Mostrando postagens com marcador TV. Mostrar todas as postagens


 A Comissão Eleitoral da OAB-DF reiterou, na manhã deste sábado (20), a participação da Chapa Você na Ordem, nas eleições que ocorrem amanhã (21)

Fotos: Paulo Melo.
 Thais Riedel, candidata à presidência da OAB-DF na chapa, lamenta o uso político que a chapa de situação vem fazendo de uma política tão meritória e necessária com a política de cotas.

Desde ontem (19), a chapa encabeçada pelo presidente e candidato à reeleição, Délio Lins e Silva Jr vem divulgando inverdades, sugerindo que a chapa Você na Ordem estaria fora do processo eleitoral, depois de uma manobra de Délio.

A chapa Você na Ordem está regular, vai disputar com tranquilidade as eleições amanhã e caso o questionamento feito por Délio seja acatado, o que é improvável, o máximo que ocorrerá é a substituição dos concorrentes apontados como irregulares. A chapa ainda repudia de maneira veemente a tentativa desonesta da chapa da situação de vencer no tapetão as eleições.

O respeito ao processo democrático é o princípio primeiro de qualquer sociedade civilizada. Nós, advogadas e advogados juramos, quando entramos para a Ordem dos Advogados do Brasil, defender a ordem jurídica do Estado Democrático de Direito, a boa aplicação das leis e o aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas.
 
A chapa encabeçada por Délio demonstra, com a manobra judicial e a divulgação de fake news, que prefere eliminar a concorrência que participar de um debate honesto de projetos e ideias, além de total desprezo pela democracia e pela profissão que ele jurou defender. Não é digno da cadeira que ocupa e não tem estatura democrática para conduzir a OAB-DF.

"No dia 21, vou votar 61, você sabe por quê? Porque a chapa Você na Ordem vai congelar a anuidade da advocacia do Distrito Federal. Não haverá aumento de anuidade durante a gestão de Thaís Riedel e ela também assumiu o compromisso de buscar meios para reduzir a anuidade e facilitar o pagamento em mais vezes. Thaís tem palavra e compromisso com a advocacia", Comentou o advogado Hugo da Costa. 


 


A Comissão Eleitoral da OAB-DF reiterou, na manhã desse sábado (20), a participação da Chapa Você na Ordem, nas eleições que ocorrem amanhã (21). 

 

Thais Ridel, candidata à presidência da OAB-DF na chapa, lamenta o uso político que a chapa de situação vem fazendo de uma política tão meritória e necessária com a política de cotas. 

 

Desde ontem (19), a chapa encabeçada pelo presidente e candidato à reeleição, Délio Lins e Silva Jr vem divulgando inverdades, sugerindo que a chapa Você na Ordem estaria fora do processo eleitoral, depois de uma manobra de Délio.

 

A chapa Você na Ordem está regular, vai disputar com tranquilidade as eleições amanhã e caso o questionamento feito por Délio seja acatado, o que é improvável, o máximo que ocorrerá é a substituição dos concorrentes apontados como irregulares. A chapa ainda repudia de maneira veemente a tentativa desonesta da chapa da situação de vencer no tapetão as eleições.

 

O respeito ao processo democrático é princípio primeiro de qualquer sociedade civilizada. Nós, advogadas e advogados juramos, quando entramos para a Ordem dos Advogados do Brasil, defender a ordem jurídica do Estado Democrático de Direito, a boa aplicação das leis e o aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas.

 

A chapa encabeçada por Délio demonstra, com a manobra judicial e a divulgação de fake news, que prefere eliminar a concorrência que participar de um debate honesto de projetos e ideias, além de total desprezo pela democracia e pela profissão que ele jurou defender. Não é digno da cadeira que ocupa e não tem estatura democrática para conduzir a OAB-DF.

Com a pandemia, hemocentros brasileiros registraram um baixo volume no estoque de sangue.


Uma campanha de doação de sangue deve mobilizar cerca de 150 doadores neste sábado (20). A iniciativa, que é organizada pela agência de voluntariado do Colégio Adventista de Planaltina, DF, remete ao Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado na quinta-feira (25), que busca ampliar a doação de sangue e sensibilizar novos doadores.

Com a pandemia, hemocentros brasileiros registraram um baixo volume no estoque de sangue. Por outro lado, a demanda nas unidades de saúde se mantém elevada.

Para atendê-la e ajudar a salvar vidas, os alunos maiores de 16 anos, pais, funcionários e professores do Colégio Adventista de Planaltina estão realizando a doação durante este sábado (20), na Hemoclínica da Asa Sul, em Brasília.

Em ritmo de celebração, uma roda de música foi formada do lado de fora da hemoclínica, onde os alunos aguardavam o momento de doação. Vitor Kauã estava entre eles. "Sabemos o quanto caíram as doações durante a pandemia. Então é motivo de celebrar essa ação que salva vidas", salienta

A supervisora da doação, a biomédica Priscilla Taveira, menciona que essa ação é importante porque ainda é um momento crítico da pandemia, onde muitos pacientes precisam diariamente de transfusões de sangue. "Nosso índice de transfusão é altíssimo, então a cada dez pessoas, uma necessita de transfusão. Nosso atendimento é de 24 horas por dia, por isso precisamos dessas doações para que continuemos a salvar vidas", aponta a supervisora.

Além das vítimas de Covid, pacientes com outras patologias e vítimas de acidentes também precisam de transfusão. "Hoje não temos nenhuma medicação que substitua a transfusão de sangue, por isso a extrema importância dela e a vinda de todos aqui hoje", afirma Priscilla.

O coordenador da ação, Adriano Rezende, destaca que a agência de voluntariado do Colégio se mobilizou para dar um significado a este importante movimento, que é a doação de sangue. "Principalmente por causa da pandemia, em que houve uma baixa muito grande de doadores, as pessoas ficaram com medo de doar. Como dia 25 é o dia mundial do doador, esta é uma forma que achamos para incentivar todo o nosso colégio. Entendemos que esse ato pode salvar vidas. E é uma maneira da agência cumprir sua missão e ajudar a sociedade", frisa Rezende.

Sentado na cadeira de doação, o aluno do segundo ano do Ensino Médio, Douglas Firme, doa sangue pela primeira vez. Com olhos emocionados, ele garante que a experiência foi positiva. "Acabei de finalizar minha doação. Nunca tinha realizado. Pensei que seria doloroso, mas foi muito bom e gratificante", comemora o estudante.

O gestor da Rede Adventista de Educação para Brasília e Entorno, Márcio Castro, destaca que essa ação é importante também para a instituição. "A agência de voluntariado está cumprindo o seu papel. Esse é o nosso propósito: ajudar o próximo. Trabalhamos os aspectos sociais, colocando isso nos corações dos nossos alunos, para que eles façam a diferença na vida do próximo, como pessoas, profissionais e cidadãos", frisa o gestor.




O Dia D de vacinação é uma determinação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). Veja em quais pontos serão disponibilizadas a primeira dose, a segunda e a dose de reforço



"O GDF e a Secretaria de Saúde está fazendo uma busca ativa das pessoas que ainda não se vacinaram. Nosso esforço será com a primeira dose para quem tem mais de 18 anos. Vamos levar o imunizante mais perto das pessoas"General Manoel Pafiadache, secretário de Saúde do GDF.

O Dia D de vacinação contra a covid-19 será neste sábado (20), das 9h às 17h, em 28 locais. A ação vai levar a primeira dose da vacina a 14 pontos estratégicos, sendo 8 feiras com grande circulação de pessoas, na Rodoviária do Plano Piloto e em outros espaços públicos. A vacina dos adolescentes, a segunda dose e a dose de reforço serão oferecidas em 16 locais, sendo 13 UBSs, uma policlínica, na Feira dos Importados e na Igreja do Sol Nascente, localizada na Ch 117, Conjunto D, Lote 5.

"Amanhã, o GDF e a Secretaria de Saúde estarão fazendo uma busca ativa das pessoas que ainda não se vacinaram. Nosso esforço será com a primeira dose para quem tem mais de 18 anos. Vamos levar o imunizante mais perto das pessoas", destaca o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache.

O Dia D é uma parceria da Secretaria de Saúde com outros órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF), como a Secretaria das Cidades e as administrações regionais. O objetivo é ir até onde a população se concentra nos fins de semana e levar a primeira dose. Estima-se que cerca de 248 mil pessoas ainda não tenham iniciado o ciclo vacinal contra a covid-19.

Todos os locais que ofertarão a segunda dose terão AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer-BioNTech. Lembrando que o prazo para segunda dose é de 14 a 28 dias para quem tomou CoronaVac e de 56 dias para quem recebeu AstraZeneca ou Pfizer. A dose de reforço também será ofertada nesses pontos. Veja quais são eles:

"Entendemos que a vacinação é fundamental para a segurança de todos. Por favor, vejam os locais de vacinação onde estaremos volantes e nas UBSs. Juntos, tenho certeza de que levaremos mais segurança para a coletividade do Distrito Federal", destaca o secretário de Saúde.

Vacinas recebidas
O Distrito Federal recebeu, nesta sexta-feira (19), 46,8 mil doses da vacina Pfizer-BioNTech, sendo 16.380 para a segunda dose. Ainda na noite desta sexta-feira, há previsão do recebimento de mais 7 mil doses da vacina AstraZeneca para aplicação da D2.

Até o momento, o DF já recebeu 5.639.977 doses, sendo que 4.325.241 já foram aplicadas como D1, D2, dose única, reforço e adicional. Até a última atualização do Vacinômetro, 88,1% da população vacinável, com 12 anos ou mais, já havia recebido a primeira dose. Com a imunização completa, 72,7% da população recebeu duas doses ou dose única.



Durante o evento, servidores estaduais prestam serviços voltados a quem busca oportunidade de trabalho ou aperfeiçoamento profissional. População também pode receber orientações sobre emissão de documentos e acesso a linhas de crédito. Ação ocorre nos dias 20 e 21 de novembro, na região Noroeste de Goiânia

Foto: Marcos Oliveira.

No estande da Secretaria da Retomada haverá a relação das centenas de vagas de trabalho formal, que estão no banco de dados do Sine. No local, será possível acessar as oportunidades e já agendar entrevista de emprego (Foto: divulgação)

O Mutirão Iris Rezende, que ocorre entre os dias 20 e 21 de novembro, é a oportunidade para quem busca um espaço no mercado de trabalho ou em cursos profissionalizantes. O evento, promovido pelo Governo de Goiás, oferecerá 2 mil vagas de emprego. Paralelo a isso, empreendedores que estão inadimplentes junto à GoiásFomento poderão renegociar dívidas com até 100% de desconto sobre os juros cobrados no período de inadimplência. Esses e outros serviços serão oferecidos durante o evento que ocorrerá na região Noroeste de Goiânia.

Vagas de emprego surgem em meio à retomada gradativa das atividades após longo período de isolamento social, causado pela pandemia da Covid-19. Por isso, no estande da Secretaria da Retomada haverá a relação das centenas de vagas de trabalho formal, que estão no banco de dados do Sistema Nacional de Emprego (Sine). No local, será possível acessar as oportunidades e já agendar entrevista de emprego, caso tenha o interessado tenha o perfil definido pelas empresas contratantes.

O mutirão também representa uma possibilidade de encontrar novos rumos profissionais. Equipes da pasta farão a divulgação das opções de cursos gratuitos realizados pelos Colégios Tecnológicos de Goiás (Cotecs). A população será orientada sobre editais com novas vagas e inscrições. O objetivo é levar aos moradores da região mais acesso às capacitações oferecidas pelo Governo de Goiás e permitir que, assim, melhorem seus currículos e conquistem melhores postos de trabalho.

Outras ações da Retomada são: consultoria financeira a empresários, a partir de uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás) e orientações especializadas, via Mais Empregos, sobre confecção de Carteira de Trabalho Digital e detalhes do Seguro Desemprego.

Já no estande da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), haverá o lançamento da Campanha de Recuperação de Crédito 2021, com condições especiais para a regularização de débitos vencidos há mais de 60 dias. Os clientes inadimplentes terão descontos que podem variar de 50% a 100% sobre os juros cobrados no período de inadimplência. A ação segue até 20 de dezembro.

O mutirão oportuniza, ainda, a solicitação e simulação de crédito; entrega de contratos; emissão de segunda via de boletos; e a divulgação das linhas de financiamento disponíveis para micro e pequenos empreendedores, e microempreendedores individuais (MEI).

A Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) terá uma equipe no local para atender empresários que busquem informações sobre a política de incentivos fiscais do Estado, por meio do novo programa, o ProGoiás. Também vai oferecer a possíveis investidores uma série de informações sobre o Estado, bem como detalhes sobre as alternativas para se instalar em território goiano.

Turismo
Ao longo de todo o mutirão, a Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo) vai oferecer experiências únicas e imersivas ao público. Será montado um túnel de LED com a exibição de imagens e sons de cachoeiras, trilhas e voos de parapente. Ainda, vídeos de atrativos de Goiás serão transmitidos em óculos virtuais. O espaço contará com fotos impressas em fundos com paisagens dos principais destinos goianos e dois televisores de 50 polegadas irão apresentar imagens de todas as regiões do Estado. O objetivo é estimular o turismo local.


Sócio-fundador da Mesa Corporate Governance participa de painel no dia 22 de novembro, às 18h, durante um dos maiores congressos virtuais de empreendedorismo, inovação e marketing digital do Brasil  




 

Herbert Steinberg, sócio-fundador da Mesa Corporate Governance, participará do painel “Governança corporativa para pequenas e médias empresas e como isso facilita o acesso à capital”, no próximo dia 22 de novembro, a partir das 18h, no Summit Êxito, um dos maiores congressos de empreendedorismo, inovação e marketing digital do Brasil.

De acordo com Steinberg o evento oferece um importante debate sobre o ambiente atual de negócios no país e como se estruturar para os próximos anos. “Estamos em um momento estratégico, de retomada da atividade econômica e avanço da vacinação. As pequenas e médias empresas passaram por muitos obstáculos nos últimos meses, agora precisam saber como lidar com os desafios financeiros e gerenciais, investir em boas e genuínas práticas são estratégias capazes de garantir a perenidade no mercado”, declara.

Também participarão do painel Dov Gilvanci Levi, CEO na Gennesys Consulting, empresa especializada em gestão de empresas/startups, e Fernando Schimidt, advogado, atua na estruturação de operações no mercado financeiro e imobiliário.

Com o tema central “A trilha do novo empreendedor” o Summit Êxito acontece de 20 a 28 de novembro, e reunirá os 150 maiores nomes do cenário empresarial brasileiro. Promovido pelo Instituto Êxito de Empreendedorismo, o evento é totalmente on-line e gratuito. Confira mais informações sobre as inscrições e a programação no www.summitexito.com.br .

 

Herbert Steinberg

Steinberg é Administrador de Empresas, com pós-graduação pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e certificação pelo Independent Board Member do Directors’ Consortium das universidades de Chicago, Stanford e Wharton, nos Estados Unidos. Possui experiência de 20 anos como executivo e de 25 anos como consultor de grandes corporações. Liderou diversos projetos de reposicionamento estratégico, com trabalhos realizados nos Boards do Banco Santander, do Citibank e do McDonald 's. Conduziu vários processos de reestruturação, destacando-se entre eles o turnaround do Banco Crefisul, a privatização do Banespa e a posterior fusão com o Santander, a compra pelo Deutsche Bank e GE Capital do controle do Bradesco na CPM, além de outros importantes projetos.

Fundou a MESA Corporate Governance em 1997, consultoria com foco nas melhores práticas de governança corporativa, e tornou-se Sparring de empresários e conselheiros. É professor convidado nas principais escolas de negócio do país, entre elas Fundação Instituto de Administração (FIA) e Fundação Getulio Vargas (FGV), e leciona também na Nova School of Business & Economics de Portugal. É autor de oito livros, entre eles “A Dimensão Humana da Governança Corporativa”, “Governança Corporativa – Conselhos que perpetuam empresas” e “A Família Empresária”, entre outros.

 

Sobre a MESA Corporate Governance

A MESA Corporate Governance trabalha a governança corporativa e familiar na dimensão humana do poder, dinheiro e afeto. A empresa é constituída por uma equipe de consultores especialistas e experientes que atendem às necessidades nos diferentes momentos de modernização de empresas de origem familiar ou multissocietárias, quer sejam de capital fechado ou com ações listadas em bolsas de valores. Também é filiada às seguintes entidades e instituições: AMCHAM Brasil, IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, ICGN – International Corporate Governance Network, FBN – Family Business Network e NACD – National Association of Corporate Directors.


Planejar quais materiais, plantas e demais objetos serão utilizados no garden auxilia a decorar o espaço
Crédito: Envato/ Divulgação

Tendência no mercado imobiliário vertical, os jardins particulares oferecem mais liberdade e bem-estar em apartamentos compactos

A crescente demanda por espaços confortáveis e privativos nos últimos anos fez aumentar, também, a procura por apartamentos com jardins particulares, os chamados gardens. Esses ambientes, que vieram para ficar e estão presentes em diversos lançamentos imobiliários, são compostos por pequenos “quintais” - áreas verdes que, normalmente, estão disponíveis apenas em casas. No caso dos edifícios, essas unidades térreas são uma espécie de extensão da sacada. Esses espaços podem ser decorados e modificados de acordo com o gosto do morador, seja pelo tipo de material a ser utilizado, móveis, objetos, ou por uma variedade de flores, plantas e pequenas árvores.

A vontade dos clientes em ter um espaço como esse já era percebida anteriormente pelas construtoras de apartamentos que, ao longo dos anos, vêm trazendo inúmeras soluções de espaços compartilhados de lazer. No entanto, “ter um cantinho de terra” dentro do terreno de casa possibilita cultivar hortas, investir em paisagismo, decks, móveis e outros equipamentos de ambiente externos em uma área exclusiva, segura e ao ar livre.

Imóveis Compactos

O fato é que, agora, dentre os imóveis compactos, os jardins privativos já são realidade na maioria dos lançamentos do mercado imobiliário vertical desse segmento e, até mesmo, popular. No Carmel, empreendimento lançado em julho pela construtora Yticon, do Grupo A.Yoshii (Londrina), os novos moradores poderão usufruir do espaço da maneira que preferirem, desde que, obviamente, aprovada pelo condomínio. Com duas torres de térreo mais 14 andares, os apartamentos (de dois ou três dormitórios) contam com três opções de plantas em diferentes disposições: 51 metros quadrados, 64 metros quadrados (sacadas com churrasqueiras) e, em algumas unidades, o espaço chamado garden.

Além do espaço particular, o empreendimento é voltado ao conceito de economia compartilhada, que oferece área de lazer completa. Dentre os itens estão piscina, pet place (espaço para animais de estimação), espaço gourmet, churrasqueiras, personal studio, bicicletário e espaço coworking, uma tendência cada vez mais presente nos empreendimentos residenciais compactos. “Apesar da estrutura já existente no condomínio, o morador de um apartamento garden poderá investir em equipamentos menores, seja de uso adulto ou infantil”, explica Cristina Cardoso, arquiteta dos apartamentos decorados, lembrando que, qualquer mudança a ser feita no espaço deve constar no estatuto do condomínio e ser aprovada pelo síndico do local.

Segmento popular

Atenta às mudanças de comportamento e demandas de moradia, a construtora integrou a opção garden a algumas unidades dos empreendimentos voltados ao programa Casa Verde e Amarela que, recentemente, teve aumento no teto do valor e diminuição da taxa de juros do financiamento. O Solar das Araucárias, por exemplo, localizado em Maringá (PR), traz um diferencial em relação aos imóveis do gênero. Com duas opções de plantas, cada unidade (com dois dormitórios) contará com 45 metros quadrados de área privativa, além de sacada. Na opção garden, o espaço aumenta para 70 metros quadrados e oferece ao morador mais um espaço privativo.

Aproveitamento do espaço

Saber organizar a decoração é fundamental para que, além da questão estética, o garden proporcione conforto. Por isso, planejar quais materiais, plantas e demais objetos serão utilizados auxilia a preencher o espaço. Segundo a arquiteta, para quem gosta de cuidar do jardim, o cultivo de gramas e forrações verdes é uma opção fácil e acessível, mas deve ser feita com cuidado. “Algumas se desenvolvem melhor em sol pleno, então, se houver muitas árvores ou regiões sombreadas por muros - ou até mesmo a sombra projetada do próprio edifício na maior parte do dia -, o ideal é dar preferência a forrações de sombra, como heras, grama amendoim, entre outras”, explica. Para quem prefere ter um espaço que não precise de atenção constante, ela sugere a utilização de pedras, como seixos e argila expandida, além da utilização conjunta de decks.

Sustentabilidade e criatividade

Decorar o garden com objetos reaproveitados, além de ser uma prática sustentável, também reduz os custos de investimentos com outros materiais. A transformação de potes de vidro em luminárias, pneus em bancos e garrafas pet em vasos são exemplos de ideias que proporcionam um ambiente caseiro e também boas memórias ao morador. “Tudo é possível de ser reutilizado: pneus, pallets, carretéis de fiação, cones e caixas de isopor podem ser transformados em puffs, mesinhas, bancos e floreiras. Basta uma boa higienização e a escolha de materiais adequados para o revestimento e acabamento. Estruturas velhas como cadeiras danificadas, de ferro ou madeira, também podem ser recuperadas com tramas de fibra sintética ou natural, por exemplo”, pontua a arquiteta.

 

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de dez anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, e Presidente Prudente, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5 mil unidades, todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 500 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

 

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.

 

 

Governança, Riscos e Compliance: Mudando a Conduta nos Negócios
Crédito: divulgação



Especialistas trazem indicações de livros para quem deseja saber mais sobre compliance e seu impacto nas empresas

compliance está cada vez mais presente no dia a dia das empresas. O termo se fortaleceu após a promulgação da lei em 2013 e ficou conhecida como Lei Anticorrupção. Mas, na teoria, o que realmente é o compliance? “Estar em conformidade com as leis, com os padrões éticos, regulamentos internos e externos, são algumas das definições que podemos utilizar para definir o compliance”, explica a analista de compliance da Tecnobank, Thais Takagi.

compliance remonta à virada do século XX, junto com a criação do Banco Central dos Estados Unidos, visando ser um ambiente mais seguro e estável. Contudo, segundo Thais, no Brasil o tema ganhou força somente em 2014, com a entrada em vigor da lei anticorrupção, quase 40 anos após o combate a corrupção dos EUA ter iniciado. “É uma vitória o Brasil estar em patamares tão avançados em compliance, comparado com muitos países dito de primeiro mundo. Essa prática vem sendo cada vez mais difundida, pois o mercado não quer mais se relacionar com empresas desatentas ao compliance, afirma Thais. Para ajudar quem tem interesse no tema, e deseja se aprofundar sobre o compliance, especialistas fizeram algumas indicações de livros.

  1. Compliance Programs for the Prevention of Economic Crimes

    Livro que Ulrich Sieber e Marc Engelhart publicaram, em 2014, com o apoio do Instituto Max Planck. Editado pela Duncker e Humboldt, de Berlim, trata-se de uma extensa pesquisa empírica com base científica feita com diversas empresas alemãs e seus gestores e colaboradores, para entender, dentre outros fatores, o que leva corporações a adotar programas de compliance para torná-las mais efetivas. Com 333 páginas, é a primeira publicação que não apenas analisa a existência, o conteúdo e a eficácia dos programas de compliance alemães, mas também aborda a eficácia de várias estratégias na prevenção do crime e no incentivo à implementação de programas de compliance. "O trabalho se destaca pela originalidade e traz conclusões importantíssimas, como, por exemplo, que deve ser disciplinado em lei um formato de atuação colaborativa público-privada para otimizar a prevenção de crimes econômicos", analisa o coordenador do Núcleo Criminal na Dotti Advogados, Gustavo Scandelari.


  2. A (honesta) verdade sobre a desonestidade

    O economista comportamental Dan Ariely explora de que forma o desvio de conduta ocorre nos âmbitos pessoal, profissional e político, e como isso afeta até mesmo aqueles que todos acreditam ter os mais elevados padrões morais. O autor revela que são as forças irracionais, aquelas que não levamos em conta, que frequentemente determinam nosso comportamento – e demonstra que a desonestidade é inerente à condição humana. "O autor trata de modo leve e perspicaz como as pessoas tendem a equilibrar a verdade com a trapaça, a fim de criar uma ilusão de integridade. O livro é uma imersão na honestidade, na ética e na necessidade de termos regras claras acerca do que é fazer a coisa certa", avalia o professor do mestrado em Direito da Universidade Positivo, Fernando Mânica.

  3. Manual Prático de Compliance Antissuborno: guia de implementação da ISO 37001

    O livro é o primeiro guia prático para auxiliar empresas e órgãos públicos a implementar ou aprimorar seu programa de compliance e integridade, com vistas a obter a Certificação ISO 37001 (Sistema de Gestão Antissuborno). Os autores Daniel Lança (Compliance Officer do Instituto Inhotim) e Rodolfo Viana Pereira (advogado e professor da UFMG), ambos sócios da empresa SG Compliance, abordam, passo a passo, os requisitos da norma ISO 37001, com dicas e observações oriundas de suas experiências pessoais em consultorias para obtenção da certificação. Para Rodolfo Viana, cada vez mais, os órgãos encarregados de aplicar a legislação anticorrupção e as boas práticas de mercado exigem que as organizações adotem programas robustos de compliance e integridade. “Nesse contexto, a obtenção da ISO 37001 torna-se primordial, sobretudo para as empresas que planejam captar investimento, que contratam com o poder público, que estão na cadeia de fornecimento de grandes empresas, que atuam em mercados regulados, que possuem capital aberto ou que pretendem ter relevância para além do âmbito local”, afirma.

  4. Fraudes corporativas e programas de compliance

    O livro analisa as fraudes corporativas, indagando seus elementos centrais e o tratamento jurídico que recebem no sistema jurídico brasileiro. Além disso, analisa detalhadamente os programas de compliance, um dos mecanismos, por excelência, de prevenção à ocorrência de fraudes no âmbito corporativo, explicando os pilares que constituem o programa de compliance, suas funções e seus objetivos, além da influência exercida por cada elemento que o constitui para a construção de um resultado satisfatório para a organização. Segundo Francisco Monteiro Rocha Jr, professor de Direito da UFPR, o livro explica como ocorrem as fraudes no ambiente corporativo. “Ele mostra quais as motivações dos agentes, como elas são mais comuns do que se pensa, e de que forma os programas de compliance podem combatê-las", comenta.

  5. Manual de Compliance – Col. Compliance Mastermind Vol. 1

    Esse livro foi elaborado por um grupo formado pelos profissionais mais experientes da área de compliance do mercado, para o qual trazem um olhar amplo a partir de uma abordagem real do funcionamento da área. Disponibilizam ferramentas e compartilham informações de forma simples e acessível para que todos tenham uma visão prática de como implementar um programa de compliance. Segundo a analista de compliance da Tecnobank, Thais Takagi, o livro traz uma estrutura organizada, baseada na metodologia usada nos cursos da LEC - Legal, Ethics & Compliance, uma instituição de ensino que se tornou uma das maiores dedicada à difusão da cultura de compliance no mundo. “Cada um dos nove pilares de compliance são apresentados em artigos específicos com abordagens fáceis. Não se trata de um livro 'de prateleira', mas, de uma obra que permite guiar o leitor na construção de um efetivo programa de compliance”, afirma.

  6. Governança, Riscos e Compliance: Mudando a Conduta nos Negócios

    O livro analisa as práticas de governança corporativa, gestão de riscos e de compliance, com o objetivo de discutir temas que vieram à tona, como os escândalos de corrupção corporativa. Para o presidente da Comissão de Estudos sobre Compliance e Anticorrupção Empresarial da OAB Paraná, Ubirajara Costódio Filho, a obra é de leitura fundamental para profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação das áreas financeira, contábil, fiscal, jurídica e de auditoria. “O livro apresenta metodologias para que o leitor compreenda a conduta corporativa, fundamentada na ética a partir de recursos de gestão de riscos, compliance e controles internos”, recomenda.

  7. Compliance: incentivo à adoção de medidas anticorrupção

    Como estimular as empresas a colaborarem com o Estado na prevenção da corrupção? Quais os elementos que compõem um programa de compliance e uma política anticorrupção? Essas são algumas das perguntas que a obra procura responder. O livro também é indicação do presidente da Comissão de Estudos sobre Compliance e Anticorrupção Empresarial da OAB Paraná, Ubirajara Costódio Filho. “Essa obra é fruto da tese de doutorado defendida por Carla Veríssimo, Procuradora Regional da República e integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba/PR, no Programa de Pós-Graduação em Direito da Faculdade de Direito da UFRGS, em cotutela com o Programa de Doutorado 'Estado de Derecho y Gobernanza Global' da Universidade de Salamanca, na Espanha”, conta. A tese recebeu o Premio Extraordinario de Doctorado da Universidade de Salamanca e foi indicada pela UFRGS para concorrer ao Prêmio Capes de Tese, na edição 2017.

  8. A máfia das próteses: Uma ameaça à saúde

    O livro “A máfia das próteses: Uma ameaça à saúde”, escrito por Pedro Ramos, aborda o paradigmático episódio de corrupção no qual um grupo formado por médicos, funcionários de hospitais e representantes de uma empresa foi denunciado, em 2016, por utilizar próteses e órteses vencidas ou de baixa qualidade em cirurgias. Ofereciam propinas a médicos e profissionais da saúde no Brasil para maximizar vendas e lucros, acarretando práticas ultrajantes de operações desnecessárias e superfaturamento de valores cobrados aos planos de saúde para compra de equipamentos destinados às cirurgias, em especialidades como ortopedia, cardiologia, neurologia e odontologia. "Com o objetivo de maximizar lucros decorrentes da venda do material, faziam pagamentos aos médicos que prescreviam as próteses, a título de comissão, bonificação ou consultoria. A vantagem indevida oferecida aos profissionais era proporcional à quantidade mensal de material utilizado, variando de 20% a 40% do valor comercializado", revela o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, Miguel Kfouri Neto, autor de diversas obras jurídicas sobre Direito Médico. Segundo ele, o esquema de corrupção atuou num mercado que movimenta cerca de R$ 20 bilhões por ano no Brasil. "Diante desse crítico episódio relatado no livro, são trazidas reflexões sobre a importância do papel do compliance no setor da saúde, a fim de criar mecanismos para que as empresas e instituições de saúde não violem regras, leis e valores do mercado no qual operam, bem como protejam e criem um ambiente corporativo mais justo, sustentável e transparente, pautado em valores condizentes ao esperado pela sociedade, que envolva toda a sua cadeia produtiva e rede de parceiros", ressalta.

  9. Integridade Governamental e Empresarial

    O livro “Integridade Governamental e Empresarial”, de Marcelo Zenkner, é a indicação do procurador da República no Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol. A obra traz uma análise de todo o arcabouço normativo afeto ao conceito de corrupção lato sensu, tanto no Brasil como em Portugal, proporcionando uma visão clara e completa dos principais problemas que gravitam em torno do tema, bem como seus efeitos diretos para a Administração Pública, assim como na seara corporativa.

  10. Compliance Bancário: Um Manual Descomplicado

    Também recomendada pelo procurador da República no Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, a obra do procurador da Fazenda André Almeida Rodrigues Martinez, ex-superintendente de compliance do Banco Itaú e ex-procurador na Advocacia Geral da União (AGU), e do procurador da Lava Jato e especialista em compliance criminal, Carlos Fernando dos Santos Lima está na terceira edição. “O livro é um verdadeiro manual de compliance, focado na área bancária, mas também útil para outros setores, com apontamentos práticos, mas sempre com sólida base nas normas nacionais e internacionais sobre a matéria”, disse o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, no prefácio da obra.

 Mais uma reviravolta na internet sobre o caso da médica que aparentemente teve um ataque de fúria e na verdade é mais um caso de violência contra mulher, humilhação e machismo

A médica Lara Purcina, que mora em Uberaba, Minas Gerais, teve sua vida virada de cabeça para baixo nos últimos 30 dias. Primeiro  circulou na internet um vídeo em que ela furava o pneu do carro do namorado. Até aí mais um caso passional. O fato cresceu e a médica começou a ser julgada antes mesmo de ser ouvida, perdeu pacientes, perdeu trabalho e aguentou sozinha a exposição vexatória. 

Depois de algumas trocas de mensagens com o ex namorado, cansou de ser humilhada e resolveu contar, e mostrar, tudo que aconteceu antes.O episódio na verdade é mais um caso de violência contra a mulher, humilhação, agressão física, agressão verbal, difamação e roubo. Nesse último caso, crime constatado pelos documentos que conseguimos apurar. 

O ex namorado, o advogado João Roberto,  pegou uma causa da médica, contra a Intervias Arteris, e depois de ganha a causa, não informou a cliente e não repassou o dinheiro ganho, ou seja, se apropriou de forma indébita de uma quantia superior a 9 mil reais (documentos abaixo).





Mais do que isso, mentiu dizendo que o processo ainda estava em andamento e que iria demorar para resolver. Uberaba logo tomou conhecimento de tudo e hoje o caso segue com acusações de ambos os lados e uma disputa que ganhou os tribunais. O que não podemos perder de vista é que contra fatos não há boatos.

Houve violência, houve agressão e exposição. Houve roubo, houve estelionato e todos esses crimes o jovem João Roberto vai responder na justiça.



Com o mês de dezembro já se aproximando, as expectativas para a virada de ano aumentam para quem está procurando um local para se divertir. Assim, para os que ainda não escolheram um lugar para celebrar a entrada do ano de 2022, o espaço Star415 (Rua Star, 415 - Jardim Canada, Nova Lima – MG), é a pedida certa. A casa de shows das estrelas, que vem ganhando destaque pelas suas apresentações, realizará o Réveillon Favorito 2K22, no dia 31 de dezembro, sexta-feira, a partir das 22h, com nomes de peso da música nacional.  Icaro & Gilmar, Hugo & Guilherme, Chris Pipino e DJ Fernando Ivens são as atrações que vão comandar a festa 100% open bar. Os ingressos já podem ser adquiridos pelo site: https://star415eventos.com.br

Com sucessos conhecidos pelos fãs, a dupla Icaro & Gilmar vão animar o Réveillon Favorito 2K22 com os hits, "Que Amigo é Esse", "M de Mulher", "Despedida", "Deixa", "Boca Nova" e outros sucessos. Já Hugo & Guilherme também vão trazer todo a sua alegria para a pista do espaço Star415 com canções bem para cima, como, "Coração na Cama", "Conviniência", "Pingo de Dó", "Corpo Moreno", "Imagina", "Namorada Reserva" e demais canções. Para manter o astral lá no alto, o cantor Chris Pipino vai animar com "Tum Tum", "Sou Todo Seu", "Não Faltou Nada", "Sentou e Gostou", "Contatinho", "Evoluiu" e etc. Além dele, o DJ Fernando Ivens vai levantar poeira na festa de fim de ano com as canções, "Nada Vai Voltar", "Hoje eu Não Vou Dormir" e outras batidas bem vibrantes.

Serviço

Réveillon Favorito 2K22

Local: Star415  - Rua Star, 415 - Jardim Canada, Nova Lima – MG

Data: 31 de dezembro – sexta-feira

Horário: a partir das 22h

Atrações: Ícaro & Gilmar, Hugo & Guilherme, Chris Pipino e DJ Fernando Ivens

Open Bar Premium - Espumante, Whisky, Gin, Vodka, Cerveja, Tônica, Suco, Refrigerante e Água.

Classificação: 18 anos

Obs: evento 100% coberto. Estacionamento oficial.

Ingressos: www.star415eventos.com.br

 


Livre de vírus. www.avast.com.


 

Uma imagem contendo cesto, recipiente, placar, geladeira    Descrição gerada automaticamente

 

 

O canto das cigarras que anuncia a chegada do período de chuvas no Distrito Federal traz também um alerta sobre o acúmulo de lixo em bocas de lobo e galerias pluviais, problemas que provocam enchentes e alagamentos já conhecidos pela população. Pensando nisso, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) lançou nesta quinta-feira (18/11), no Youtube,  campanha de conscientização para provocar o cidadão sobre a importância do descarte correto de resíduos.  

 

Com o mote "Escolha o lado certo: O descarte consciente evita enchente", a ação publicitária propõe uma reflexão sobre o papel de cada indivíduo na problemática que dificulta o escoamento da água, causando riscos ao meio ambiente e à saúde e gerando transtornos nesta época do ano.

 

As peças podem ser conferidas em emissoras de rádio, TV, metrô, em painéis luminosos localizados em rodovias, internet e nas redes sociais da agência.

 

Acesse o vídeo da campanha e saiba mais sobre a regulação do serviço público de drenagem urbana no DF no site www.adasa.df.gov.br.

Levantamento da empresa britânica Design Bundles posiciona a capital brasileira entre as cidades Patrimônios Mundiais mais populares, desbancando Barcelona e Paris


Vista panorâmica de Brasília. Foto: Divulgação/Setur-DF

Brasília ocupa o oitavo lugar de cidade mais popular do mundo no Instagram. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo Ministério do Turismo, dentro da celebração do Dia Internacional do Patrimônio Mundial. O estudo foi realizado pela empresa britânica Design Bundles e coloca as cidades do Rio de Janeiro e Brasília em 2º e em 8º lugar, respectivamente, na lista dos bens tombados pela Unesco mais marcados pelos internautas na rede social. As duas cidades brasileiras desbancaram destinos como Barcelona, na Espanha; em Paris, na França; e Bali, na Indonésia.

"Somos o maior museu a céu aberto do mundo com obras de Oscar Niemeyer. Temos o maior lago urbano artificial do mundo, somos o centro urbano mais arborizado e com a maior metragem quadrada de área verde do planeta, Brasília é única, diferente de tudo o que se imagina", disse a Secretária de Turismo do DF ao conhecer o resultado de um levantamento feito pela empresa britânica.

Segundo o levantamento, a Cidade Maravilhosa perdeu apenas para o centro histórico da capital italiana, Roma, e recebeu mais de 45 milhões de posts no Instagram. Já a capital federal foi citada em 13,27 milhões de publicações.

Atualmente, o Brasil possui 16 bens registrados como Patrimônio Cultural Mundial pela Unesco e dois deles estão entre os mais populares do mundo na internet. Além disso, ainda temos oito Patrimônios Naturais Mundiais, sendo um deles misto. Isso mostra como o Brasil é bem-quisto pelos estrangeiros e pelos brasileiros e o tamanho do potencial que o nosso país possui para atrair cada vez mais turistas nacionais e internacionais", ressaltou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

As indicações dos patrimônios brasileiros surgem na esteira das comemorações do Dia Internacional do Patrimônio Mundial, celebrado nesta terça-feira (16), pela Unesco. A data marca os esforços em garantir a identificação, proteção, conservação, valorização e a transmissão às gerações futuras do Patrimônio Mundial Cultural e Natural.

A Unesco classifica os bens reconhecidos como Patrimônio Mundial entre Cultural, Natural ou Misto, quando um atrativo atende aos critérios das duas categorias, com o objetivo de incentivar a preservação de atrativos considerados significativos para a humanidade.

BRASÍLIA – A capital do Brasil foi o primeiro bem contemporâneo reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), em 1987. Para se ter ideia da grandiosidade do marco, naquele mesmo ano, a Muralha da China também obteve o mesmo título. Desde então, Brasília detém a maior área tombada do mundo (112,5 km²).

O conjunto urbanístico-arquitetônico de Brasília, construído a partir do Plano Piloto, um projeto de Lucio Costa, também foi inscrito no Livro de Tombo Histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1990. Sua principal característica é a monumentalidade, determinada por suas quatro escalas: monumental, residencial, bucólica e gregária e por sua arquitetura inovadora.

Confira os 30 Patrimônios Mundiais da Unesco mais populares do mundo, segundo os usuários do Instagram:

 1. Centro histórico de Roma, na Itália – 61.244.436 postagens
2. Rio de Janeiro, no Brasil – 45.039.569 postagens
3. Veneza e sua lagoa, na Itália – 25.755.922 postagens
4. Kiev, na Ucrânia – 21.914.502 postagens
5. Centro histórico de Florença, na Itália – 21.516.815 postagens
6. Centro histórico de Praga, na República Tcheca – 17.731.077 postagens
7. Budapeste, na Hungria – 14.665.910 postagens
8. Brasília, no Brasil – 13.277.931 postagens
9. Centro de São Petersburgo, na Rússia – 11.987.336 postagens
10. Quito, Equador – 9.854.551 postagens
11. Cidade Velha e Cidade Nova de Edimburgo, na Escócia – 9.779.579 postagens
12. Centro histórico de Lyon, na França – 9.400.931 postagens
13. Verona, Itália – 5.661.681 postagens
14. Rabat, Marrocos – 4.629.743 postagens
15. Parque Nacional de Yosemite na Califórnia, EUA – 4.611.905 postagens
16. Parque Nacional do Grand Canyon no Arizona, EUA – 4.021.300 postagens
17. Havana antiga e suas fortificações, em Cuba – 4.017.138 postagens
18. Bali, Indonésia – 3.985.530 postagens
19. Catedral de Notre Dame em Paris, França – 3.787.550 postagens
20. Obras de Antoni Gaudí em Barcelona, Espanha – 3.451.098 postagens
21. Centro histórico da cidade de Luxemburgo – 3.450.869 postagens
22. Centro histórico de Salzburgo, na Áustria – 3.195.863 postagens
23. Parque Nacional de Göreme, na Turquia – 3.009.297 postagens
24. Parques das Montanhas Rochosas canadenses, no Canadá – 2.996.880 postagens
25. Parque Nacional de Yellowstone em Wyoming, EUA – 2.832.668 postagens
26. Antígua, na Guatemala – 2.765.980 postagens
27. Cidade Velha de Dubrovnik, na Croácia – 2.637.398 postagens
28. Dorset e East Devon Coast, na Inglaterra – 2.629.228 postagens
29. As Dolomitas, na Itália – 2.532.349 mensagens
30. Jungfrau-Aletsch nos Alpes Suíços – 2.261.394 postagens

     Certame oferece 53 oportunidades para nível superior. Remuneração alcança R$6 mil

A Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe) encerra, nesta sexta-feira (19), as inscrições para o novo concurso público da instituição, que oferece 53 vagas e formará cadastro de reserva para o cargo de Analista de Previdência Complementar. 

INSCRIÇÕES – As inscrições poderão ser realizadas pelo site oficial da seleção, no portal do Cebraspe. A taxa de inscrição é de R$ 117,00.

REQUISITOS – As vagas para Analista estão distribuídas nas áreas de atuação Administrativa (Logística, Recursos Humanos e Governança), Atuária, Auditoria e Controle, Comercial, Comunicação e Ouvidoria, Contábil, Investimentos, Jurídica, Previdenciária e Tecnologia. A remuneração é de R$ 6.848,00 para todos os cargos e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Para concorrer, é necessário ter diploma de conclusão de curso de nível superior nas áreas de formação requeridas pelo edital, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC; e, para atuação na área jurídica, também é exigido o registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

PROVAS – A seleção ocorrerá por meio de provas objetivas e discursiva, previstas para 30 de janeiro de 2022, além de avaliação de títulos. Todas as fases acontecerão em Brasília/DF.

SERVIÇO

Concurso público:  Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe).

Cargo: Analista de Previdência Complementar.

Vagas: 53 e formação de cadastro de reserva.

Remuneração: R$ 6.848,00.

Inscrições: até 19 de novembro.

Taxa: R$ 117,00.

Provas objetivas e discursiva: 30 de janeiro de 2022.

 Responsável por estimular outras colaboradoras a se jogarem no mercado digital como influenciadoras da própria marca, Karl Jeanneth administra um dos maiores e mais versáteis blogs da grande Brasília


Diferentes de outros segmentos que foram prejudicados pelas medidas de isolamento social, o marketing atrelado à influência digital só cresceu, ganhando ainda mais força nas redes sociais e, também, nas decisões dos consumidores. De acordo com um estudo promovido em 2015 pelos pesquisadores da empresa PwC (PricewaterhouseCoopers), estima-se que 77% das compras online realizadas por brasileiros foram influenciadas pelos conteúdos disponibilizados nas redes sociais. “Os consumidores não querem errar, eles não querem perder tempo e dinheiro. Com isso, eles buscam saber sobre as experiências e opiniões alheias na hora de comprar um produto ou contratar um serviço”, explica Karl Jeanneth,  uma influenciadora nata.


Residente de Brasília (DF) há mais de 45 anos, Karl Jeanneth já conta com mais de 100 mil seguidores em suas redes sociais. Ela também administra o Blog Cheia de Segredos há mais de seis anos, espaço dedicado a disseminar notícias, dicas de moda e opções de entretenimento. Gastronomia, lifestyle, turismo e lazer também não ficam de fora dessa lista.  “Minha família e amigas sempre me pediam ajuda para comprar roupas, organizar festas e outras coisas básicas do dia a dia. Como sou uma pessoa muito antenada a tudo que está acontecendo no mundo, acabei transformando isso em um guia para todos”, revela.


De acordo com uma pesquisa de 2019 publicada pela Sebrae com a utilização de dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o Monitoramento de empreendedorismo global, acredita-se que mais de 24 milhões de brasileiras sejam donas do próprio negócio, fomentando a economia e estimulando outras mulheres a empreender. Em apenas 6 anos de atuação como influenciadora, Karl Jeanneth já firmou inúmeras parcerias com diversas marcas e personalidades. Parcerias essas que serviram de inspiração para que outras influenciadoras digitais utilizassem de sua própria imagem para alavancar as vendas no âmbito digital.


De influenciadas para influenciadoras: A importância do marketing digital na pandemia


Apresentar produtos em primeira mão, disponibilizar descontos e espalhar tendências são apenas alguns dos motivos que colocam os influencers à frente do mercado digital. Mara Sá Cruz tem 42 anos de idade, é natural do Estado do Maranhão e administra 3 lojas ao mesmo tempo, sendo a Isadora Fashion, loja multimarcas especializada em roupas e acessórios, a principal delas. Com um marketing apurado que destaca Mara Sá como a influenciadora do próprio negócio, tendência esta que se mostra cada vez mais essencial para obter bons resultados no mercado, a empresária ressalta a importância de se apresentar na divulgação da marca. “A moda é muito dinâmica e rápida. Hoje, nesse mundo digital, os consumidores estão cada vez mais exigentes. No começo foi muito difícil pois eu sempre gostei mais de ficar nos bastidores, mas hoje percebo que a minha figura permitiu que a Isadora continuasse vendendo mesmo estando fechada na pandemia”, afirma.


Administrar uma marca própria durante o isolamento social não é uma tarefa fácil. Kelly Coimbra, dona da Boutique Brechó by Kelly Coimbra em Brasília (DF), iniciou o trabalho como influenciadora digital no ano de 2016 dando dicas relacionadas à transição capilar na plataforma do Instagram. “Por causa da pandemia, os trabalhos para as influenciadoras caíram muito. Passei um perrengue tão grande no final do ano passado (2020) que foi o start que eu precisava para voltar a empreender”, pontua Kelly. De acordo com o IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em apenas seis meses de pandemia, mais de 700 mil empresas tiveram que fechar as portas por conta da instabilidade econômica promovida no país e no mundo.


Por ser proprietária de uma loja de materiais para construção, cuja abertura foi considerada como essencial durante a pandemia, Siomara Damasceno evidencia um aumento de mais de 30% nas vendas ao contar com a ajuda dos artifícios digitais. “As redes sociais começaram como um jeito divertido de mostrar tudo o que era vendido na loja. Hoje, elas se tornaram a vitrine da nossa história e do nosso cotidiano de empreendedora”, afirma a dona da Colonial Materiais, que já acumula quase 30 mil seguidores na internet e é uma referência para o ramo brasiliense. 


Eleni Costa, proprietária de uma loja de calçados e acessórios, é direta ao ressaltar as principais dificuldades do empreendedorismo feminino. “Assim como o machismo que adora diminuir o nosso espaço, nossas ideias e o nosso esforço, percebo também que a falta de capacitação se torna um grande empecilho”, afirma Eleni. Cearense, a empresária ainda destaca a nova dinâmica de envolvimento com as mídias para amenizar o súbito fechamento da loja no JK Shopping DF. “Com a pandemia, me dediquei ainda mais às redes sociais, procurando novas formas de me conectar com as minhas clientes através de lives, sorteios e presentes”, pontua.


Assim como Karl Jeanneth, que já inspirou e continua inspirando várias outras mulheres a serem influenciadoras da própria marca enquanto ingressam no mercado digital, Eleni Costa afirma que adquiriu essa mesma filosofia como uma nova meta de vida e hoje é procurada até para dar consultoria para outras lojistas e empreendedoras. 



Sobre Karl Jeanneth - Empresária, influencer e uma veterana do marketing digital, Karl Jeanneth administra o Blog Cheia de Segredos onde ela aborda notícias relacionadas a turismo, educação, beleza, estética, bem estar e entretenimento, sempre com muito profissionalismo e qualidade.


Serviço

Influenciadoras e empresárias ressaltam a importância do marketing digital durante a pandemia

Instagram: 

Karl Jeanneth - @cheiadesegredos

Mara Sá - @marasacruz @isadora.loja

Eleni Costa - @elenicostadf @lojaelenicosta

Kelly Coimbra - @kellycoimbras @boutiquebrechobykelly

Siomara Damasceno - @siomara_colonial

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.