Mostrando postagens com marcador TV. Mostrar todas as postagens

Fabio Carneiro*


A pandemia, além dos inúmeros impactos negativos, também fez o papel de justificativa perfeita para inúmeras falhas já existentes em algumas empresas, departamentos e instituições, seguido pela frase: Então, por causa da pandemia...

Na área educacional, as escolas se viram em apuros para atender as demandas recorrentes e ainda responder a uma verdadeira avalanche de ligações, e-mails e mensagens de pais que, inseguros, degustavam um sentimento de vazio educacional, uma forte sensação de “tempo perdido” devido à mudança no formato das aulas. Reclusos em seus lares e de mãos atadas, muitos pais perceberam que "brincar” de ensinar e exercer o ofício de professor não era algo tão simples como cobravam dos docentes, e assim, passaram a valorizar muito mais o trabalho realizado por esses profissionais dentro e fora da sala de aula. Assim como em Geni e o Zepelim, as escolas ouviram súplicas favoráveis de retorno às aulas presenciais, e no exercício da empatia veio à tona o reconhecimento da classe docente.

A rotina dentro dos lares mudou e a pressão aumentou, agravada pela carga de trabalho ou ainda pela perda dele, muitos foram obrigados a apontar os holofotes para a educação dos filhos e isso fez pais presenciarem uma atividade estudantil pífia, evidenciando o abismo existente entre as partes, algo que antes era terceirizado aos professores e às instituições de ensino, agora era obrigação direta dos pais. O lado bom é que muitos perceberam a necessidade iminente de estarem mais presentes.

Entre os menos envolvidos na vida escolar dos filhos, iniciou-se uma tentativa de encontrar um “culpado”, alguém que pudesse pagar essa conta, seguida do questionamento: Será que esse ensino remoto funciona mesmo? Ou ainda: Devo  trocar de escola, já que ele não está se adaptando ao modelo on-line?

Essa reflexão está ligada ao grau de valorização da educação dentro dos lares brasileiros, geralmente baixo, e agora, essas famílias sentiram os efeitos negativos. Para um filho que cumpria, antes da pandemia, uma rotina de estudos em um lugar adequado, tinha o respeito das pessoas para exercer as atividades, estudava distante de distrações como videogames, celulares e, principalmente, foi educado a valorizar o estudo observando o exemplo de pais presentes, certamente obtiveram resultados excelentes. Em contrapartida, pais que não estimulam uma rotina de estudos, cedem às distrações, interrompem o estudo permutando tarefas cotidianas, veem as escolas como “depósitos” de filhos e ainda não dão o exemplo dentro de casa, certamente perderam muito tempo.

A palavra-chave para essa questão é a terceirização. Essa “cultura”, aplicável em inúmeros casos, definitivamente não se aplica quando se trata da educação de filhos. Isso ocorre porque muitos pais não compreendem o verdadeiro papel da escola. Essa falta de compreensão faz com que as instituições de ensino absorvam grande parte das demandas educacionais exigidas pelos pais que, até o presente momento, sobrecarregam a escola com exigências, cobranças e atividades que não são obrigações dos professores e coordenadores.

Compreender que escola e pais devem andar juntos, sem qualquer protecionismo exagerado, deixando a carga emocional para aplicar em casa e visando o bem do aluno deve ser o objetivo final.

Parece que a pandemia veio realmente para nos tirar da zona de conforto, e esperamos que o fim de Geni e o Zepelim não se repita em relação aos professores e às instituições de ensino e, mesmo que antigo, a pandemia fez valer o ditado: Lugar de educar criança é em casa.

*Fabio Carneiro é professor de Física no Curso Positivo.

 

divulgação


 

Maior terminal rodoviário da América Latina escolhe o Aedes do Bem™ da Oxitec para proteger viajantes contra mosquitos transmissores de doenças; tecnologia utiliza mosquitos machos que não picam e não transmitem doenças para combater o Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela

Oxford, Reino Unido e Campinas, Brasil - A Oxitec Ltd, líder no desenvolvimento de soluções biológicas para o controle de pragas que transmitem doenças, destroem plantações e prejudicam a pecuária, anunciou hoje que a Socicam, líder no segmento de infraestrutura de mobilidade no Brasil, escolheu sua solução Aedes do Bem™ para proteger os usuários do Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo, o segundo maior do mundo, do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

O Terminal Tietê recebe diariamente 90.000 viajantes, conectando São Paulo com mais de 1.000 cidades em 21 estados brasileiros, além de cidades na Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. 

A Oxitec irá liberar o Aedes do Bem™, uma alternativa ecologicamente correta, mais segura, eficaz e amigável que inseticidas, para o controle do Aedes aegypti em todo o Terminal Tietê, começando agora no final da temporada de mosquitos de 2021/22, com o objetivo de retomar as liberações na temporada 2022/23 no terminal Tietê e expandindo também a solução para outros terminais rodoviários em São Paulo e Campinas. 

Aedes aegytpi é um mosquito invasor, e, ao contrário de outros mosquitos, ele voa e pica durante o dia, colonizando comunidades urbanas e tornando difícil o seu controle usando métodos convencionais, como inseticidas.  Entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022 o Estado de São Paulo contabilizou 4.961 casos de dengue. Chikungunya também tem sido uma preocupação em SP, e um alerta foi emitido pela Secretaria de Saúde quando o número de afetados saltou de 281 em 2020 para 18,2 mil em 2021, o que representa um aumento de mais de 6.000%.

Grey Frandsen, CEO da Oxitec, comenta, “Estamos imensamente orgulhosos com este voto de confiança em nossa solução do mosquito do Bem™ por parte de uma das empresas mais inovadoras do Brasil, que destaca a demanda no país por alternativas altamente eficazes e ambientalmente sustentáveis aos inseticidas para o controle de mosquitos transmissores de doenças.” 

Natalia Verza Ferreira, Diretora Geral da Oxitec no Brasil, comenta, “A Socicam e Oxitec compartilham valores e princípios, já que ambas as companhias priorizam práticas sustentáveis enquanto trabalham dia e noite a serviço das comunidades. A implantação da nossa solução Aedes do Bem™ para controlar o mosquito da dengue nas áreas altamente urbanizadas, como o Terminal Tietê, beneficiará milhares de pessoas diariamente enquanto se deslocam do trabalho para casa, para visitar amigos e familiares ou para viajar nas tão merecidas férias. Será uma honra implantar nossa tecnologia com o time da Socicam e proteger a comunidade e esse espaço público tão importantes do perigoso Aedes aegypti.”


________________________________________

Para assuntos de mídia:

Escritório de Imprensa Oxitec 

+55 41 9977-0069

pressbr@oxitec.com 

 

Sobre a Oxitec 

A Oxitec é líder no desenvolvimento de soluções biológicas baseadas em insetos para controlar pragas que transmitem doenças, destroem plantações e prejudicam a pecuária. Fundada em 2002 na Universidade de Oxford, Reino Unido, a Oxitec é liderada por uma equipe apaixonada composta por 15 nacionalidades e apoiada por parceiros de classe mundial. Saiba mais em oxitec.com/br. 

A dupla Bruno & Lucas, que segue colhendo o sucesso do DVD 'Na Pegada D'us Brutos', desembarca em Santa Luzia para mais uma grande apresentação. Os artistas vão agitar o evento 'Tardezinha', que acontece no dia 20 de março, domingo, a partir das 14h, no Hotel Casa Nova (R. João Evangelista Dolabela, 72 - Centro). A festa contará ainda com o show do grupo Sem Limite e a animação de DJ Pudin.

O repertório da apresentação passa pelos sucessos da dupla que estão estourados nas rádios e plataformas digitais, como, Beija ou Passa, Stalkeando  e Chave Dividida, além de hits do sertanejo e os famosos modões. Os artistas estão animados para o show em Santa Luzia. "É uma forma de estamos juntos com o público e levar a nossa música para mais e mais pessoas" diz Bruno, seguido pelo seu parceiro. "Quem estiver lá pode se preparar, pois a sanfona e o violão não vão parar nem um segundo", completa Lucas.

Sobre Bruno & Lucas

Belorizontino, com 33 anos, Bruno teve seu primeiro contato com a viola caipira aos 17 e bastou um simples ponteado para se apaixonar profundamente pela música.De Lajinha,Lucas, com 32 anos, sempre teve uma grande referência musical em casa, já que seu pai era sanfoneiro e ele sempre o acompanhava nos forrós da sua cidade. E foi bem nessa época, com apenas 8 anos de idade, que começou sua jornada no mundo musical.

Os amigos se conheceram através de amigos em comum do mundo musical e bastou tocarem juntos uma vez para nascer essa bela parceria. Em 2017, os artistas lançaram suas primeiras músicas autorais: Dia da Maldade e Volta Aê, que tocaram em várias rádios de Minas Gerais e Goiás. O primeiro nome da dupla foi Bruno Bahia e Rock Sanfoneiro, que posteriormente se tornou Bruno &Lucas. Desde então, ficaram muito conhecidos no interior de Minas Gerais, passando por várias cidades e deixando fãs por onde passam.

Acompanhe Bruno & Lucas nas redes sociais:
YouTube: https://www.youtube.com/c/BrunoeLucas 
Instagram: https://www.instagram.com/brunoelucasofc/ 
Facebook: https://www.facebook.com/brunoelucasofc/ 

Serviço
Bruno & Lucas se apresentam em Santa Luzia
Outras atrações: Grupo Sem Limite e DJ Pudin
Local: (R. João Evangelista Dolabela, 72 - Centro, Santa Luzia - MG)
Data: 20 de março – domingo
Horário: a partir das 14h
Mais informações e ingressos: (31) 99686-4229


Para quem quiser animar o fim de semana, a dupla Bruno & Lucas, revelação da música sertaneja, prepara uma surpresa. Isso, porque no dia 19 de março, sábado, a partir das 15h, eles se apresentam na festa 'Estamos de Volta', que acontece na Arena Eventos (Av. Mem de Sá, 143 - Santa Efigênia, Belo Horizonte – MG), trazendo sucessos conhecidos e que fazem parte do DVD - Na Pegada D'us Brutos, como, Beija ou Passa, Stalkeando, Chave Dividida e outros hits da carreira. O evento contará ainda com as apresentações do grupo Sunga de Pano e do DJ Biffaum. Os ingressos estão a venda pelo: https://lets.events/e/estamos-voltando-na-arena/tickets/?dc=BL .

De acordo com Bruno, o show deste sábado é mais uma forma de conectar com o público que vem acompanhando de perto a carreira da dupla. Para ele é uma satisfação poder levar as músicas do DVD para mais pessoas. "Uma das coisas que mais tenho aprendido é a me ligar ainda mais com o público através dos shows. Afirmo que tem sido muito gratificante poder fazer isso por meio das nossas músicas, já que rapidamente os fãs abraçaram Beija ou Passa, Stalkeando, Chave Dividida e também outras que fazem parte do DVD - Na Pegada D'us Brutos", comenta.

Já para Lucas, o show na Arena Eventos promete empolgar quem gosta da vertente raiz e universitária do sertanejo. "Levar energia positiva e muita alegria através das nossas canções não tem preço. É isso que vamos fazer no próximo sábado, já que quando o assunto é música sertaneja, BH tem um público fiel, que gosta do estilo, que acolhe as novidades e que faz questão de prestigiar. Prova disso é que após a divulgação do nosso DVD nas plataformas digitais, a resposta vem sendo quase que imediata do público e todos os lugares que tocamos na cidade, eles cantam com a gente", conclui.

Sobre Bruno & Lucas

Belorizontino, com 33 anos, Bruno teve seu primeiro contato com a viola caipira aos 17 e bastou um simples ponteado para se apaixonar profundamente pela música.  De Lajinha, Lucas, com 32 anos, sempre teve uma grande referência musical em casa, já que seu pai era sanfoneiro e ele sempre o acompanhava nos forrós da sua cidade. E foi bem nessa época, com apenas 8 anos de idade, que começou sua jornada no mundo musical.

Os amigos se conheceram através de amigos em comum do mundo musical e bastou tocarem juntos uma vez para nascer essa bela parceria. Em 2017, os artistas lançaram suas primeiras músicas autorais: Dia da Maldade e Volta Aê, que tocaram em várias rádios de Minas Gerais e Goiás.

O primeiro nome da dupla foi Bruno Bahia e Rock Sanfoneiro, que posteriormente se tornou Bruno & Lucas. Desde então, ficaram muito conhecidos no interior de Minas Gerais, passando por várias cidades e deixando fãs por onde passam.

Acompanhe Bruno & Lucas nas redes sociais:

YouTube: https://www.youtube.com/c/BrunoeLucas  

Instagram: https://www.instagram.com/brunoelucasofc/  

Facebook: https://www.facebook.com/brunoelucasofc/  

Serviço

Bruno & Lucas se apresentam na Arena Eventos

Local: Arena Eventos - Av. Mem de Sá, 143 - Santa Efigênia, Belo Horizonte – MG

Data: 19 de março – sábado

Horário: a partir das 15h

Ingressos:

Combo Unissex: 3 por R$60

R$ 20,00

Reserva Unissex - Fila Exclusiva

R$ 30,00

Vendas: https://lets.events/e/estamos-voltando-na-arena/tickets/?dc=BL .


Na sessão da Câmara Legislativa desta terça-feira (15), o deputado Delmasso (Republicanos) parabenizou o Ministério da Justiça por ter determinado a retirada do filme "Como se tornar o pior aluno da escola", de Danilo Gentili, de todas as plataformas de streaming. "Não se trata de censura e, sim, de proteção dos direitos de crianças e adolescentes. O filme faz apologia à pedofilia; isso não é cultura, é crime", argumentou o distrital

Foto: Rogério Lopes.

A polêmica envolvendo o filme, que é de 2017, parte de uma cena em que o personagem interpretado por Fábio Porchat, o pedófilo Cristiano, pede para ser masturbado por dois adolescentes.

Delmasso informou ter protocolado no Ministério Público Federal um pedido de investigação contra os produtores e financiadores do título. Ele anunciou, ainda, ter acionado a Polícia Federal contra Gentili e Porchat. "Espero que a PF investigue e puna os envolvidos", concluiu.

Após mais de um ano de atendimentos remotos e híbridos em razão da pandemia, 890 alunos das escolas classe 403 Norte e Dom Bosco, em São Sebastião, conheceram na última semana as dinâmicas socioeducativas do Programa Adasa na Escola

Foto: Roberta Santos.

Desde a sua implementação em 2010, o programa promovido pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) já atendeu mais de 278 mil alunos e quase 10 mil professores de 578 escolas.

Voltado para alunos e professores dos ensinos infantil e médio das redes pública e privada de ensino do Distrito Federal, o programa de educação ambiental conta com metodologia e ferramentas específicas desenvolvidas pela equipe da Agência.

Contação de histórias, apresentação musical, brincadeiras, teatro de fantoches e exibição de desenho animado compõem o quadro de ações para incentivar crianças e adolescentes a se tornarem Guardiões da Água e atuarem como multiplicadores de práticas de uso racional da água e destinação correta de resíduos.    

A instituição que tiver interesse em agendar a visita do programa deve acessar o site www.adasanaescola.df.gov.br.. No site também é possível baixar o material didático do programa.

Gincana

Em alusão ao Dia Mundial da Água, comemorado no dia em 22 de março, a Adasa, em parceria com a Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) e a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), lançou no início de março a Gincana da Água.

A competição virtual é voltada para alunos dos últimos anos do ensino fundamental e tem como objetivo despertar uma consciência ambiental nos estudantes por meio da realização de tarefas que incluem a criação de uma obra de arte concebida com resíduos sólidos, uma maquete que demonstre ações humanas que gerem danos à qualidade da água e uma reportagem sobre o mal uso dos recursos hídricos.

O resultado da gincana será divulgado no dia 28 de março.

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) encerra no domingo (13/3) o período de inscrições para a 4ª Edição do curso Guia Trilhas e Caminhos para a Sustentabilidade Ambiental nas escolas do DF. As aulas ocorrerão na modalidade híbrida, com encontros síncronos e presenciais, entre os dias 22 de março e 5 julho deste ano



O Guia, lançado em 2018 pela Adasa e Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), é um instrumento voltado para o desenvolvimento da educação ambiental nos processos de aprendizagem. A proposta estabelece diretrizes para implementação de práticas sustentáveis nas escolas, desde sugestões de intervenções físicas adaptadas à realidade de cada unidade escolar, à inclusão de métodos de ensino e pesquisa, recursos pedagógicos, sugestões de oficinas, entre outros.

Desde a criação da metodologia, que surgiu no âmbito do projeto Escola Sustentável, vinculado ao programa de educação ambiental Adasa na Escola, 58 profissionais já foram certificados. A experiência que resultou na elaboração do manual foi o estudo sobre iniciativas para a redução do consumo de água, energia e de resíduos sólidos gerados na Escola Jardim de Infância e Casa de Vivência, em Planaltina.

Entre os conteúdos que serão abordados nesta edição, estão:
Educação, Energia Limpa e Fontes Renováveis de Energia;
Educação, Gestão Sustentável da Água e das Águas Residuais;
Educação, Mudanças Climáticas e Ambiental e Formação de Cidadãos Pesquisadores;
Educação, Saúde Integral e Gestão Sustentável dos Resíduos Sólidos; e
Educação, Sustentabilidade, Cidadania Ambiental e Cultura de Paz.

Além da SEEDF, o curso conta com a parceria da Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (EAPE), Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) e Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU).

Para mais informações acesse https://sigeape.se.df.gov.br

21:52
ENACOND é o Encontro Nacional de Condomínios, um novo projeto realizado pelo Instituto Nacional de Condomínios e Apoio aos Condôminos - INCC, que promove em 2022 o 4º Encontro Nacional de Condomínios , com o objetivo de apresentar soluções na gestão condominial e aproximar os síndicos, trabalhadores de condomínios, condôminos e fornecedores de produtos e serviços para condomínios


Com o objetivo de agregar conhecimento e proporcionar networking, o INCC, por meio da vice-presidência de Educação, Eventos e Comunicação, promove a quarta edição do Encontro Nacional de Condomínios - ENACOND.

O Encontro Nacional de Condomínios - ENACOND é destinado a síndicos, subsíndicos, conselheiros, condôminos, empresários e profissionais do segmento, o evento conta com palestras sobre temas importantes, trazendo abordagens e soluções inovadoras para a melhoria da gestão dos condomínios, empresas especializadas em administração de condomínios, além de uma exposição de produtos e serviços para a área.

Perguntas fundamentais para o bom andamento de uma gestão condominial séria e eficiente integram a programação do Encontro Nacional de Condomínios.

Serviço: 4° Encontro Nacional de Condomínios - ENACOND

Inscrições até o dia 18/03/2022: pelo LINKhttps://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfZMh2qsSay2f82PtM3gDFr12sb2jvwUmx_O9UCSKRgQVM9WQ/viewform

Local de inscrições: Pelo link AQUI ou pelo site do Instituto Nacional de Condomínios a Apoio aos Condôminos - INCC: http://www.incc.com.br/

Dia do encontro: 18 de março de 2022, de 19h às 22h30.

Local: Centro de Convenções do PRIME Excelência Médica, St. C Norte - Taguatinga, Brasília - DF, 72-11570, (ao lado do Hospital Anchieta de Taguatinga).

Valor: 1 quilo de alimento não perecível

Mais informações: 61 99807-2015 (WhatsApp)

#Enacond
#Condomínios


 

Mais de 928 mil brasilienses são beneficiários; Denise Costa, advogada especialista em plano de saúde, orienta consumidor a evitar dores de cabeça

 

De acordo com a Agência Nacional de Saúde (ANS), o Distrito Federal tem atualmente mais de 928 mil pessoas que possuem plano de saúde. Quando falamos de todo o país, o número sobe para 48.945.306. Com a pandemia, a procura pelo serviço aumentou consideravelmente. Mas como escolher o melhor plano pra você?

Os direitos dos consumidores nos planos de saúde são protegidos e regulamentados pela a Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde, e também pelo Código de Defesa do Consumidor que trata a relação contratual entre conveniados e operadoras de planos de saúde.

Porém, segundo a advogada especialista em planos de saúde, Denise Costa, na maioria das vezes o consumidor não tem maturidade e nem conhecimento técnico e jurídico para escolha do seu plano. E muitas vezes não reclama e não busca seus direitos.

"O usuário do plano de saúde tem o direito de receber todas as informações referentes ao serviço que está contratando.  Além disso, quando o usuário recebe alguma negativa de algum procedimento solicitado, ele também deve ser informado sobre o motivo dessa recusa", explica a especialista

O artigo 6 da Lei nº 9.656 considera  como direito básico do consumidor:

“A informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade, tributos incidentes e preço, bem como sobre os riscos que apresentem”.

Como escolher o melhor plano?

Segundo a advogada Denise Costa, se a operadora do plano de saúde não respeitar o direito do usuário, previsto em lei e no contrato, o consumidor pode admitir prejuízo em uma ação judicial. Além disso, notificar à ANS e aos órgãos de defesa do consumidor.

Mas, para evitar dores de cabeça, a especialista orienta sete dicas importantes na hora de contratar um plano de saúde:

 

 

·         Escolha uma operadora de plano de saúde que atenda suas necessidades;

·         Verifique se a operadora do plano de saúde está registrada na ANS;

·         Pesquise se a operadora do plano de saúde tem reclamações em órgãos de defesa do consumidor.

·         Verifique o rol de tratamentos, serviços oferecidos e médicos que o plano se compromete a oferecer;

·         Conheça os prazos de carência;

·         Analise preços e a tabela de reajuste anual;

·         Leia o contrato antes de assinar. Verifique todas as cláusulas, caso tenha dúvida, exerça seu direito de ser informado.

 

Dia do Consumidor

Diferente de outras datas comerciais, o Dia do Consumidor não foi criado pelos varejistas. A escolha do dia 15 de março não é aleatória. Há 60 anos, o presidente norte-americano John Kennedy assinou um decreto reconhecendo os direitos do consumidor, além de discursar sobre o direito à segurança, à informação, à escolha e de ser ouvido.

Foi então que diversos países passaram a dar atenção à defesa do consumidor, paralelamente às mudanças causadas pela industrialização. Mas, só mais de 20 anos depois aconteceu oficialmente pela primeira vez a celebração do Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, em 1983. Dois anos depois, a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu a data.


Alysson Diógenes*


O Brasil vive uma estação de estiagem que se prolonga desde 2019. Cenários catastróficos de seca, quebra de safras, fantasmas antigos como apagões foram ventilados. Sem falar na pandemia que assola o mundo desde 2020. 2021 foi um dos anos mais secos da história do País e já se previa cenário semelhante para os meses seguintes. Mas, sem aviso algum, se inicia 2022 com chuvas catastróficas na Bahia e em Minas.

Eventos desse tipo têm sido cada vez mais comuns e, não somente no Brasil, mas no mundo inteiro. A ONG Christian Aid, identificou 10 eventos extremos que aconteceram mundialmente apenas no ano de 2021, cada um deles causando prejuízos bilionários. Frios extremos, ondas de calor, períodos de seca seguidos por chuvas de grande volume. Há até mesmo um país chamado Tuvalu, uma ilha no oceano Pacífico próximo às Maldivas, que simplesmente está desaparecendo, sendo engolida pelas águas. O clima mundial parece ter perdido o rumo.

A causa? Os cientistas alertam há muitos anos: o aquecimento global. Posto em cheque tantas vezes por indivíduos que não têm compreensão do que está acontecendo e sumariamente ignorado pelos países mais ricos – esses sabem o que se passa, ele tem mostrado mais e mais seus efeitos.

É natural que o cidadão comum não tenha a real ideia do que se passa em um mundo tão grande. O aquecimento global vem acontecendo desde a década de 1950, se intensificou após os anos 70 e vemos os seus efeitos em maior escala 80 anos depois do seu início.

Isso passa despercebido pela vasta maioria da população, que está ocupada resolvendo seus problemas do dia a dia. Coisas simples, mas importantes e necessárias. Contas para pagar, emprego para procurar, terra para plantar, roupas para comprar, comida para fazer.

E quem deveria se preocupar com isso? De uma forma geral, quem poderia ter alguma ação efetiva, são os governos mundiais. E digo que ainda não o fazem. Tratam o tema com demagogia, sempre jogam a culpa do problema em outros países, de preferência, tropicais. Se for na América Latina e possuir uma grande floresta, é perfeito.

E por que pouco ou nada é feito? Meramente porque é caro e cada país, mesmo os ricos, tem suas prioridades. Resolver o problema exigiria um movimento mundial. Mudanças drásticas na forma de gerar energia, de lidar com plástico, de alterar meios de transporte, além de encerrar o uso de Diesel e gasolina. Parece inviável. É mais barato criar conferências como a COP26, onde representantes desses mesmos países que não fazem nada vão lá, tiram foto, fazem um discurso bonito e voltam para casa para fazer... nada.

Então, não há nada para fazer? Há. Pequenas mudanças podem fazer grandes diferenças. Todos podem ajudar. No micro, o que está ao alcance de cada um é reciclar seu lixo. A redução do consumo de plástico pode trazer benefícios muito grandes para o meio ambiente. No médio, se envolva com a associação do seu bairro. Ajude a limpar a comunidade onde você vive. O bairro é responsabilidade de todos. No macro, as eleições estão chegando. Cada um de nós pode votar em políticos que tratam o tema sem demagogia. Promessas messiânicas como “acabar com o desmatamento” são balela. Fuja desse pessoal. Busque candidatos que tenham currículo na área, pessoas técnicas.

Por último, e mais importante, é necessário perseverança. Como levou muito tempo para que os efeitos do aquecimento global aparecessem, vai levar um tempo para sumir. Mas há esperança. Com fé e força de vontade, vamos conseguir. E esse também é meu desejo para o seu ano de 2022. Que você tenha perseverança. Todos precisamos.

*Alysson Nunes Diógenes, engenheiro eletricista, doutor em Engenharia Mecânica, é professor do Mestrado e Doutorado em Gestão Ambiental da Universidade Positivo (UP).

Livros ilustrados, poemas, histórias em quadrinhos: tudo contribui para que crianças adquiram gosto pela leitura


Créditos: Freepik


Qual foi o último livro que você leu? Com a tecnologia cada vez mais presente nas tarefas mais básicas do dia a dia, talvez você tenha dificuldades para se lembrar do título mais recente da sua lista, mas isso não significa que você não esteja lendo - o tempo todo, em todo lugar. Gostar de ler hoje em dia não diz respeito apenas às páginas aglutinadas em obras literárias, mas segue sendo uma vantagem - seja para estudantes ou profissionais que já estão no mercado de trabalho. E segue sendo o tipo de “habilidade” que se adquire com mais facilidade na infância.

Para a membro da Rede de Leitura Unesco & PUC-Rio e vice-presidente da Academia Paranaense de Letras, Marta Morais da Costa, é preciso entender que “não há uma oposição entre um livro impresso e um e-book, um jornal on-line, ou mesmo um panfleto ou vídeo do YouTube. Todos esses são atos leitores, formas diferentes de ler”. Ela explica que todos esses materiais são importantes para que as crianças exercitem a interpretação e que tratar o livro como algo sagrado, com características extremamente profundas, tira a possibilidade de interessar crianças que estão pensando no tablet, em uma série de TV ou em um jogo, por exemplo. “Precisamos andar na corda bamba. Pensar de que forma podemos apresentar um livro para esses jovens, independentemente da questão digital. O que o livro pode trazer que capte o interesse da criança, que prenda a sua atenção?”, pontua.

Meios digitais não são necessariamente um problema

Responsável por dez volumes do Almanaque do Leitor, Marta destaca que os meios digitais não podem mais ser encarados como atividades secundárias. “No entanto, precisamos trazer estímulos, chamarizes, atividades criativas que levem a criança a se interessar também pelo livro. É essa diferença que os professores precisam tratar com seriedade, mas sem muita angústia”.

Ao longo da pandemia de covid-19, as plataformas digitais se tornaram ainda mais fundamentais na vida e na rotina escolar de estudantes de todo o mundo. Ignorar essa codependência é, para especialistas, um contrasenso. A Consultora Pedagógica do Sistema de Ensino Aprende Brasil, Patrícia Martinelli, relata a importância desse tipo de recurso nos últimos dois anos. “Enquanto as crianças não podiam estar na escola, celulares, tablets e notebooks eram indispensáveis para que elas pudessem acompanhar os conteúdos propostos pelos professores. E esse hábito deve se fortalecer nos próximos anos, já que o ensino ora remoto, ora presencial, poderá estar presente durante algum tempo no processo de ensino e aprendizagem do mundo todo devido à presença da pandemia”, afirma. O Sistema de Ensino Aprende Brasil atende a rede pública de ensino de mais de 200 municípios de todo o país.

Dicas para gostar de ler

Ler não pode ser obrigação, diz Marta. “Não gosto muito da palavra hábito porque a leitura tem que ser tudo, menos uma rotina obrigatória. Ela tem que ser algo que me interessa fazer, que eu gostaria de estar fazendo, algo de que eu sinta falta.” Uma das dicas para que isso aconteça é conversar com as crianças, entender os interesses delas e o que elas gostam de fazer quando não estão na escola. “Posso pensar em atividades semelhantes às que eles praticam fora da escola. As crianças comem, por exemplo. Então posso tratar de gastronomia baseada em livros, em textos escritos, em receitas. Se elas gostam de jogos de mistério, posso fazer um jogo em relação a um determinado livro ou notícia, sempre em formato de mistério”, detalha a especialista.

Aprender a interpretar textos é importante para todas as áreas da vida. E esse é, na verdade, o grande desafio na hora de ensinar a gostar de ler. “A questão da interpretação é a mais difícil, especialmente para o professor, que precisa criar com seus alunos modos de entender os textos da vida. Como interpretamos um desenho animado, uma história em quadrinhos, um fato histórico? Como podemos interpretar do ponto de vista infantil esses dois anos de pandemia?”, exemplifica Marta. Aprender a interpretar envolve aprender certos signos da realidade, assim como se aprendem as palavras. Para isso, é indispensável estabelecer diálogos com as crianças sobre o que elas estão vivendo no dia a dia. “Quando uma criança se depara com um mural que tem palavras que ela ainda não conhece, ela é capaz de dar um sentido para o que está vendo. E ela precisa aprender na escola a aprofundar isso pelos sinônimos, pelas igualdades ou pelas diferenças, ouvindo o que os outros dizem sobre o mesmo fato e entendendo que todos têm algo a dizer.”

Por fim, Marta ressalta que as histórias são mais significativas quanto mais próximas elas estiverem das pessoas. “Para ensinar a gostar de ler, eu não preciso do hábito, mas da paixão, do interesse, da falta. As crianças precisam sentir falta e vontade de ler uma história ou de pesquisar mais a respeito dos assuntos sobre os quais se interessam”, finaliza.

Marta Morais da Costa participa do episódio 38 do podcast PodAprender, falando sobre “Como ensinar a gostar de ler para a vida toda”. Todos os episódios do PodAprender estão disponíveis no site do Sistema de Ensino Aprende Brasil (sistemaaprendebrasil.com.br), nas plataformas Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts e nos principais agregadores de podcasts disponíveis no Brasil.

_______________________________________

Sobre o Aprende Brasil

O Sistema de Ensino Aprende Brasil oferece às redes municipais de Educação uma série de recursos, entre eles: avaliações, sistema de monitoramento, ambiente virtual de aprendizagem, assessoria pedagógica e formação continuada aos professores, além de material didático integrado e diferenciado, que contribuem para potencializar o aprendizado dos alunos da Educação Infantil aos anos finais do Ensino Fundamental. Atualmente, o Aprende Brasil atende 290 mil alunos em mais de 210 municípios brasileiros. Saiba mais em http://sistemaaprendebrasil.com.br/.

 


Fábrica Jasmine Alimentos
Divulgação Jasmine Alimentos


Fruto da parceria "ELAS EMPREENDEM" e em homenagem ao mês das mulheres, renomados profissionais da Jasmine e Consul apoiam mulheres a conquistar autonomia financeira e liderança em seus pequenos negócios

A Jasmine Alimentos celebra o mês das mulheres ao lado de incríveis empreendedoras. Durante dois meses (18 de fevereiro a 18 de abril), a empresa líder em alimentação saudável promove mentoria gratuita para 15 mulheres que detém negócios no ramo de alimentos. A ação é fruto do curso “ELAS EMPREENDEM - Gestão de Pequenos Negócios”, iniciativa do Instituto Consulado da Mulher, ação social da Consul, em parceria com a Jasmine. As participantes originárias do Ceará, São Paulo, Bahia, dentre outros, recebem apoio e mentoria de 18 profissionais convidados da empresa paranaense e da Consul com o intuito de impulsionar seus pequenos negócios e conquistar autonomia financeira.

Esta edição da iniciativa “ELAS EMPREENDEM” contou com 290 inscrições de mulheres de todo o país. Destas, 100 foram selecionadas para participar do Programa de Educação Empreendedora e aprender mais sobre empreendedorismo e gestão, marketing, finanças, relacionamento e pessoas. Ao final dessa etapa, as 15 participantes com o melhor desempenho foram selecionadas para participar da mentoria que oferece qualificação e orientação profissionais gratuitas. “O objetivo da mentoria é identificar os três principais pontos de dificuldade do pequeno negócio e elaborar juntas um plano de ação com foco em aumentar faturamento e renda dos negócios dessas mulheres”, explica a diretora de marketing da Jasmine, Thelma Bayoud. Ao final da mentoria, as dez participantes com maior engajamento e destaque receberão um prêmio em dinheiro da Jasmine para investir e impulsionar seus negócios. 

Fazendo a diferença

Alinhada aos princípios estruturais da Jasmine, a iniciativa do Instituto Consulado da Mulher é fazer a diferença na vida das mulheres. “É incrível fazer parte dessa iniciativa tão importante e acompanhar de perto o poder transformador que a capacitação profissional proporciona às mulheres. Acima do conhecimento em negócios, queremos proporcionar independência financeira, autoestima e senso de liderança para as participantes. Acreditamos que essa é a melhor maneira de mudar a realidade individual e coletiva do país”, comemora Thelma. 

Em pouco tempo, os resultados já são visíveis. A participante Aparecida Oliveira da cidade de Araripe, no Ceará, compartilha seu relato: “Quero agradecer ao Consulado da Mulher e a Jasmine por disponibilizarem esse curso. Especialmente agora que eu estou começando o meu negócio de sorvete caseiro. Aprendi muitas coisas que eu não sabia como, por exemplo, como precificar corretamente o meu produto. Eu já tinha feito outros cursos de empreendedorismo, mas nenhum foi tão simples e fácil de aprender como esse. Sinto que agora estou mais apta a colocar o meu negócio em prática”. 

Consciente de seu dever de engajar e transformar

Atenta à sua responsabilidade corporativa e à importância de realizar ações que promovam equidade de gênero em todas as suas atividades sociais e econômicas, a Jasmine Alimentos assinou, no fim do ano passado, a Carta de Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs) e, assim, tornou-se signatária do compromisso da ONU Mulheres e do Pacto Global. Com mais essa iniciativa, a indústria passa a integrar o seleto grupo formado por mais de 500 instituições signatárias que assumem o compromisso com o empoderamento das mulheres, além de fazer parte de um movimento global para priorizar ações voltadas à igualdade de gênero. Ainda no primeiro semestre de 2022, a Jasmine iniciará agenda interna de ações voltadas à equidade de gênero. 

 

Sobre o Instituto Consulado da Mulher  

O Instituto Consulado da Mulher é a Consul transformando  sonhos em realidade. Incentivamos e viabilizamos geração de renda para melhorar a qualidade de vida das pessoas, investindo no empreendedorismo feminino. Apoiamos  mulheres, que fazem de conquistas pessoais transformações em cadeia, conseguem impactar as suas comunidades e não deixam ninguém de fora dessa história. Em nossos 20 anos de atuação, são mais de 37 mil pessoas beneficiadas e  só no ano de 2021 foram 909 pessoas beneficiadas diretamente. A gente faz história! Outras informações: www.consuladodamulher.org.br.

Sobre a Consul

Há mais de 60 anos no mercado brasileiro, a Consul é pioneira no desenvolvimento de soluções bem pensadas e criativas no segmento de eletrodomésticos. É parte da Whirlpool Latin America, empresa líder no setor de eletrodomésticos e da Whirlpool Corporation, maior fabricante de eletrodomésticos do mundo. Mais sobre a Consul em: www.consul.com.br.

Sobre a Jasmine Alimentos

A Jasmine Alimentos é uma empresa referência em alimentação saudável. Com produtos categorizados em orgânicos, zero açúcar, integrais e sem glúten, a marca visa atingir o público que busca alimentos saudáveis de verdade e qualidade de vida. A operação da Jasmine começou de forma artesanal há 30 anos, no Paraná. A Jasmine está consolidada em todo Brasil e ampliando sua atuação para a América Latina. Desde 2014, a marca pertence ao grupo francês Nutrition et Santé, detentor de outras marcas líderes no segmento saudável na Europa. Mais informações: www.jasminealimentos.com.   

O prefeito participou da assinatura de ordem de serviço para construção de unidade educacional na região do Residencial Jardins do Cerrado, em Goiânia. Ele cita o 3º Mutirão Governo de Goiás como exemplo de trabalho conjunto "que resultou em mais de 120 mil atendimentos na Região Sudoeste da capital". O Município foi parceiro do Estado na ação, por meio da Caravana do Bem. Nova escola terá capacidade para abrigar mais de 1.200 alunos em três turnos, com 12 salas de aula

Fotos: Jackson Rodrigues.

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, participou do ato de assinatura da ordem de serviço para a construção de colégio padrão século XXI, no Residencial Jardins do Cerrado, em Goiânia, nesta segunda-feira (14/03), ao lado do governador Ronaldo Caiado e dos secretários de Educação da capital, Wellington Bessa, e do Estado, Fátima Gavioli.

A nova escola terá capacidade para abrigar mais de 1.200 alunos em três turnos, incluindo estudantes do Colégio Estadual Jardim do Cerrado, que atualmente funciona em área cedida pela Prefeitura de Goiânia. Contará com 12 salas de aula, seis banheiros, dois laboratórios, bloco administrativo, biblioteca, cozinha, refeitório e estacionamento.

"Falo da nossa alegria em ter essa parceria da Prefeitura de Goiânia com o Governo do Estado, e prova disso foi 3º Mutirão, realizado no final de semana, quando foram realizados mais de 120 mil atendimentos na Região Sudoeste capital", afirma Rogério Cruz. "Fica aqui o nosso reconhecimento e gratidão. Goiânia e Goiás ganham com a parceria", destaca.

Durante a realização da 3ª edição do Mutirão Governo de Goiás, que teve a Prefeitura de Goiânia como parceira na ação por meio da Caravana do Bem, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) prestou 1.708 atendimentos à população da Região Sudoeste da capital. Desses, foram aplicadas 969 doses das vacinas contra Covid-19, sendo 155 em crianças e 814 doses em pessoas com idade acima de 12 anos. No total, a Caravana do Bem ofereceu mais de 40 serviços gratuitos à população.

No sábado (12/03), o prefeito entregou mil cestas de alimentos a famílias vulneráveis, revitalização de três escolas e dois parques. "Nossa caravana mostra o compromisso com a qualidade de vida dos goianienses", afirma Rogério Cruz.

Rogério Cruz destacou o trabalho conjunto realizado pelo secretário municipal de Educação, Wellington Bessa, e a do Estado, Fátima Gavioli, em prol dos estudantes de Goiânia e de Goiás.

"Juntos, os dois dão as mãos para proporcionar ensino de qualidade no estado e no município", afirmou. Como exemplo, o prefeito cita a revitalização de sete unidades de ensino da prefeitura, apenas no Jardins do Cerrado.

Em seu discurso, o governador Ronaldo Caiado retribuiu os elogios de Rogério Cruz sobre parceria. "Trabalhamos com um objetivo único, que é focado na pessoa, com melhorias. Desde que ele chegou na Prefeitura de Goiânia, atuamos com esse intuito, com esse objetivo. Tem sido um sucesso o que nós temos feitos nesses dias", aponta.

Assim como o prefeito, Caiado também ressaltou o trabalho conjunto dos dois secretários de Educação. "Muito obrigado, Wellington Bessa, pela parceria com a nossa secretária Fátima. É o governador trabalhando com o prefeito, e vocês dois trabalham juntos. Veja o que vocês estão conseguindo aqui na nossa capital!", afirma.

Novas unidades
A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), entregou, no sábado (12/03), primeiro dia da Caravana do Bem no 3º Mutirão do Governo de Goiás, revitalizações de três unidades da Rede Municipal de Ensino. As escolas municipais Engenheiro Robinho Martins de Azevedo, Luzia Fiuza e de Tempo Integral Setor Grajaú receberam adequações estruturais e na parte elétrica. As obras foram entregues pelo prefeito Rogério Cruz e pelo secretário municipal de Educação, Wellington Bessa.

As unidades receberam, dentre outros serviços, reparos do telhado, acessibilidade, serviços hidráulicos, elétricos e de serralheria, além de pintura geral. Investimentos nas unidades são oriundos do pacote de R$ 33 milhões destinado à reforma das instituições de ensino. Cada unidade recebeu R$ 100 mil.

Na sexta-feira (11/03), o prefeito Rogério Cruz inaugurou o Centro Municipal de Educação Infantil Dona Ramila, no Jardim Novo Mundo, que capacidade para atender 94 crianças de 06 meses a 3 anos, da Região Leste da Capital. "Nova unidade vai atender a demanda da Região Leste da Capital, e acolher crianças em idade de berçário, para que os pais e responsáveis possam trabalhar com mais tranquilidade", afirma o prefeito.

A segunda unidade – Cmei Dom Antônio Ribeiro de Oliveira - foi entregue em fevereiro, com capacidade para atender 220 crianças de 02 anos a 05 anos e 11 meses em período integral, e beneficiará famílias que vivem no Setor Universitário e região.

Neste semestre, a Prefeitura de Goiânia entregará, no total, nove unidades de ensino com mais de 1.600 vagas. Rogério Cruz reforça que todas as unidades receberam investimentos do pacote de R$ 33 milhões, enviado para as instituições de ensino da capital, em dezembro do ano passado. Os recursos foram destinados para a reestruturação das unidades e conclusão de obras iniciadas em gestões anteriores.

"Repassamos R$ 100 mil para cada instituição de ensino para investir na estrutura e na segurança da rede. No caso das unidades que serão inauguradas neste semestre, investimos na reestruturação completa dos espaços físicos e na conclusão de obras, para que tivessem condições de receber as crianças com qualidade e conforto", afirma Rogério Cruz.

O secretário Wellington Bessa explica que essa foi a "primeira vez na história que todas as unidades de ensino de Goiânia receberam, ao mesmo tempo, recursos extras para a melhoria da rede física", frisa.

"Neste início de ano, as escolas se tornaram verdadeiros canteiros de obras. E, agora, a comunidade acompanha a inauguração de novas unidades e de frentes de serviços que visam garantir que as crianças e os estudantes sejam acolhidos em ambientes adequados para a melhoria do processo de ensino-aprendizagem", pontua Bessa.

Além do prefeito e do governador, participaram da assinatura da ordem de serviço, no Residencial Jardins do Cerrado, a primeira-dama do município, Thelma Cruz, a do Estado, Gracinha Caiado, o senador Vanderlan Cardoso, o deputado federal Delegado Waldir, secretário particular e chefe de gabinete do prefeito, José Firmino, deputado estadual Charles Bento, vereador Pedro Azulão Júnior, representante da comunidade, Márcio Veloso, e moradores do Residencial Jardins do Cerrado

Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br

A ação governamental beneficia a população na região Sudoeste de Goiânia. O número computado, em dois dias de evento, foi de aproximadamente 120 mil. Integrantes dos Poderes Executivos do Estado e do município ressaltam importância de trabalho integrado para levar ações à sociedade e números como sinônimo de sucesso


3° Mutirão Governo de Goiás: com parceria da Prefeitura de Goiânia e novidades de serviços oferecidos à população, evento bate recorde de atendimentos, aproximadamente 120 mil em dois dias (Fotos: André Saddi)

A 3ª edição do Mutirão Governo de Goiás, realizada no estacionamento do Portal Sul Shopping, na rodovia GO-040, na região Sudoeste de Goiânia, foi concluída, neste domingo (13), com novo recorde de atendimentos à população da capital, de Aparecida de Goiânia, município limítrofe ao espaço do evento, além das demais cidades da Região Metropolitana. O número computado, em dois dias de evento, foi de aproximadamente 120 mil.

"No sábado, tivemos recorde de público. Nestes dois dias, quase 10% da população de Goiânia esteve aqui presente. A parceria com a prefeitura e a participação de outros poderes, vereadores, deputados, Defensoria Pública, mostra a importância da integração entre os diferentes entes federados", salientou o secretário-geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima, que representou o governador Ronaldo Caiado no evento.

A marca de 120 mil atendimentos supera em 33,3% a então máxima histórica de 80 mil, obtida na última edição, em dezembro de 2021, em Aparecida. Um mês antes, na estreia dos mutirões do Estado, batizada de Mutirão Iris Rezende Governo de Goiás e montada na região Noroeste da capital, em memória ao gestor e líder político que implantou esta frente de trabalho governamental em Goiás, foram completadas 70 mil ações.

Prefeito de Goiânia, Rogério Cruz também esteve presente em todo o fim de semana do Mutirão Governo de Goiás, ao lado da primeira-dama do município, Thelma Cruz. "É muito importante esta parceria dos poderes públicos municipal e estadual. Tem gerado frutos e continuará gerando, com benefícios para nossa população. Fica aqui a nossa gratidão ao governador Ronaldo Caiado por este apoio. Juntos, continuaremos para bem servir", afirmou o prefeito.

Ações e números
A população que passou pelo mutirão teve acesso a uma infinidade de serviços. Estima-se que mais de 3 mil pessoas foram atendidas no estande da Secretaria Estadual da Saúde (SES). Para se ter uma ideia, quase mil tomaram a vacina contra a Covid-19; 84 fizeram eletrocardiograma; 34, ultrassom; e 154 doaram sangue. Já a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) entregou 878 benefícios, entre cadeiras de rodas (padrão e higiênica), muletas, andadores, colchão caixa de ovo, fraldas descartáveis geriátricas e infantis, leite para crianças, e enxovais de bebês.

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) convocou mil famílias para distribuir o cartão do programa Pra Ter Onde Morar - Aluguel Social, e, na área de regularização fundiária, ofereceu atendimento para entrega ou coleta de assinatura de 230 escrituras. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) entregou 1,5 mil cartões do programa Mães de Goiás e realizou 190 atendimentos de registro civil (como casamento e averbação), 20 para a confecção de carteirinha do autista, 17 para passe livre com deficiência, e 16 para passaporte do idoso.

Na área de tecnologia, 68 pessoas aproveitaram a oportunidade para se inscrever nos cursos dos Laboratórios Include e, 60, nos do programa Sukatech, disponibilizados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) totalizou 339 atendimentos, sendo mais de 200 referentes à CNH Social.

Já a Prefeitura  de Goiânia, parceira do evento, contabilizou cerca de 4 mil atendimentos, entre distribuição de mudas de árvores, consultas pet e outros serviços. Quase 900 carteiras de identidade foram expedidas.    

Nome presente nos mutirões das gestões do ex-governador e ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende, o hoje assessor especial da Governadoria Paulo Ortegal foi o responsável por apresentar o balanço numérico do 3° Mutirão Governo de Goiás. Para ele, a passagem pela região Sudoeste foi "altamente positiva". "Sucesso total. Vamos repetir esta mesma composição de harmonia com a prefeitura para que o número seja cada vez mais crescente, atendendo nossa população mais carente e quem necessita tanto do trabalho do Estado como do município", explicou.

"As pessoas que já participaram dos anteriores divulgam e isso mostra a importância deste contato direto. Cada vez mais iremos nos aprimorar. Este é o nosso papel. Não existe perfeição, mas existe a vontade e o engajamento para que, cada vez mais, possamos entregar melhores serviços", completou Adriano da Rocha Lima.

Companhia possui Centro de Distribuição no Ceará com mão de obra exclusivamente feminina que é marco de inclusão. Empresa avança na equidade de gênero


Inclusão feminina está nas metas dos Compromissos de Sustentabilidade para 2030. Crédito: Votorantim Cimentos.

A Votorantim Cimentos tem ampliado as oportunidades para inclusão das mulheres no mercado de trabalho industrial. Um dos exemplos é o Centro de Distribuição (CD) em Juazeiro do Norte (CE). A unidade inaugurada em agosto de 2021 é um marco de inclusão, pois é a primeira da companhia operada exclusivamente com mão de obra feminina. No Estado do Ceará, a Votorantim Cimentos também possui um CD em Fortaleza, próximo ao porto de Mucuripe, e um CD em Crateús, além de duas fábricas de cimento, uma em Sobral e outra no Complexo Industrial do Pecém.

Com capacidade de distribuir 20 mil toneladas de produtos por mês, o CD de Juazeiro do Norte é comandado por uma supervisora e conta com duas operadoras de empilhadeira e uma operadora logística. Elas são responsáveis por aumentar a eficiência da companhia no abastecimento da Região do Cariri, Alto do Canindé, Chapada Araripe, Iguatu e Várzea Alegre com cimento da marca Poty e argamassas colantes Votomassa. Além disso, a unidade melhorou o nível de atendimento e o tempo de entrega aos clientes cearenses.

Igualdade - Mas para que a equidade de gênero também seja garantida nas relações de trabalho, há ainda orientação para os caminhoneiros que buscam as cargas no CD de Juazeiro com objetivo de conscientizar sobre o respeito às mulheres e a importância da igualdade. Segundo o diretor de Logística da Votorantim Cimentos, Luis Eduardo Vallim, a presença das mulheres é muito importante para a jornada de evolução da companhia no Ceará.

"Seguiremos honrando a nossa história e promovendo mudanças que ajudarão a construir uma sociedade melhor, valorizando o potencial feminino e colaborando para tornar os ambientes de trabalho mais inclusivos", diz Vallim. Com o objetivo de ampliar a participação das mulheres na operação também das fábricas, além da logística, a empresa forma novas profissionais para atuar na área de manutenção com o Mulheres na VC - Programa Engenheiras de Confiabilidade.

Liderança feminina - A Votorantim Cimentos tem como meta em seus Compromissos de Sustentabilidade atingir 30% de mulheres em posições de liderança no Brasil até 2030. Em 2021, a empresa registrou crescimento de 12,6% no número total de mulheres no seu quadro geral de empregados, sendo que 23,5% dos líderes da companhia são mulheres. O aumento da presença feminina também se dá nas esferas mais altas de decisão da companhia. A economista Clarissa Lins, por exemplo, passou a fazer parte do Conselho de Administração da Votorantim Cimentos em fevereiro de 2021.

Sobre a Votorantim Cimentos
Fundada em 1933, a Votorantim Cimentos é uma empresa de materiais de construção e soluções sustentáveis. O portfólio de materiais de construção vai além dos cimentos e inclui concretos, argamassas e agregados. A companhia também atua nas áreas de insumos agrícolas, gestão de resíduos e coprocessamento. São quase 12 mil empregados e uma receita líquida de R$ 16,7 bilhões em 2020. As unidades da Votorantim Cimentos estão estrategicamente próximas aos mais importantes mercados consumidores em crescimento e presente em dez países, além do Brasil: Argentina, Bolívia, Canadá, Espanha, Estados Unidos, Luxemburgo, Marrocos, Tunísia, Turquia e Uruguai. Mais informações em www.votorantimcimentos.com.br

Presidente vai visitar as Obras Sociais Irmã Dulce, em Salvador

Foto: Telma Santos.

O ministro da Cidadania, João Roma, acompanha o presidente Jair Bolsonaro em visita à Bahia na próxima quarta-feira (16), em Salvador, onde irão às Obras Sociais Irmã Dulce (OSID).

O presidente vai visitar a estrutura e ver de perto o trabalho realizado pela instituição, fundada pela Santa Dulce dos Pobres no dia 26 de maio de 1959. Totalmente filantrópica, a entidade é um dos maiores complexos de saúde 100% SUS do país, com cerca de 3,5 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano.

"O presidente Bolsonaro tem dado uma atenção especial à Bahia, destravando obras que estavam entregues ao descaso, e fazendo investimentos fundamentais para o desenvolvimento do nosso estado, a exemplo da Fiol, da ampliação do Porto de Salvador", afirmou o ministro.

A ação em parceria com Secretaria da Mulher,  acontece durante todo o mês de março com programação voltada às mulheres



Durante todo o mês de março, as mulheres do Distrito Federal poderão prestigiar a campanha Viva Mulher, promovida pelo JK Shopping em parceria com a Secretaria da Mulher. A atividade conjunta conta com um espaço simulado da Casa da Mulher Brasileira ( Piso L2), até 31 de março. O objetivo da ação é permitir que a população conheça o fluxo de atendimento do local e os serviços disponíveis, além de se informar sobre como e onde procurar ajuda em casos de situação de violência de gênero.

A inauguração do local contou com a presença da gerente de controladoria do JK Shopping, Fátima Teixeira, do superintendente de shoppings da Paul0Octavio, Geraldo Mello, além da secretária da Mulher do Distrito Federal, Ericka Filippelli e da secretária Nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto. O empresário Paulo Octávio também esteve presente, prestigiando o evento.

Após a abertura, aconteceu o 1º talk show da programação com o tema "políticas públicas para mulheres", que contou com a participação da secretária da Mulher do DF, Ericka Filippelli e da secretária Nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto. As quartas-feiras do mês de março serão marcadas com Talk Shows a partir das 19h (Piso L1), sempre com temas importantes para o público feminino.
 
COMPRE E GANHE
E para tornar esse momento ainda mais especial, em compras acima de R$ 300, as clientes ganham um lenço com estampa exclusiva. A promoção "Compre e Ganhe" vai até 31 março, enquanto durarem o estoque. As trocas de notas devem ser feitas no aplicativo "Wynk", enquanto a retirada deve ser feita no balcão de informações, localizado no piso L1.
 
SOLIDARIEDADE
E dando continuidade ao projeto Espaço do Bem, localizado no Piso L2, o centro de compras convida os clientes para participarem da iniciativa doando roupas, alimentos não perecíveis e fraldas. As arrecadações realizadas no mês de março serão destinadas ao projeto Proteja-se, que visa atender mulheres em situação de vulnerabilidades residentes da região administrativa Por do Sol - DF.

O JK Shopping ressalta que segue tomando todas as medidas sanitárias, diisponibilização de álcool em gel e intensificação na limpeza dos espaços.
 
SERVIÇOS:
Casa da Mulher Brasileira (CBM)
Data: até 31 de março.
Local: Piso L2, ao lado da loja Damyller.

Talk Shows VIVA MULHER
Data: 16, 23 e 30 de março.
Horário: a partir das 19h.
Local: Piso L1, em frente à loja C&A.

Programação:
16/03 -  Violência Contra Mulheres e Meninas.
23/03 - Empreendedorismo e Liderança Feminina.
Após o talk, acontece o Desfile de Moda apresentando a nova coleção de outono/inverno da loja Eleni Costa e da Hering Store, com curadoria do Fernando Lackman.
30/03 -  Saúde da mulher.
Compre e ganhe
A cada R$ 300 ganhe um lenço com estampa exclusiva (enquanto durar o estoque). Consulte regulamento completo no site www.jkshoppingdf.com.br
Data: até 31 de março.
Troca de notas: Aplicativo "Wynk".
Retirada do produto: Balcão de informações, piso L1.
Espaço do Bem
Local: Piso L2, ao lado da loja Hering.

Antes da votação, Delmasso pediu o apoio dos colegas: "Aos empresários cabe gerar empregos e riquezas, e ao Estado cabe não atrapalhar os empresários"
    

Foto: Carlos Gandra.

A Ordem de Serviço n° 07, de 20 de janeiro de 2022, da administradora regional do Guará, que aumentou os valores cobrados pela ocupação de áreas públicas por comerciantes, foi cancelada nesta quarta-feira (9), pela Câmara Legislativa do Distrito Federal. Na sessão ordinária, os deputados distritais aprovaram o projeto de decreto legislativo nº 246/2022, de autoria do deputado Delmasso (Republicanos), que susta os efeitos da Ordem de Serviço. A proposta foi aprovada por unanimidade, com os votos favoráveis de 13 distritais.

Na justificativa do projeto, Delmasso explica que a administração "resolveu atualizar os valores do preço público para o ano de 2022, correspondente à utilização de área pública com finalidade comercial ou prestação de serviços", desconsiderando a crise econômica agravada com a pandemia de Covid-19.

"A situação econômica em que nós estamos vivendo devido à pandemia, não é razoável um aumento de mais de 100% estabelecido nesta Ordem de Serviço para a correção dos valores de preços públicos correspondente à utilização de área pública com finalidade comercial ou prestação de serviços, no âmbito da Região Administrativa do Guará", argumentou o parlamentar.

Antes da votação, Delmasso pediu o apoio dos colegas. "Aos empresários cabe gerar empregos e riquezas, e ao Estado cabe não atrapalhar os empresários. Os que sonegam impostos têm que ser penalizados, mas a maioria que paga seus impostos não pode ser praticamente extorquida pelo Estado, com um aumento de mais de 100%", completou.

  Rotina de exercícios pode ajudar a diminuir uso de medicamentos contínuos, mas acompanhamento médico é fundamental

As doenças crônicas não transmissíveis representam sete das 10 principais causas de mortes no mundo. Muitas vezes evitáveis com estilo de vida saudável, doenças como colesterol alto, hipertensão e diabetes correspondem a 73,9% dos óbitos mundiais e a mais de 50% das mortes no Brasil. Dados do Ministério da Saúde indicam ainda que esses problemas de saúde são responsáveis por 62% dos anos de vida perdidos por incapacidade. Além disso, na pandemia, se mostraram agravantes da covid-19.

O bancário Bernardo Tavares, 33 anos, incluiu musculação e treino funcional na rotina diária para não fazer parte dessas estatísticas. Durante um check up, mesmo praticando corridas leves, viu que os resultados dos exames saíram bem alterados. A taxa de triglicerídeos estava em 450 mg/dL quando o normal é abaixo de 150 mg/dL. “Em sete meses praticando atividade física regular, meus exames normalizaram. Além disso, tenho mais ânimo, durmo e acordo melhor. Se não incluísse os exercícios na minha vida, teria que recorrer aos medicamentos de uso contínuo”, explica. 

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Tohoku, no Japão, indica que o índice de mortes por doenças cardíacas e diabetes cai 40% e o de câncer diminui 28% para quem realiza regularmente atividades de força associadas às aeróbicas. Para a análise, foram acompanhados voluntários com idades entre 18 e 97 anos durante dois anos. Os resultados indicam que a morte prematura entre as pessoas que se movimentam varia de 10% a 17% menor se comparado às sedentárias. 

Atividade física pode ajudar a diminuir ou evitar uso de remédios controlados
Pixabay

O médico do esporte Pedro Murara, do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR), ressalta que perceber índices como colesterol e glicemia aumentados ou pressão alta funciona como motivador para que o paciente procure hábitos de vida mais saudáveis. “Muitas vezes, quando a pessoa inicia em algum esporte, e já toma medicamentos de uso contínuo, constata que a atividade física e a alimentação saudável ajudam a diminuir o número de comprimidos diários ou até mesmo a fazer com que não precise mais deles”, explica. “Mas é fundamental procurar uma atividade física que se adapte à rotina e que traga prazer na execução”, complementa.

Murara também destaca que histórico familiar de morte súbita, problemas cardíacos, infarto, cirurgias cardíacas são pré-requisitos importantes para que seja feito um check up antes do início das atividades. “A idade de corte para esse acompanhamento médico é relativamente baixa. Normalmente, a indicação é para que todos com mais de 30 anos façam acompanhamento, tanto para iniciar uma atividade quanto para quem busca aumentar o rendimento. Mas quando tem algum caso de doença na família ou for realizar esporte de alta intensidade para participar de competições, a busca por uma avaliação e acompanhamento médico deve ocorrer independente da idade”.

Corrida, um esporte democrático

A corrida de rua vem ganhando espaço já há alguns anos e na pandemia o crescimento do esporte foi ainda maior. O risco de contaminação pela covid-19, aliado ao fechamento das academias, fez com que a população apostasse mais em atividades ao ar livre e a corrida foi uma das escolhidas. Para se ter uma ideia, um dos principais aplicativos de monitoramento esportivo, que fornece informações como percurso realizado e possibilidade de fotos, contava com 6 milhões de brasileiros cadastrados em 2019; em 2020, esse número saltou para 13 milhões. 

Mas os especialistas alertam que alguns cuidados são necessários antes de investir em corridas e caminhadas. O ortopedista e chefe do Grupo de Joelho do Hospital Universitário Cajuru, Fabiano Kupczik, especialista em cirurgia de joelho, alerta que são comuns  fraturas por estresse, ruptura de ligamentos e desgaste na cartilagem dos joelhos. “Muitas vezes, o sobrepeso é um dos problemas que fazem com que as pessoas procurem a corrida, e isso é muito propício para as lesões. O ideal é procurar um médico antes de iniciar qualquer atividade e fazer de forma gradual, em dias alternados, para melhorar o condicionamento. A paciência para obtenção dos resultados é outra aliada para evitar problemas no joelho, pé e quadril”.


O Samba Prime Festival, maior evento de samba e pagode do país, já tem data, horário e atrações confirmadas. No dia 21 de maio, sábado, a partir das 14h, a Cidade do Samba, que vai ser montada nos dois maiores platôs do Mega Space (Avenida das Indústrias, 3000, Santa Luzia / MG), vai receber os shows de Belo, Dilsinho, Ferrugem, Sorriso Maroto, Suel, Péricles, Mumuzinho, Turma do Pagode, Legado, Tiee, Pixote, Vitinho, Karinah, Akatu, Menos É Mais, Di Propósito, Revelação, Fundo de Quintal e Vou Pro Sereno. Todos os setores são open bar e as vendas de ingressos estão liberadas por meio do site: www.centraldoseventos.com.br.

A grande surpresa para o público é a megaestrutura desta edição do Samba Prime Festival. De acordo com os organizadores, a Cidade do Samba foi planejada para proporcionar uma experiência única para quem for curtir o evento. Além da decoração temática, o local terá várias opções de diversão, com Roda Gigante, Barco Evolution, Tirolesa, área de jogos com fliperama, totó e sinuca, área de esportes com quadra de futevôlei e futmesa, esportes radicais com escalada, rapel e slackline, além do Espaço de Beleza, que disponibilizará aos participantes do evento maquiagem, corte de cabelo e massagem.

A Cidade do Samba vai contar com dois palcos para as mais de 15 horas ininterruptas de música. No primeiro platô, o palco "Festival" será duplo, para que não tenha intervalo entre os shows e o público cante e dance sem parar. No segundo platô, o "Samba 360º é para quem quer estar no megaevento sem abrir mão do pagode intimista que o mineiro tanto gosta.

Confira as atrações de cada palco:

Palco Festival: Sorriso Maroto, Ferrugem, Dilsinho, Menos é Mais, Mumuzinho, Péricles Legado, Belo, Turma do Pagode, Pixote, Vitinho, Di Proposito, Suel e Akatu.

Palco Samba 360°: Fundo de Quintal, Revelação, Tiee, Vou Pro Sereno e Karinah.

Além de viver experiências diversas durante o evento, quem for ao Samba Prime Festival poderá desfrutar do open bar em todos os setores e das duas Praças de Alimentação, com comidas vendidas à parte em vários restaurantes renomados. Os bares estarão espalhados em todos os setores nos dois platôs do Mega Space.

Acesso

O Mega Space contará com um esquema especial de trânsito planejado pela organização do Samba Prime junto aos órgãos competentes. Para a ida, serão liberadas faixas adicionais de rolamento nas vias que dão acesso ao local e no retorno ocorrerá a operação inversa. Há opções de linhas de ônibus, que podem ser consultadas pelo https://moovitapp.com/. A Cidade do Samba contará ainda com estacionamento para ônibus e vans, além de vagas para carros de passeio.

Serviço

Samba Prime Festival

Data e horário: 21 de maio, sábado, a partir das 14h

Local: Cidade do Samba - Mega Space - Avenida das Indústrias, 3000, Santa Luzia / MG

Ingressos

Espaço Samba: meia 2º Lote - R$ 100,00 - cerveja, refrigerante e água. Liberados durante todo o evento.

Espaço Prime: meia 2º Lote - R$ 140,00 - cerveja, vodka, energético, sucos, refrigerante e água. Liberados durante todo o evento. Acesso a Cidade do Samba.

Espaço Golden: meia - 2º Lote - R$ 220,00 - cerveja, vodka, energético, espumante, catuaba, citrus, sucos, refrigerante e água. Liberados durante todo o evento. Área reservada em frente ao Palco Show e acesso a Cidade do Samba.

Classificação etária: a partir de 18 anos, todo mundo pode entrar. De 16 a 18 anos, tem que estar acompanhado dos pais ou responsáveis legais. Menores de 16 anos não podem entrar.

Vendas pelo site https://www.centraldoseventos.com.br/   

 


Livre de vírus. www.avast.com.

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.