as faixas do novo projeto do cantor Thiaguinho já estão disponíveis no canal oficial do artista no YouTube. "Espero que os fãs, que sempre me acompanham de perto, sintam o carinho que toda a minha banda e equipe depositou nesse projeto. Esse é um álbum muito especial para mim. Espero que todos se divirtam, se emocionem e que o nosso carinho e a nossa troca seja infinita, porque o amor que sinto pela música e pelos fãs é infinito", conclui o cantor.

Serviço

Show da turnê "Infinito" do cantor Thiaguinho

Shows: Thiaguinho, Thiago Martins e DJ Biffaum

Data: 06 de agosto – sábado

Local: Estacionamento G1 do Mineirão - Av. Antônio Abrahão Caram, 1001 - São José, Belo Horizonte

Horário: a partir das 16h

Ingressos:

Lote Extra: R$ 200

Vendas: https://www.meep.com.br/tour-infinito-thiaguinho

 

Em iniciativa inédita, exclusiva e internacional do Ecossistema Ânima, estudantes da companhia em todo o país vão se conectar aos conceitos de ESG e Sustentabilidade por meio da expedição de Beto Pandiani A Ânima Educação, um dos maiores e mais inovadores ecossistemas de ensino superior de qualidade do Brasil e do qual o UniCuritiba faz parte, incentiva e apoia o projeto Rota Polar, do velejador Beto Pandiani, que atravessará o Ártico em uma viagem sustentável do Alasca à Groenlândia, com o objetivo de discutir as mudanças climáticas e seus impactos socioambientais no mundo. Pandiani e equipe iniciaram o trajeto no dia 20 de julho, depois de algumas intercorrências climáticas. O projeto foi lançado em março deste ano com uma velejada inédita no rio Pinheiros, em São Paulo. O apoio da organização educacional é uma estratégia inédita, exclusiva e internacional da área de Personalização do Ecossistema Ânima para promover e estimular a participação e interação de alunos e docentes com a equipe da expedição na busca por soluções inovadoras para as questões de meio ambiente levantadas e, principalmente, conectá-los aos conceitos reais de ESG e Sustentabilidade. Pandiani veleja há 40 anos, já fez sete expedições e se tornou o primeiro velejador a conectar a Antártica ao Ártico em um pequeno barco sem cabine. Ele ressalta que sempre se cerca de excelentes profissionais, sejam seus companheiros nas velejadas (Marcus Sulzbacher, Gui Von Schmidt, Santiago Iza, Felipe Tommazzi, Duncan Ross, Felipe Whitaker e Igor Bely), sejam os companheiros das equipes de apoio e documentação, que fazem as expedições do brasileiro se transformar em produtos de altíssima qualidade. Durante a viagem, o velejador irá compartilhar suas descobertas com estudantes e professores das 18 instituições de ensino superior da Ânima em todo o país, como mais um dos cenários de ensino e aprendizagem realísticos das diversas formações profissionais. Serão gravados seis vídeos que serão disponibilizados, ao longo do trajeto, por meio do Youtube da Ânima e no site da expedição. O primeiro deles falará sobre o início da expedição, as dificuldades encontradas, alterações climáticas, soluções encontradas, como Pandiani e equipe se mantêm motivados e preparados, além de como fazem a gestão dos recursos (alimentação/dinheiro/insumos) diante dos imprevistos. Os outros conteúdos terão temáticas relacionadas à jornada que envolvem Tecnologia, Saúde, Engenharia, Diferenças Sociais, Sustentabilidade e Meio Ambiente. Os acadêmicos, docentes e colaboradores do UniCuritiba terão a possibilidade de participar dessa trajetória vivenciando de forma híbrida os problemas globais e apresentando soluções que sejam aplicadas a realidade prática demonstrada. Toda essa atuação deverá ser baseada em habilidades e competências que integram a temática meio ambiente, ESG, Sustentabilidade e que tangem os ‘Wicked Problems’. Para Rodrigo Neiva, diretor da VP Acadêmica da Ânima Educação, a participação da organização educacional no projeto fortalecerá o compromisso do Ecossistema de Aprendizagem com a promoção da consciência ambiental, social e a sustentabilidade, além de fazer parte do pilar que acredita que não basta capacitar as pessoas para o mercado de trabalho, é preciso abrir espaço para que elas se transformem e possam transformar o mundo ao redor. Por meio do Rota Polar, os alunos poderão manter conexão com a trajetória do velejador e até se inspirar para a realização dos próprios projetos de vida. “A expedição é uma aventura inédita e audaciosa que vai impactar de forma inovadora professores e alunos de todo o Ecossistema Ânima, assim como aos diferentes conceitos de ESG e sustentabilidade. É o nosso jeito de colocar em prática nossas iniciativas de internacionalização e fortalecer a missão de Transformar o país pela Educação”, diz. A diversidade de situações será acompanhada pelos canais oficiais da expedição, trabalhadas em sala de aula – por meio de Projetos de Extensão, de Unidades Curriculares que compõem o modelo de ensino exclusivo da Ânima em temáticas como Saúde Única e Meio Ambiente, e projetadas em avaliações de desempenhos, discutidas em equipes multiprofissionais e submetidas a curadorias e mentorias por docentes e pela equipe da expedição. Sobre a Rota Polar Esta é a oitava expedição em catamarãs sem cabine e sem motor feita por Pandiani, que retoma a parceria com o francês Igor Bely, que esteve em outras duas travessias com ele: no Oceano Pacífico e no Atlântico. A ideia inicial é contornar o Estreito de Bering, e navegar pelo mar do Ártico cruzando a lendária Passagem Noroeste, e por fim alcançar a Groenlândia. Como a viagem depende das condições climáticas, pode haver mudanças nos planos.
O objetivo da Rota Polar é discutir as mudanças climáticas e seus impactos socioambientais, assim como mostrar ao brasileiro e ao mundo algo que não se conhece sobre sustentabilidade/perenidade. Ao final da expedição, serão produzidos: um documentário, artigos e a publicação de um livro, que retratarão o impacto ambiental, social, econômico e cultural do rápido desgelo do Ártico. Além das imagens captadas durante toda a travessia, que deve durar até setembro de 2022, o material produzido trará entrevistas com cientistas ligados a pesquisas no Hemisfério Norte como biólogos, meteorologistas, glaciologistas e historiadores. Sobre a Ânima Educação Com o propósito de transformar o Brasil pela educação, a Ânima é o maior e o mais inovador ecossistema de ensino de qualidade do país com um portfólio de marcas valiosas e um dos principais players de educação continuada na área médica. A companhia é formada por uma comunidade de aprendizagem com aproximadamente 350 mil pessoas, composta por mais de 332 mil estudantes e cerca de 18 mil educadores, distribuídos em 18 instituições de ensino superior e em mais de 570 polos educacionais por todo o Brasil. Integradas também ao Ecossistema Ânima estão marcas especialistas em suas áreas de atuação, como HSM, HSM University, EBRADI (Escola Brasileira de Direito), Le Cordon Bleu (SP), SingularityU Brazil, Inspirali e Learning Village, primeiro hub de inovação e educação da América Latina, além do Instituto Ânima. Em 2021, a Ânima conquistou o 1º lugar no setor serviços e ficou na 45ª posição no ranking das 150 empresas mais inovadoras do Brasil pelo Prêmio Valor Inovação – parceria do jornal Valor Econômico e a Strategy&, consultoria estratégica da PwC. Além disso, foi destaque no Guia ESG da revista Exame como uma das vencedoras na categoria Educação e conquistou, em 2019, o prêmio Mulheres na Liderança, na categoria Educação, iniciativa da ONG Women in Leadership in Latin America (WILL). Desde 2013, a companhia está na Bolsa de Valores, no segmento de Novo Mercado, considerado o de mais elevado grau de governança corporativa.

Crédito: Marcos Pereira da Silva


Benedito Costa Neto Filho*


Já contei esta história outras vezes, mas ela sempre volta como um exemplo da cegueira que viraliza em épocas de guerra. Encontrei uma amiga alemã num mercado paulista na época da “Guerra das Malvinas” (ela, inclusive, não usava “Malvinas” e, sim, “Falklands”). Eufórica, ela me disse que não estava comprando maçãs, que eram argentinas. Assim, segundo ela, ajudava os ingleses. De fato, não apenas ela: a própria mídia brasileira (notadamente a revista Veja) parecia apoiar os ingleses.

O outro exemplo com o qual quero começar a pequena avaliação é um encontro recente. Dei aulas de português para um ucraniano que tentava morar no Brasil, um jovem de 26 anos. Como ele não tinha dinheiro, ensinaria português a ele e ele, russo e ucraniano para mim. Até aí, tudo bem. Mas, quando eu perguntava sobre o ucraniano, via que ele ficava irrequieto, quase ofendido. E explico a razão: para muitos jovens ucranianos e bielo-russos e demais jovens de ex-repúblicas soviéticas, é vergonhoso usar o idioma materno, pois o russo foi usado na escola e é uma língua “culta”. Caso o leitor não se lembre, a língua usada por Volodymyr Zelenski até há pouco tempo era o russo e não o ucraniano.

Então, comecemos por aqui: uma alemã deixando de comprar maçãs argentinas e um jovem que considera sua língua materna estigmatizada frente à língua do conquistador.

Recentemente, temos visto casos de boicote, cancelamento (nos dois sentidos atuais de cancelar), proibições etc., a produtos russos: temos o boicote a produtos culturais – exemplos são a proibição à leitura de Dostoiévski e o cancelamento de apresentações da cantora lírica Ana Netrebko, tanto na Rússia quanto fora dela, em Nova York, por exemplo –, o boicote à apresentação de atletas russos em campeonatos internacionais, e ainda o boicote a produtos de origem russa.

O boicote a produtos “inimigos” é uma tática de guerra bastante antiga. Quando os romanos da época de Cleópatra perceberam que poderiam ficar sem o trigo egípcio, resolveram atacá-lo. E assim ocorre hoje, similarmente, com gás, petróleo e soja. Evidentemente que o boicote a produtos do inimigo não tem função “apenas” econômica: se deixo de consumir o que de melhor ele tem em termos de produção cultural e técnica (seja literatura, música ou o esporte), trata-se de uma humilhação. E o boicote não ocorre em apenas uma via – o presidente americano Jimmy Carter pediu ao comitê americano que não enviasse atletas a Moscou, em 1980. O comitê acatou o pedido e ainda foi seguido por mais 61 países alinhados aos americanos. Qual o resultado prático disso? Mais medalhas para os países alinhados a Moscou, uma cicatriz que os jogos jamais viriam sarar, e um resultado discursivo que ecoa até hoje. E é bom para os governos ter o apoio de um sem número de pessoas que não entendem nada da verdadeira situação político-econômica desses países.

Embora o mundo soviético como minha geração tenha aprendido na escola – cujo teor “satânico” também víamos na igreja – tenha acabado, ainda se pensa a Rússia como o epicentro de um modo de pensar o mundo atrás da cortina de ferro. Atores famosos, como Ben Stiller, vão à Ucrânia saudar como herói o sujeito que até pouco tempo atrás era considerado um dos bastiões da extrema direita no planeta; Madonna se deixa fotografar com um vestido em forma de coração com as cores da Ucrânia; representantes do G7 têm tratado Zelenski como o coitado, espremido pelas forças russas num entrave geográfico qualquer, o que ele definitivamente não é. Evidentemente, toda guerra é injusta para a população civil que é a que mais sofre, e este pequeno texto não é uma defesa da política internacional de Putin, mas esses espetáculos midiáticos propagados por americanos como Stiller e europeus, como os representantes do G7, têm a profundidade da ação da minha amiga alemã num mercado paulista: recusar-se a comprar uma maçã argentina para ajudar a Inglaterra. Funciona? Em partes, sim.

E grande parte da mídia brasileira não ajuda em nada no entendimento da coisa toda. A CGJ chama a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) de “forças ocidentais” e descreve a invasão da Ucrânia como uma guerra entre Ocidente e Oriente. Podiam se dedicar mais e explicar isso melhor. Nem a OTAN é uma “aliança ocidental” tampouco a invasão da Ucrânia por Putin é uma guerra ocidental-oriental, a não ser que o jornalismo da Globo tenha mudado toda a noção de “ocidente” e “oriente”, e só eles saibam disso, e tenha mudado também a biografia de Zelenski e todo o interesse que a OTAN tem na região geográfica da Ucrânia.

A invasão decidida por Putin, a sangrenta invasão de Putin, não é algo que começou hoje, tampouco a situação da Criméia e a de territórios separatistas ucranianos. Putin sente-se ameaçado pelo cinturão de países que a cada década se aliam aos interesses americanos e de parte do continente europeu alinhado, por sua vez, aos interesses americanos. Boicotar Ana Netrebko ou os livros de Dostoiévski, que, aliás, mostrou os horrores das prisões russas, assim como o fez Tchekhov, não resolve em nada o sofrimento do povo ucraniano. Desconhecer a história recente da Ucrânia também não ajuda.

*Benedito Costa Neto Filho, doutor em Letras, é professor dos cursos de Comunicação, Pedagogia e da Escola de Direito e Ciências Sociais da Universidade Positivo (UP).





 

O evento, que reuniu diversas personalidades da internet e do cenário musical brasileiro, foi realizado na terça feira, 2 de agosto, em Paraíso de Porto Mirim, Rio Grande do Norte.  

A empresária goiana, especialista em mega hair  e criadora da técnica do mega hair micro emborrachada, Eliana Martins prestigiou o aniversário da cantora de forró kally Fonseca da banda Cavaleiros do forró.  O evento, que reuniu diversas personalidades da internet e do cenário musical brasileiro, foi realizado na terça feira, 2 de agosto, em Paraíso de Porto Mirim, Rio Grande do Norte.

Eliana é também responsável pelo alongamento capilar da cantora a mais três anos. Além de Kally, Outras famosas como Maiara & Maraisa, Gabi Martins, Naiara  Azevedo, Joelma, Mc Mirella E a saudosa Marília Mendonça já fizeram uso da técnica desenvolvida por Eliana Martins.

Fernanda Cappellesso
62 99901-2722
Twitter: @fcappellesso

A um dia para o último prazo para as convenções partidárias, o Progressistas em Goiás, de Alexandre Baldy, pré-candidato ao Senado, fecha o apoio do Avante. Comandando pelo vereador por Goiânia Thialu Guiotti, o Avante é considerado possuir uma das cinco melhores chapas de deputados federais e estaduais de Goiás, nessas eleições

Foto: Facebook.

O presidente da sigla traçou um plano para eleger um deputado federal e três estaduais. Com isso, o partido pretende alcançar cerca de 180 mil votos ao todo. Já o Progressista, projeta ocupar cinco cadeiras na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e três na Câmara Federal.

Disputa por apoiadores
Com dois vereadores em Goiânia, o Avante decidiu pelo apoio à reeleição do governador Ronaldo Caiado (UB), em maio. Mas para senador o partido não contava com um nome próprio e nem algum apoio em vista, mas o curioso é que em 2020, o Avante havia fechado apoio para a pré-candidatura de Wilder Morais para prefeito de Goiânia. Mas nessas eleições, optou por caminhar junto com Baldy.

O presidente do partido sempre afirmou que a legenda tem autonomia total para montagem de chapa e definição de apoios na campanha eleitoral majoritária. "Decidimos pelo que é melhor para o partido [Avante] e melhor para Goiás, e neste momento, onde muitos pré-candidatos [ao Senado] estão abandonando a disputa, acreditamos que Alexandre Baldy é o nome mais coerente com um projeto democrático que vai beneficiar todo o povo goiano", resumiu o presidente do Avante.

Para Baldy, o apoio do Avante fortalece ainda mais seu projeto político. "Fico muito feliz com a consolidação desta parceria. Nos fortalece para seguir em frente e mostra que estamos no caminho certo, em busca do melhor para o povo goiano", disse o pré-candidato progressista.

Conhecido pelo talento dentro de campo e no mundo dos negócios, Ronaldo Fenômeno foi uma das atrações do primeiro dia da Expert XP 2022 – maior evento financeiro do país, que discutiu temas como economia, empreendedorismo, ESG e inovação. Ao lado de Pedro Mesquita, head do XP Investment Banking, e da jornalista Glenda Kozlowski Ronaldo revelou, com exclusividade, como foi o início das negociações para a criação da primeira SAF do futebol brasileiro e celebrou os resultados alcançados até o momento.



"Até então, eu não pensava em fazer aquisições aqui no Brasil, justamente por não ter uma segurança jurídica. Quando eu recebi a mensagem do Pedro, aquilo mexeu comigo imediatamente, em função da minha história com o Cruzeiro. O clube abriu as portas do mundo pra mim e agora eu tinha a possibilidade de fazer essa recuperação. Eu vi um potencial gigantesco no projeto, mesmo diante da grandiosidade da dívida. Logo chegamos a um acordo e começamos a trabalhar duro para viabilizar", revela o eterno R9.

Ronaldo relembra os desafios do processo de negociação, principalmente, com o conselho do Clube, que exigiu sua presença ativa em vários momentos para trazer mais clareza e confiança ao processo. "Mais do que recuperar o clube, o nosso objetivo era recuperar o orgulho cruzeirense. Por isso, comecei a desenvolver uma estratégia de comunicação voltada para a nossa torcida e isso se mantém. É uma forma de estar próximo e educar o nosso torcedor, abordando assuntos importantes, como o fim dos cânticos homofóbicos nas arquibancadas", pontua, comemorando os resultados deste meio de temporada. "Hoje estamos na segunda divisão, mas já consolidados na liderança, mantendo boa vantagem para o 5º colocado (último time na linha de acesso). Agora parece estar tranquilo, mas o processo foi muito difícil", reforça o detentor de 90% das ações do clube celeste.

Pedro Mesquita reiterou a importância da experiência de atleta e do olhar empreendedor de Ronaldo para a gestão do atual Cruzeiro e para o futebol brasileiro, de uma forma geral. "Estamos falando de um legado para o futebol brasileiro que está inspirando outros empresários e clubes", acredita. Já Ronaldo vê a SAF como uma saída interessante para o futuro do esporte no país, pois traz mais segurança jurídica ao investidor. "Acredito que cheguei no momento certo. Há um grande potencial no futebol brasileiro e o principal ativo nós temos, que é o talento dos profissionais", aposta, destacando que não pode, por lei, investir em outro time do país.

História de Ronaldo vai virar filme
Ronaldo revelou, ainda, durante a Expert XP que será lançado nos próximos meses um documentário sobre sua história, contando detalhes do seu início de carreira, na década de 90, até os dias atuais. Ainda sem data e canal de transmissão definidos, o projeto abordará perspectivas pessoais e profissionais do ídolo brasileiro.

Foto: Divulgação 
Tecnologia do Blogger.