Mostrando postagens com marcador PAULO ROBERTO MELO. Mostrar todas as postagens

 


Instituição está com 102 mil inscritos no canal, marca atingida durante a realização da VI Semana Rede Pedagógica 

A  Rede Pedagógica – a maior rede de educadores da América Latina – acaba de receber a placa de reconhecimento por atingir os 100 mil inscritos no canal oficial no Youtube. Atualmente a premiação da plataforma acontece em 3 categorias: prata (100 mil inscritos), ouro (1 milhão de inscritos) e diamante (10 milhões de inscritos).

 

Desde a sua criação, o canal da Rede Pedagógica já teve mais de 4 milhões de visualizações nos diferentes vídeos e hoje está com 102 mil inscritos. Conhecida no universo da educação pelas formações gratuitas direcionadas a educadores brasileiros, desde 2015, a Rede Pedagógica tem impactado positivamente na formação de educadores brasileiros com a promoção de conteúdos e eventos de qualidade em diversas plataformas.

 

Para Erika Radespiel, diretora pedagógica da instituição, esse número representa o reconhecimento pelo conteúdo educacional direcionado a educadores. Ela comemora a marca dos 100 mil inscritos destacando que esse resultado foi atingido durante a VI Semana Rede Pedagógica, realizada no mês de maio. “Essas conquistas demonstram a energia, sempre crescente, dos educadores envolvidos no projeto. Além de divertidos, esses marcos são muito importantes para a Rede”, diz.

 

Radespiel reforça que esse reconhecimento é resultado de um trabalho amplo e único envolvendo diversas mídias. “A Educação em Rede, que é um modelo próprio de aprendizagem promovido pela Rede Pedagógica em todas as mídias e plataformas digitais, tem se mostrado muito eficiente, tanto em termos de motivação e engajamento, como de especialização dos educadores. Certamente, essa movimentação, tão expressiva, já contribui para a melhoria dos índices educacionais no nosso país e para o reconhecimento dos profissionais da Educação”, ressalta.

 

VII Semana Rede Pedagógica – A próxima edição já está sendo organizada para acontecer nos dias 1 a 8 de agosto de 2021. Com foco para Alfabetização, VII Semana Rede Pedagógica homenageará a professora Magda Soares, referência em letramento e educação no Brasil.  Magda é professora titular emérita da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), pesquisadora do Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita (Ceale) da Faculdade de Educação da UFMG e graduada em Letras. Ela também é doutora e livre-docente em Educação recebeu o prêmio Jabuti de melhor livro de não ficção do ano, em 2017. Inscreva-se em https://rpead.com.br/courses/vii-semana-rede-pedagogica

 

A capacitação, totalmente gratuita e on-line, é voltada para professores, coordenadores, orientadores, diretores e outros profissionais da Educação que desejam aprender mais para ensinar ainda melhor. A formação oferece certificado gratuito de 120h.

 

Inscrições seguem abertas – Com o tema “Arte e a Educação Física” para crianças e adolescentes,  a VI Semana Rede Pedagógica contou com a participação de diversos especialistas para debater o assunto. Os educadores que não puderam acompanhar o evento ao vivo ainda podem ter acesso ao material até o dia 30 de junho. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas diretamente no link: rpead.com.br/courses/vi-semana-rede-pedagogica. O certificado é emitido pelo próprio aluno, no ambiente virtual de aprendizagem, após a conclusão da formação. Não será cobrada taxa para emissão de certificado.  




A proposta prevê homenagear as empresas que investirem em seus colaboradores


Fotos: Rogério Lopes.  

O vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos), é autor do projeto de lei nº 3320/2021 que institui o Selo Empresa Incentivadora da Educação de Funcionários. O objetivo é fazer com que as empresas desenvolvam o Programa de Incentivo à conclusão do Ensino Fundamental, Médio ou Superior por seus empregados.

A ideia é que as empresas adotem uma política interna permanente destinada a incentivar que seus funcionários concluam o Ensino Fundamental e Médio e Superior. Uma instituição é composta por pessoas, que é o principal patrimônio das empresas.

Em um mercado de trabalho cada vez mais mutável e competitivo, é preciso investir em pessoas espertas, ágeis, empreendedoras e dispostas a assumir riscos a fazerem as coisas acontecer, o que pode ser feito por meio do estímulo à Educação e sua formação.

O texto ressalta ainda que é um dos objetivos distinguir e homenagear as empresas que incentivem o desenvolvimento pessoal de seus colaboradores, e estimular as empresas a concederem ao trabalhador a oportunidade e as condições para elevar sua escolaridade e concluir sua educação formal.

"Infelizmente, sabemos que o desemprego e a perda de renda afetam mais os trabalhadores com menor nível de escolaridade. Por isso, investir na educação é a principal alternativa para se manter competitivo nesse cenário de crise econômica tão grave", disse Delmasso.

      



 



VÍDEO: pedido de casamento inusitado em Brasília


Thyago pediu Lívia em casamento e não poupou esforços para surpreendê-la e emocioná-la


Um pedido de casamento surpresa emociona a noiva e marcou uma nova fase da vida a dois.


Thyago Porto, analista de sistemas e Livia Campos, administradora,  moradores do Lago Norte, começaram o dia dos namorados (12) com o pé-direito. 


O casal é pura felicidade nessa nova etapa, pois a pouco mais de um ano que essa linda história começou. Se conheceram através de um aplicativo de relacionamento, com a pandemia resolveram morar juntos e hoje, Thiago pediu Lívia em casamento. 


Lívia não imagina a surpresa, “vi uma movimentação para um café da manhã, mas realmente o pedido de casamento não imaginava.”


Pedido atendido: Thyago não poupou esforços para deixar a surpresa ainda mais linda e emocionante: e para isso preciso de uma força tarefa de ambas famílias que decoraram o jardim com muito amor. De joelhos, ele a recepcionou e em seguida o pedido: “Casa comigo”.


“Que susto! Quando desci as escadas do jardim fiquei sem reação, só conseguia sentir amor e me sentir amada!”, declarou Livia.


Ela confessa que o dia 12/06 vai ficar marcado para sempre na história deles. 


"Está sendo pedida em casamento pelo amor da minha vida, foi muito melhor do que eu podia imaginar”, completa a felizarda noiva.


Thyago está igualmente realizado.


“Eternizamos um momento mais que especial na estrada do nosso futuro”, completou.




Nesta terça-feira, foi aprovado na Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa, o projeto de lei nº 1294/2020, de autoria do vice-presidente da Casa, deputado Delmasso (Republicanos), que cria a Força Distrital da Saúde, política pública para atuação em emergências e calamidade em saúde pública, epidemias, pandemias, desastres, catástrofes, eventos de massa e apoio técnico com demandas que afetem o SUS

Foto: Rogério Lopes.

A proposta prevê que o benefício da norma se mostra evidente em prol de todos os brasilienses. Além disso, o apoio da Força Distrital da Saúde poderá ser solicitada pelo gestor em situações específicas que comprometam ou pressionem o Sistema Único de Saúde local. Os critérios de acionamento serão definidos por resolução da Secretaria de Estada da Saúde.

Entende-se que a Força Distrital da Saúde possa ser operacionalizada e disponibilizada pelo órgão gestor da saúde pública, o qual, conforme necessidade, procederá a contratação direta ou indireta desses profissionais para atuarem enquanto perdurar o fato gerador da emergência ou calamidade.

Os tipos de profissionais, qualificações, critérios de essencialidade, forma de contratação, períodos, valores de contrapartida pecuniária serão estabelecidos em Decreto pelo Poder Executivo. O Decreto regulamentador é necessário para a efetivação da política pelo Poder Executivo. O Decreto regulamentador é necessário para a efetivação da política pública.

Segundo Delmasso, a proposta "beneficiará e facilitará a mobilização extra de profissionais de saúde cadastrados, interessados em entregar seus préstimos para o enfrentamento da emergência ou de calamidade pública em saúde, de forma que a organização e resposta do Poder Público seja quase que imediata".

 

Fascal assina termo de credenciamento com o Hospital Brasília Unidade Águas Claras


Fascal assina termo de credenciamento com o Hospital Brasília Unidade Águas Claras


Os associados do Fundo de Assistência à Saúde dos Deputados Distritais e Servidores da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF Saúde/Fascal) já podem contar com o atendimento do Hospital Brasília Unidade Águas Claras, da Dasa. O termo de credenciamento foi assinado na manhã desta sexta-feira (11), em cerimônia realizada na sede da unidade.

“Menos custos, mais benefícios para o planeta, com os equipamentos mais sustentáveis do mercado, são alguns dos diferenciais do Hospital Brasília Unidade Águas Claras. Agora, os servidores da CLDF terão acesso à nossa exclusividade, atenção integral, tecnologia e ciência. Tudo o que há de melhor nos hospitais Dasa em Brasília”, felicita a diretora do complexo médico, Núbia Vieira Welerson.

Para o deputado Rodrigo Delmasso (Republicanos), responsável pela gestão do plano, o novo credenciamento “demonstra o retorno da credibilidade do Fascal perante os hospitais privados do Distrito Federal, o que dá condições de continuar ampliando a rede de atendimento”. Como exemplo dessa estratégia de expansão, ele citou os recentes
credenciamentos dos hospitais Anchieta, em Taguatinga, e o Sírio-Libanês.

A gerente-coordenadora do CLDF Saúde/Fascal, Vanessa Malafaia, explicou que o convênio com o Hospital Brasília Unidade Águas Claras atende a demanda dos associados que moram na região. “Para a gente, é mais uma grande conquista. O hospital é novo, muito bem equipado, e de grande qualidade”, afirmou. Segundo ela, a ampliação do número de estabelecimentos credenciados, o que inclui clínicas e hospitais de referência, deve-se à melhoria da gestão do plano, com o consequente aumento da credibilidade.

Hospital geral de alta complexidade, o novo credenciado oferece ampla gama de especialidades clínicas e ambulatoriais, além de contar com um centro completo de diagnóstico. Com 37,6 mil metros quadrados de área construída e capacidade para atender mais de 20 mil pacientes por mês, possui um centro médico com 120 salas, 264 leitos, sendo 70 de UTI e pronto-socorro.

Edith Eva Eger
Crédito: Robin Van Lonkhuijsen/ANP/AFP

José Pio Martins indica quatro obras inspiradoras para momentos de angústia e desesperança

Além dos prejuízos econômicos, como redução da renda e o desemprego, a pandemia está causando danos psicológicos irreversíveis. De acordo com o economista José Pio Martins, reitor da Universidade Positivo e membro da Academia Paranaense de Letras, o confinamento necessário para conter o contágio da Covid-19 é uma tragédia para o relacionamento, principalmente para as crianças, que estão afastadas dos amigos. “A escola não é apenas local de alfabetização, instrução, é espaço de lazer, de relacionamento humano e social, em que a criança vai se adaptando à sociedade”, afirma.

Segundo o professor, ouvir, ler e assistir histórias de superação trazem conforto para enfrentar este período, mostrando que todos nós podemos escapar das armadilhas da nossa mente, não importam as circunstâncias. “Se alguém falar para mim que está triste e angustiado, por causa do cenário que estamos vivendo eu sugiro que procurem as histórias de Simon Gronowski e Edith Eva Eger, ambos com mais de 90 anos e sobreviventes do Holocausto”.

 

Simon Gronowski

O advogado Simon Gronowski toca piano na janela de casa, na Bélgica, para confortar as pessoas durante o confinamento. Ele aprendeu a tocar piano sozinho, quando adolescente, porque também estava procurando se comunicar, se conectar, antes de mais nada, com sua irmã mais velha, Ita, que faleceu em Auschwitz em 1943, aos 19 anos.

Nesse mesmo ano, Gronowski foi colocado com dezenas de outras pessoas em um vagão de gado, conhecido como “Convoy 20”, na rota mortal de Mechelen para Auschwitz. Para tentar salvar a vida do filho, a mãe de Gronowski o incentivou a pular do trem em alta velocidade, mas não o seguiu. Sua história foi retratada no livro "L’Enfant du XXe Convoi" (A Criança do 20º Trem). Segundo Pio Martins, outra obra inspiradora para tempos de confinamento é “Finalmente, liberado”, que Gronowski escreveu com Koenraad Tinel, que virou um amigo muito próximo, apesar de ter nascido em família nazista.

Perguntado por que toca piano na janela, o advogado belga respondeu que fica feliz em confortar as pessoas e, ainda: “sou muito jovem para parar”. Em um jornal belga, Gronowski escreveu: “Reduzido atualmente a uma ociosidade forçada, propício à reflexão, meu pensamento vagueia e se junta aos confinamentos que sofri há 75 anos, de 1942 a 1944, quando tinha 10-12 anos”… “Hoje podemos ficar com nossa família ou ser ajudados por ela, manter contato, podemos fazer nossas compras, estocar mantimentos, ler jornais, assistir televisão, mas aí vivíamos no terror, faltou tudo, éramos frio, fome e nossas famílias foram separadas, deslocadas”.

 

Edith Eva Eger

Aos 93 anos, a judia eslovaca Edith Eva Eger é doutora em Psicologia e se dedica a ajudar soldados com traumas físicos e mentais causados pela guerra. Ela e a irmã foram salvas do campo de concentração de Auschwitz aos 16 anos, onde os pais foram assassinados na câmara de gás. Pio Martins indica a leitura de dois livros de Edith Eva Eger: “A liberdade é uma escolha” que, com lições práticas e inspiradoras, revela o penoso processo de superação da autora e ajudam as pessoas a se libertarem de suas prisões mentais; e “A bailarina de Auschwitz”, que conta a história da sobrevivente do Holocausto. 

“As lições deixadas por Edith e Simon nos enchem de esperança e provam que enquanto há saúde e vida, há o que fazer”, ressalta o reitor, reforçando a importância do distanciamento social e comemorando a chegada da vacinação aos professores.



 

 

 

___________________________________

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em ensino superior entre as IES do estado do Paraná e uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta, mais de 400 mil m² de área verde no câmpus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A instituição conta com três unidades em Curitiba (PR), uma em Londrina (PR), uma em Ponta Grossa (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de Graduação, centenas de programas de especialização e MBA, sete programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam mais de 3.500m². Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Desde março de 2020 integra o Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Mais informações em up.edu.br/ 

 

O estudante Vinicius Colini Gonçalves
Créditos: Divulgação


A prova de Matemática do Enem costuma ser o pesadelo de muitos estudantes no final do Ensino Médio. E não é para menos. Além da grande quantidade de questões (25% do exame), muitos alunos costumam apresentar dificuldades com esse componente curricular. Gabaritar na prova de Matemática não é para qualquer um. Exige muita dedicação e, na opinião de quem conquistou este feito, também algumas estratégias. O estudante paranaense Vinicius Colini Gonçalves, de 17 anos, gabaritou a prova de Matemática da última edição do Enem e conseguiu uma vaga para cursar Medicina na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA).

Mas ele conta que nem sempre foi apaixonado pela Matemática. "No Ensino Fundamental eu não conseguia aprender frações de jeito nenhum, só fui aprender no Ensino Médio. Mas eu tinha facilidade para memorizar métodos, então, à medida que fui evoluindo, comecei a gostar cada vez mais", conta Vinícius. Mas o estudante reforça que o segredo para o bom desempenho conquistado em Matemática não está na memorização ou na famosa "decoreba". "O meu principal método de estudo sempre foi fazer muitos exercícios, vários por dia, principalmente do material cedido pelo colégio", garante o jovem. Aluno do Colégio Mater Dei, no município de Pato Branco, interior do Paraná, Vinícius conta que aprende melhor praticando – e que a memorização que a prática propicia garante o entendimento de como tudo funciona. 

O assessor de Matemática do Sistema Positivo de Ensino, Willian Henrique de Brito, confirma que, ao resolver diferentes questões, o estudante tem a oportunidade de observar como aquele conceito ou procedimento, estudado nas aulas de Matemática, pode ser efetivamente aplicado em diferentes situações. "Outro ponto a se considerar é que os itens do Enem possuem características muito marcantes e que vão além dos conteúdos. Assim, esse contato contínuo com os exercícios propostos pelo Enem ajuda a reconhecer tais características e a estabelecer estratégias mais assertivas de resolução das questões", acrescenta o especialista. 

Além da prática, determinação para enfrentar a pandemia

Alcançar a nota máxima em uma prova do Enem é uma conquista e tanto e, com todas as dificuldades que os estudantes enfrentaram ao longo de 2020 por conta da pandemia e suspensão das aulas presenciais, esse feito se tornou um desafio ainda maior. "Foi um ano difícil, ficar em casa e estudar apenas por meio do ensino remoto atrapalhou os planos de todos os estudantes, mas eu sabia que isso poderia me beneficiar, então procurei manter o foco. Eu sabia que para conseguir uma vaga de Medicina seria necessário um desempenho impecável; então eu me dediquei ainda mais na reta final para garantir um bom desempenho. Sou uma pessoa competitiva, uma prova como o Enem era como um desafio para mim. Quando coloquei na cabeça que eu queria ir bem na prova, não tinha o que tirasse meu foco", reforça o estudante. 

Brito destaca que é importante saber escolher quais exercícios resolver, para aproveitar bem o tempo de estudo. "O ideal é escolher exercícios cuja estrutura seja semelhante àquela encontrada na prova de Matemática do Enem e, portanto, resolver as provas anteriores é realmente uma boa dica", afirma o especialista. O estudante Vinícius confirma o que diz o educador. "Para me preparar para o Enem, eu fazia exercícios das edições anteriores. O Enem é uma prova que costuma ser parecida em suas edições, então quando você faz exercícios de exames anteriores, consegue aprender a interpretar as questões – muitas vezes sem nem mesmo ler o enunciado, poupando muito tempo durante a prova", acrescenta.

De acordo com o educador, a prática de resolução de exercícios dá ao estudante uma outra vantagem: "ao resolver as questões, é possível identificar com maior clareza onde estão os pontos frágeis que precisam ser desenvolvidos. Por exemplo, um estudante pode errar uma questão de Estatística porque não compreendeu o conceito de Média Aritmética. Mas também poderia ter errado se, mesmo compreendendo o conceito, não tivesse a habilidade necessária para manipular a expressão algébrica que modelava a situação proposta. Ou seja, ao analisar o erro, é possível identificar exatamente qual é a dificuldade encontrada e, então, buscar formas de superá-la", explica.


Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversos componentes, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.



O Dia dos Namorados, em alguns países chamado Dia de São Valentim é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais e namorados, em alguns lugares é o dia de demonstrar afeição entre amigos, sendo comum a troca de cartões e presentes com símbolo de coração, tais como as tradicionais caixas de bombons. Em Portugal e em Angola, assim como em muitos outros países, comemora-se no dia 14 de Fevereiro. No Brasil a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo António de Lisboa, conhecido pela fama de "Santo Casamenteiro"



Está com dúvida sobre o almoço ou jantar para o Dia dos Namorados? Que tal um almoço com rodízio de galeto na Galeteria Beira Lago, o Dia dos Namorados é dia de relaxar, curtir momentos de descanso e aproveitar ao lado do amor da sua vida.  Por isso quando se quer um almoço romântico, a Galeteria Beira Lago é a melhor opção.

Localizada no Lago Sul, a comida de boa qualidade, o ótimo atendimento e a rapidez para o alimento chegar à mesa são o diferencial da Galeteria Beira Lago. A galeteria possui estacionamento amplo, espaço agradável para cinco ambientes e atualmente está funcionando somente no horário de almoço, devido à pandemia. O rodízio de galeto da Galeteria Beira Lago acompanha: arroz, farofa, a famosa polenta frita, salada verde, a deliciosa salada de batata com maionese, massa caseira à sua escolha com o  molho especial da casa.

João Miranda, sócio proprietário da Galeteria, já abriu 17 restaurantes em Brasília, dentre eles o Fogareiro, na Asa Norte e o Babytique, na rua dos restaurantes. "Fiz uma análise no ano de 2007 e percebi que faltava em Brasília uma casa de rodízio de carne branca", conta.

Atualmente o restaurante tem um dos melhores espaços de Brasília. "Tenho uma vasta experiência no ramo. O estacionamento é muito bom, digo que de restaurantes é um dos mais amplos que tem na capital federal. É uma casa grande, são 5 salões, a casa é imponente, com ar condicionado, nossa arquiteta Monica Pinto foi muito feliz no projeto. O atendimento é rápido, a carne branca é um sucesso no mundo, o galeto não tem hormônio.", afirma Miranda.

"A casa desde 2007 é um sucesso de público. Estamos perto da Câmara, Senado, Tribunais, durante a semana recebemos os funcionários públicos e os políticos. No final de semana recebemos as famílias daqui dessa região mais próxima", comenta Miranda, proprietário.

A casa é reconhecida pelo tradicional rodízio de galeto elogiado por todos, com acompanhamentos e temperos especiais, dentre elas a salada de maionese e a polenta. A galeteria já foi eleita por várias vezes a melhor de Brasília.

Miranda é um dono que, diferente de muitos outros, também trabalha na casa auxiliando seus 27 funcionários, cativando seus clientes com bom humor, conversas na mesa e fotos. "A galeteria é uma casa super familiar, agradável. A comida é rápida, no máximo 5 minutos a comida já está na mesa. Estamos aprimorando nosso atendimento, vou às mesas falar com meus clientes. Eu trabalho na empresa, eu vivo o meu negócio. E graças a Deus faço o que gosto", conclui.

Um dos acompanhamentos mais saborosos da Galeteria Beira Lago, é o tempero de ervas que serve para temperar o galeto ou a salada.

Serviço:
Almoço de Dia dos Namorados na Galeteria Beira Lago
Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, conjunto 32/33, ao lado do Pier 21;
Telefone: 61 3233-7700 / 61 99866-3466
Horário de funcionamento: Somente almoço – 11:30 as 16h. Sábado e domingo até 17h;
Rodízio de galeto: 69,90 por pessoa;
Site: www.galeteriabeiralago.com.br
Entrada: Sua honrosa presença.
Prato principal: Família, amigos e você.
Acompanhamentos: Alegria, amor, paz, prosperidade e saúde.
Sobremesa: Sua satisfação e breve retorno
Bebida: Um brinde a você  

 

Créditos: Serra Verde Express

Rico em biodiversidade, bioma concentra cachoeiras, montanhas, cavernas e paisagens exuberantes para relaxar em meio à natureza ou praticar esportes radicais

 

Presente em 17 estados brasileiros, a Mata Atlântica é um dos biomas mais ricos em biodiversidade do mundo. São cerca de 22 mil espécies de animais e vegetais, sendo que 8 mil delas são exclusivas desse ambiente natural. Entretanto, a fauna e a flora não são as únicas a chamar a atenção: o bioma reúne grande potencial turístico, cultural e histórico que ajuda a preservar a área e a impulsionar a economia regional.

Apenas 7% da cobertura original do bioma estão em bom estado de conservação, concentrados principalmente entre o litoral sul de São Paulo e o norte de Santa Catarina, área abraçada pelo movimento Grande Reserva Mata Atlântica, em 4 milhões de hectares de florestas, ambientes urbanos e área costeiro-marinha. A iniciativa reúne Unidades de Conservação, empresas, poder público, instituições, pesquisadores e comunidade local em um objetivo comum: aliar o desenvolvimento econômico e social da região com a preservação do meio ambiente.

O movimento foi criado principalmente para resgatar e fortalecer os atrativos e a cultura do maior remanescente de Mata Atlântica do Brasil, além de assegurar o desenvolvimento das comunidades situadas na região. Segundo o diretor da Serra Verde Express, Adonai Aires de Arruda, "o turismo local gera o fortalecimento dos negócios e o desenvolvimento econômico e social, promovendo uma convivência harmônica entre a sociedade e a natureza”.

Ele reforça ainda que o contato com o meio ambiente leva à conscientização da população em relação à conservação do bioma, “isso é muito importante para a regulação climática, abastecimento de água para agricultura, indústria e toda a comunidade, além da manutenção de encostas, evitando possíveis enchentes, dentre outros exemplos", finaliza.

Nos 45 municípios em que está presente, a Grande Reserva Mata Atlântica reúne uma diversidade de paisagens e atividades, como as listadas a seguir.

  1. Passeio de trem pela Serra do Mar

Considerado o mais belo passeio de trem do Brasil, o roteiro pode ser feito de Curitiba (PR) a Morretes (PR) e também no sentido contrário. O trem passa por paisagens da Serra do Mar paranaense, como pontes, túneis, penhascos e cachoeiras, além de possuir várias curiosidades históricas. Programação e valores estão disponíveis no site da Serra Verde Express, companhia responsável pelo trajeto turístico. "É uma atração com paisagens naturais, belos cenários, fauna e flora que formam a Serra do Mar paranaense. Durante o passeio que proporciona a magia de estar a bordo de um trem turístico, o viajante consegue apreciar a natureza da Grande Reserva”, comenta Adonai Arruda Filho, diretor da Serra Verde Express. 

  1. Cavernas e cachoeiras no Alto Ribeira

O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR), localizado no estado de São Paulo, conta com dezenas de cachoeiras e mais de 300 cavernas. Por se tratar de uma área de preservação ambiental, nem todos os locais são abertos à visitação. Confira as cachoeiras e cavernas turísticas no site do PETAR, além dos valores para acessar o parque.

  1. Passeios de barco nas ilhas paranaenses

O litoral paranaense reúne paisagens naturais para sair da rotina do continente. A Ilha do Mel, por exemplo, tem cerca de 95% de sua área composta por ecossistemas de restinga e Mata Atlântica, é um dos principais destinos turísticos paranaenses, com praias e opções de caminhadas. O acesso é somente por barcos, que partem todos os dias de Pontal do Sul (PR) ou Paranaguá (PR). A sugestão é se programar e ficar mais de um dia na Ilha do Mel e aproveitar para se hospedar já na praia de Encantadas em excelentes pousadas. Outra opção é a Ilha de Superagui, parque nacional na divisa com São Paulo que reúne praias, comunidades tradicionais e espécies ameaçadas, garantindo a conservação da paisagem e da cultura caiçara. O acesso também é por barcos, que partem de Paranaguá ou Guaraqueçaba (PR).

  1. Boia cross no Rio Nhundiaquara

O passeio de boia é opção de lazer para quem visita a cidade histórica de Morretes (PR). O trajeto, nas pequenas corredeiras e em meio às pedras, é restrito a adultos e crianças acima de 12 anos e mais de 1 metro e meio de altura. O percurso de três quilômetros costuma durar duas horas e meia, com diversão e muito contato com a natureza.

  1. Passeio de escuna em Itapoá

Em Itapoá (SC), os turistas podem fazer um passeio de escuna no barco Pérola Negra. O percurso começa na Baía de Babitonga, passando por 14 ilhas. Durante o trajeto, que tem duração média de quatro horas e meia, há parada para banho e visitação na cidade histórica de São Francisco do Sul (SC).

  1. Ilha do Cardoso

Cananéia (SP), onde a Ilha do Cardoso está localizada, é uma das cidades mais antigas do Brasil. Foi descoberta em 1502 por uma embarcação portuguesa comandada por Américo Vespúcio. A ilha possui mais de 90% da sua área coberta por floresta nativa original, com praias e pequenos vilarejos. Os turistas podem visitar trilhas, cachoeiras, piscinas naturais e dunas, além de conhecerem a cultura e a tradição caiçara. O acesso é por barcos e, no trajeto, é possível observar garças, botos e golfinhos.

  1. Montanhismo no Paraná

A Serra do Mar paranaense conta com um conjunto de montanhas que virou ponto de encontro de escaladores e adeptos do montanhismo. O Morro do Anhangava, por exemplo, é um dos melhores campo-escola de escalada em rocha do Brasil, com vários graus de dificuldade em 1.420 metros de altitude. É um ponto para a prática de voo livre, escalada, rappel e passeios a cavalo. Outra opção é o Pico Marumbi, que resguarda muitas riquezas da Mata Atlântica brasileira, além de oferecer opções de trilhas, banhos de cachoeira e escaladas.

 

Sobre a Serra Verde Express

Em operação desde 1997, a Serra Verde Express é uma empresa referência em operações turísticas ferroviárias no Brasil. Com sede em Curitiba (PR), tem a concessão dos trens turísticos na ferrovia Paranaguá - Curitiba. Em 2008 lançou o primeiro trem de luxo nacional. De acordo com o jornal britânico The Guardian e o americano The Wall Street Journal, tem um dos 10 passeios de trem mais espetaculares do mundo. Operadora oficial da Grande Reserva da Mata Atlântica, proporciona ao público uma experiência imersiva cultural e voltada ao meio ambiente. Integrante do Núcleo de Turismo da Holding Higi Serv, transporta anualmente mais de 200 mil pessoas no trecho Curitiba - Morretes, além de ser a maior operadora de serviços de receptivo em Curitiba e no litoral paranaense. Em 2020, inaugura o Trem Republicano, que opera no trecho Salto - Itu, no estado de São Paulo.



 

Créditos: Jasmine Alimentos

Logística reversa, reciclagem e selo de sustentabilidade nas embalagens fazem parte do compromisso adotado pela empresa em prol do Meio Ambiente

 

Cada vez mais, empresas do mundo todo têm se preocupado com a sustentabilidade. Discussões sobre a importância da logística reversa, uso consciente de recursos naturais e selos de sustentabilidade são reforçadas em junho, considerado mês do Meio Ambiente. Um dos pontos mais estratégicos desse debate é a geração e o descarte adequado de resíduos das indústrias, que têm aumentado os investimentos para fazer a destinação correta desses materiais e ajudar na conservação da natureza. Um dos exemplos é a Jasmine Alimentos, líder de diversos segmentos do mercado de alimentação saudável, que acaba de firmar uma parceria com a Eureciclo - empresa que oferece soluções para a logística reversa de embalagens e fornece o selo de comprovação.

A parceria consiste em conectar a indústria do Paraná com recicladores e promover a destinação das embalagens com responsabilidade social, por meio de compensação ambiental. Entre as ações previstas está a logística reversa, com rastreamento, informação exata de resíduos que estão sendo reciclados e em quais cooperativas, para que se tenha um controle ainda maior dos processos. O objetivo é reciclar mais de 350 toneladas de embalagens, ainda em 2021.

De acordo com a gerente de Qualidade e Meio Ambiente da Jasmine Alimentos, Sandra Mara Serena, é preciso rever as atitudes individuais e as indústrias têm um papel preponderante nessa mudança de paradigmas. “Independente de qual processo a empresa adotará, atualmente, não existe empresa séria que não discuta o assunto e que tenha ações efetivas de sustentabilidade. No nosso caso, a responsabilidade compartilhada também é ponto-chave no processo”, afirma. 

Segundo uma pesquisa realizada pelo Banco Mundial, caso os padrões atuais não sejam alterados, a quantidade de lixo sem destinação correta no mundo crescerá 70% até 2050. Por esse motivo, Sandra reforça a importância do debate amplo sobre sustentabilidade e conservação da natureza, com a implementação de ações eficientes. “Nós buscamos continuamente nos adequar aos pilares da sustentabilidade, avaliando e controlando todos os seus aspectos e impactos ambientais gerados na cadeia produtiva. Além disso, temos uma equipe técnica multidisciplinar e profissionais altamente qualificados e capacitados, que buscam sempre atender aos requisitos legais aplicáveis, bem como inovar em suas ações”, ressalta. 

Ações sustentáveis da empresa

A Jasmine Alimentos é signatária e associada ao Instituto Paranaense de Reciclagem (INPAR) e ao Eu Reciclo, onde, juntamente com outras empresas do setor, realiza a implementação do Plano de Logística Reversa de embalagens após o consumo. Além disso, todo resíduo sólido gerado nas diversas etapas do processo produtivo da indústria de alimentos saudáveis localizada em Campina Grande do Sul (PR) são segregados, armazenados, transportados, destinados e monitorados - respeitando todas as normas e leis pertinentes. “Buscando uma gestão de resíduos denominada 'aterro zero', implementamos projetos para homologar fornecedores capacitados e licenciados para a reciclagem e destinação correta dos materiais”, destaca Sandra. Além disso, processos de blindagem e co-processamento são utilizados para controlar rejeitos contaminados, com o objetivo de evitar o descarte em aterros.

Já os efluentes líquidos gerados são encaminhados para uma Estação de Tratamento de Efluentes Industriais, onde são devidamente tratados. A Jasmine utiliza, também, equipamentos alimentados por gás natural e realiza o monitoramento dos parâmetros de emissões atmosféricas por laboratório credenciado.

Pelo fato de integrar o grupo multinacional Nutrition et Santé, a empresa segue a gestão estratégica internacional para a neutralização de Carbono. Dentre as metas gerais, está reduzir a emissão de CO2 em 30% até 2030. E, ainda, a Jasmine conta com o desenvolvimento de projetos no âmbito do consumo energético eficiente e sustentável. "Buscamos no mercado livre de energia contratos que sejam sustentáveis e ao mesmo tempo mais econômicos para a companhia”, finaliza Sandra.

 

Sobre a Jasmine Alimentos

A Jasmine Alimentos é uma empresa referência em alimentação saudável. Com produtos categorizados em orgânicos, zero açúcar, integrais e sem glúten, a marca visa atingir o público que busca alimentos saudáveis de verdade e qualidade de vida. A operação da Jasmine começou de forma artesanal há 30 anos, no Paraná. A Jasmine está consolidada em todo Brasil e ampliando sua atuação para a América Latina. Desde 2014 a marca pertence ao grupo francês Nutrition et Santé, detentor de outras marcas líderes no segmento saudável na Europa.

Mais informações: www.jasminealimentos.com 



  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, na última sexta-feira (28), que a bandeira tarifária será vermelha – patamar 2 no mês de junho 


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou, na última sexta-feira (28), a entrada da bandeira tarifária vermelha - patamar 2 para o mês de junho. Isso significa um custo de R$ 0,06243 para cada 1 quilowatt-hora consumido. A Neoenergia Distribuição Brasília ressalta que é possível minimizar os impactos da cobrança extra. Por isso, a distribuidora reforça uma série de dicas de economia que divulga permanentemente e que podem ajudar os consumidores a mudarem alguns hábitos e atitudes do dia a dia, evitar o desperdício de energia elétrica e, sobretudo, reduzir o valor da conta. Confira:  
 
Adquira aparelhos elétricos eficientes (e use com eficiência)

Eletrodomésticos mais antigos costumam ser menos eficientes. Se puder, substitua-os por aparelhos mais novos e com selo PROCEL de eficiência energética. Isso irá ajudar muito na economia de energia e na redução das contas. Pesquise os modelos e potências para saber quais são mais eficientes. Na hora de usar, estude o manual para maximizar o uso e minimizar o gasto de energia.

Desligue o computador se não for utilizá-lo dentro de uma hora

Algumas pessoas acham que deixar o computador ligado 24 horas consome menos energia do que ligá-lo e desligá-lo a cada uso, mas não funciona assim. O monitor pode ser desligado sempre que o usuário se ausentar do ambiente. Se as pausas entre os usos forem longas, de mais de uma hora, por exemplo, o ideal é desligar tudo. Se puder, opte por laptops, que costumam ser mais econômicos.

Fique de olho no carregador de celular

Não deixe o carregador de celular na tomada sozinho ou depois que o aparelho estiver completamente carregado. Além de evitar acidentes domésticos, ele consome energia elétrica.

Aproveite a luz natural

Além de ser confortável para os olhos, aproveitar a luz natural do dia ajuda a reduzir o desperdício de energia. Evite acender luzes em ambientes já naturalmente iluminados, dê preferência por lugares com janelas amplas e paredes claras.

Evite usar a função stand-by dos aparelhos

Nunca deixe os aparelhos ligados na tomada em "stand-by", o famoso "modo espera" que permite ligar o equipamento diretamente. Não há necessidade de continuar consumindo energia se você não os está utilizando. Prefira tirar o eletrodoméstico da tomada quando não estiver em uso, mesmo que você não ache prático. Neste caso, a comodidade não compensa o desperdício.

Escolha lâmpadas LED

Mesmo que as lâmpadas LED sejam mais caras, a economia de longo prazo compensa os custos iniciais porque elas duram mais e consomem até 80% menos que as lâmpadas convencionais. Dê preferência sempre às lâmpadas de LED. Retire as lâmpadas fluorescentes compactas queimadas do bocal. O reator acoplado pode consumir energia, caso o interruptor esteja ligado.

Utilize a função "timer" das TVs

Evite dormir com televisores ligados. É um consumo de energia desnecessário. Se você já sabe que costuma pegar no sono assistindo à televisão, utilize a função "timer" ou "sleep", presente na maioria dos modelos e programe o aparelho para que ele desligue sozinho.

Mantenha temperatura agradável do ar condicionado

Para economizar energia, não é preciso sofrer e desligar o ar condicionado no calor. Deixar o aparelho em uma temperatura estável refresca e ajuda a reduzir o valor das contas. Uma dica é regular o termostato para uma temperatura confortável, entre 23 e 25 graus.

Utilize a geladeira com eficiência

Evite utilizar a parte de trás da geladeira ou do freezer para secar panos e roupas. O ato de guardar alimentos ou líquidos quentes faz com que o equipamento precise utilizar mais energia para manter a temperatura. Verifique sempre o estado da borracha de vedação e evite abrir a posta a todo momento.  

Passe as roupas de uma única vez

Junte a maior quantidade possível de roupas para passar e sempre utilize a temperatura indicada para cada tipo de tecido. Deixe as roupas leves para o final, pois você poderá desligar o equipamento e realizar a tarefa aproveitando o calor do ferro.

Fique atento ao selo Procel

Sempre que possível, adquira eletrodomésticos com o selo Procel, pois ele indica os produtos com menor consumo de energia elétrica.


DICAS DE SEGURANÇA NEOENERGIA DISTRIBUIÇÃO BRASÍLIA

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o "gato" coloca em risco a vida de quem faz e de quem está próximo a essas localidades. Denuncie a irregularidade de forma anônima no telefone 116 da sua distribuidora.



De acordo com a Conab, a estimativa é de crescimento de 7,3% na produção de sorgo na atual safra, no Estado, em comparação com a safra 2019/2020, e de aumento de 27,7% na produção de girassol, em relação à safra 2019/2020



A área plantada de sorgo e girassol deverá ser de 377,9 mil hectares e de 20 mil hectares, respectivamente. Com isso, a produtividade deve girar em torno de 3,1 toneladas por hectare no sorgo e de 2,1 toneladas por hectare no girassol

Com previsão de produção de quase 1,2 milhão de toneladas de sorgo e de 42 mil toneladas de girassol, o Estado deve se firmar como o maior produtor nacional das duas culturas na safra 2020/2021. É o que aponta o 9º levantamento da Safra de Grãos, divulgado nesta quinta-feira (10/06) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e com dados regionais compilados pela Gerência de Inteligência de Mercado da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

De acordo com a Conab, a estimativa é de crescimento de 7,3% na produção de sorgo na atual safra, no Estado, em comparação com a safra 2019/2020, e de aumento de 27,7% na produção de girassol, em relação à safra 2019/2020. A área plantada de sorgo e girassol deverá ser de 377,9 mil hectares e de 20 mil hectares, respectivamente. Com isso, a produtividade deve girar em torno de 3,1 toneladas por hectare no sorgo e de 2,1 toneladas por hectare no girassol.

Outro destaque é a produção de trigo em Goiás, que deve registrar crescimento de 142,4% na safra 2020/2021, em relação à safra anterior. Serão 224,0 mil toneladas, com produtividade de 4,0 toneladas por hectare. Isso faz do Estado o quinto maior produtor nacional.

Segundo o titular da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, esses números comprovam a aptidão de Goiás para o segmento agropecuário. "Além das culturas como soja e milho, que são referência no Estado, outras atividades têm se destacado no cenário nacional, mostrando a diversificação da agricultura goiana e contribuindo para o fortalecimento de nossas cadeias produtivas", enfatiza.  

Safra no Estado
Em relação à safra de grãos, Goiás deverá produzir mais de 24,6 milhões de toneladas na safra 2020/2021, ocupando a 4ª posição no ranking nacional – atrás de Mato Grosso (73,4 milhões de toneladas), Paraná (38,7 milhões) e Rio Grande do Sul (37,1 milhões de toneladas). A previsão é de produção de mais de 13,7 milhões de toneladas de soja (4ª posição no ranking), quase 9 milhões de toneladas de milho (também 3ª posição) e 130,9 mil toneladas de arroz (8º maior produtor brasileiro).

LSPA/IBGE
Segundo os dados do Levantamento Sistemático de Produção Agrícola, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goiás deve ser o maior produtor de tomate no Brasil, com mais de 1,1 milhão de toneladas na atual safra, crescimento de 6,9% em relação à safra anterior. Destaque ainda para a cana-de-açúcar, já que o Estado deve ser o terceiro maior produtor nacional, com quase 74,0 milhões de toneladas.



Investimentos realizados somam R$ 312,7 milhões e beneficiarão cerca de 750 mil clientes, de 40 cidades.  O evento também marcou o lançamento de outras três grandes obras que serão entregues até o fim deste ano  


Fotos: Júnior Guimarães  

Com a presença do governador Ronaldo Caiado, do country manager da Enel Brasil, Nicola Cotugno, do presidente da Enel Distribuição Goiás, José Nunes,  do diretor de Infraestrutura e Redes de Goiás, José Luís Salas, além de autoridades federais, estaduais e municipais, a Enel entregou um grande pacote de obras com objetivo de transformar a realidade do fornecimento de energia nas regiões do Entorno do Distrito Federal e do Nordeste Goiano. O ato simbólico de inauguração, aconteceu nesta manhã (10), na nova Subestação Estrela D'Alva, em Cidade Ocidental.

O governador Ronaldo Caiado durante entrega de obras da Enel Distribuição na Região do Entorno do Distrito Federal e Nordeste Goiano: "É um acontecimento importantíssimo, e mostra que a Enel tem cumprido com sua parcela de contribuição para o desenvolvimento do Estado de Goiás"

O governador Ronaldo Caiado esteve na Cidade Ocidental, na manhã desta quinta-feira (10/06), para inaugurar série de obras que buscam melhorar o fornecimento de energia elétrica em 40 municípios do Entorno do Distrito Federal e do Nordeste goiano. São 12 empreendimentos da Enel Distribuição Goiás, incluindo subestações, cujo investimento é de R$ 312,7 milhões.

A expectativa é beneficiar cerca de 750 mil clientes. "É um acontecimento importantíssimo, e mostra que, neste momento, a Enel tem cumprido com sua parcela de contribuição para o desenvolvimento do Estado de Goiás", afirmou.

Durante o evento, Caiado destacou a importância das obras e ainda frisou seu compromisso, enquanto chefe do Executivo, de sempre buscar parcerias e promover ações que garantam qualidade de vida aos cidadãos goianos. "São subestações modernas, com o que existe de mais sofisticado hoje na Europa. Investimentos que dão a esta região capacidade de trazer empresas e indústrias", disse.

"Para crescer nas regiões mais carentes, principalmente Entorno, Nordeste e Oeste Goiano, precisamos do fornecimento de energia elétrica para ampliar nossa industrialização, gerando empregos consolidados. Não existe melhor programa social que o emprego, e não podemos ter gargalo", completou.

"Reforçamos o compromisso com Goiás com esta obra, que é a expressão das melhores tecnologias que temos no mundo, para que possamos ter mais indústria e crescimento nesta região", afirmou Nicola Cotugno, presidente da Enel no Brasil. Caiado lembrou o início da relação com a empresa, ainda no início da gestão, e afirmou que hoje considera o gestor da companhia um "grande parceiro" do Estado de Goiás.

"Discutíamos muito naquele quadro que ele recebeu a Celg e nós precisávamos de ter uma solução para a energia elétrica no Estado. Ele enxergava minha responsabilidade como governo, e entendeu que era preciso se concentrar em Goiás, que tinha um governo e um povo que queria desenvolver, e melhorar as regiões mais carentes e humildes", afirmou Caiado.

A entrega das obras ocorreu na nova Subestação Estrela D'Alva. Esse sistema de alta tensão recebeu investimento de R$ 56 milhões, e alcança 230 mil clientes de Cidade Ocidental, Luziânia, Valparaíso de Goiás e Novo Gama. "Impacta muito, não só na nossa cidade como na região inteira", destacou o prefeito anfitrião, Fábio Correa, que também enalteceu o fruto desta parceria. "Com essa união Estado, município, iniciativa privada (Enel), os frutos chegam e nosso patrão agradece, que é o povo", frisou.

"O que se busca é trazer, ao final, mais qualidade e disponibilidade de serviço, agregando mais tecnologia de rede, para podermos à distância comandar, controlar, acompanhar e verificar", pontuou o presidente da Enel Goiás, José Nunes.

A nova Subestação Estrela D'Alva é a terceira construída pela Enel Goiás no modelo compacto, muito utilizado em países da Europa, e caracterizado pelo uso de equipamentos super tecnológicos e multifuncionais, que diminuem o espaço necessário para a instalação. Com potência instalada de 80 MVA, a unidade conta com dois transformadores que trabalham com, no máximo, 60% do seu carregamento total. Em caso de falha em um desses equipamentos, toda a carga pode ser transferida ao outro, garantindo o fornecimento de energia até que os reparos necessários sejam realizados.

Longo prazo
O pacote de lançamentos desta quinta-feira inclui o seccionamento da Linha de Distribuição de Alta Tensão Brasília Sul – Marajoara; e as subestações Barro Alto, Planaltina, Águas Lindas, Marajoara, São João d'Aliança, Corumbá, Pacaembu, Pamplona, Centro Satélite e Itiquira, mais construções, ampliações e modernizações de subestações, implantação de novas redes de média e alta tensão e um Centro Satélite, o primeiro do Estado.

As entregas fazem parte do projeto Redes do Futuro, que tem como objetivo trazer para Goiás o que há de mais moderno no mundo da distribuição de energia elétrica. "Não é apenas o desenvolvimento de uma rede, mas trazer tecnologia para daqui 25, 30, 40 anos e no futuro, garantindo o crescimento contínuo deste Estado, que cresce acima da média", salientou diretor de Infraestrutura e Redes de Goiás da Enel Distribuição, José Luis Salas.

Ainda durante o evento, a Enel anunciou outras três grandes obras na região: a construção de duas novas subestações, em Cristalina e Santo Antônio do Descoberto, e a construção da Linha de Distribuição Brasília Leste-Itiquira, uma demanda histórica da população. Já em fase de construção, a nova rede terá 55 quilômetros de extensão e beneficiará 175 mil clientes de 25 municípios. Atualmente, toda a região do Entorno e do Nordeste Goiano é abastecida por uma única linha de alta tensão. Quando há uma falha nessa rede, muitos clientes ficam sem energia.

Ainda este ano, serão entregues as novas subestações São Marcos, em Cristalina; e a de Santo Antônio do Descoberto. Na construção da São Marcos, estão sendo investidos R$ 50 milhões para levar ainda mais energia para uma das maiores áreas irrigadas da América Latina. Depois de pronta, a unidade beneficiará cerca de 550 grandes clientes rurais, que utilizam pivôs de irrigação em suas lavouras. Já a de Santo Antônio do Descoberto, depois de concluída, beneficiará 23 mil clientes do município e da vizinha Alexânia. Ao todo, serão investidos R$ 62 milhões na unidade, que aumentará a oferta de energia da região e melhorará os níveis de tensão da energia recebida pelos atuais clientes.  

Ainda em 2021, a Enel pretende construir mais 13 subestações, além de modernizar e ampliar outras 54. Está prevista, também, a construção de mais 7 mil quilômetros de novas redes, o que vai permitir que zerar a demanda reprimida por energia em Goiás até o ano que vem. "Começamos hoje a fazer as intervenções necessárias para que possamos abrir os braços às indústrias, gerando emprego e renda", afirmou o deputado federal, Adriano do Baldy. "Obrigado, governador, por buscar as obras de estrutura para um Goiás que todos nós sonhamos". "Vai deixar o maior legado para nosso país: um governo de transformação, mas principalmente de honestidade", arrematou o deputado estadual Wilde Cambão.

Oportunidades
Na sequência, Caiado conheceu as instalações do Programa Mais Empregos de Cidade Ocidental. A iniciativa funciona como um facilitador de oportunidades, conectando o trabalhador que procura por um emprego formal, o empreendedor que oferta a vaga, e os parceiros que oferecem os cursos gratuitos.

"Tem 128 ofertas de emprego hoje em Cidade Ocidental. O cidadão estava aqui há 1 ano e 2 meses desempregado, agora já viu a vaga e já está com o emprego organizado", afirmou o governador. O homem citado se chama Cícero Bernardo Amorim, de 46 anos. Ele era açougueiro e agora vai trabalhar como motorista. "Tenho duas filhas para criar, aluguel para pagar, fui despejado. Mas, graças a Deus, na hora que bati na porta aqui, foi aberta para mim", manifestou Cícero Bernardo.

Durante a visita, o governador destacou que o local visa auxiliar não apenas a população que busca qualificação e novas oportunidades, mas empresários que necessitem de ajuda. "Aqui tem toda uma estrutura para orientar o empreendedor também. Vai ter linha de crédito, orientação de como atuar no mercado", explicou Caiado ao lembrar que a Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) já liberou R$ 42 milhões para micro e pequenas empresas, em mais de mil operações de crédito só como apoio Fampe-Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas do Sebrae Goiás.

Uma churrascaria vem chamando a atenção da alta cúpula do poder em Brasília. Trata-se da Nativas Grill Esplanada, com sede na Vila Planalto, que hoje é praticamente unanimidade entre os políticos que circulam na capital durante a semana. Na hora do almoço, por exemplo, é fácil ver carros com placas oficiais parados na frente da churrascaria

Fotos: Marcelo Alves.

A mesa da  Nativas Grill Esplanada não é a casa de um ou de outro, é um lugar neutro. Além disso, a conversa sempre flui de um jeito diferente depois de uma bebida. As pessoas se desarmam, falam mais o que realmente estão sentindo. São nesses espaços que as articulações acontecem.  

Inicialmente frequentado por parlamentares, a churrascaria tomou proporções tão grandes que hoje membros do judiciário como juízes, desembargadores e promotores e do executivo, como o presidente Jair Bolsonaro juntamente de seus ministros, almoçam ou jantam na churrascaria.

E é por essa e outras que a churrascaria Nativas Grill Esplanada tem sido destaque na capital federal, quando se quer uma carne nobre e suculenta. Localizada na Vila Planalto, a comida de boa qualidade, o ótimo atendimento, o delicioso churrasco e o buffet farto servido são o diferencial da casa.

O gestor Clóvis dos Santos afirma que um dos diferenciais da casa é o buffet. "Se o cliente quiser consumir apenas nosso buffet, ele vai sair daqui tão satisfeito quanto em qualquer outro restaurante", comentou o gestor da casa.

"Fizemos um estudo que apontou Brasília como um ótimo campo para o negócio, especialmente pelo nível de exigência do público daqui que é alto. A marca foi muito bem recebida pelos brasilienses", comemora Clóvis, que acrescenta: "com a oferta de serviços de qualidade, que são características próprias da casa, valorizamos o nosso cliente", afirma Renato.

Higiene
Apesar de sempre trabalhar desta forma, independente de colapsos na saúde, a Nativas Grill. segue firme e aumentou a rigidez no que tange à higiene local. Mais do que nunca, estamos higienizando chão, superfícies diversas e produtos. Estamos com funcionários dedicados para esterilizar e higienizar todas as ferramentas de trabalho, máquinas, como também os produtos manuseados.

Álcool Gel e Luvas
Todos os clientes e funcionários possuem à sua disposição álcool gel 70% para sempre que necessário o utilizarem. Mas, vale lembrar que a equipe possui à disposição água e sabão para lavar a mão, bem como os que possuem contato externo estão trabalhando com luvas, também. O Salão está com um distanciamento e álcool em gel nas mesas. Ao servir no buffet é obrigatório a utilização de máscara e luva para não contaminar os alimentos do buffet.

Ventilação
Mesmo com ar-condicionado em temperatura recomendada pelos órgãos competentes, a churrascaria Nativas Grill está mantendo todos os ambientes ventilados e sempre que possível as janelas abertas. Isto ajuda a impedir a proliferação do vírus e foi um dos primeiros passos adotados pela direção antes mesmo do decreto.

Tecnologia
A Nativas Grill conta com máquinas industriais que lavam os utensílios como louças e talheres em altíssima temperatura. Nossa cozinha já era utilizada antes mesmo da existência deste vírus, a higiene sempre foi levada muito a sério por nós.

Atenção redobrada
No geral, toda limpeza da Nativas Grill foi reforçada conforme dito anteriormente. Sempre seguimos os protocolos de saúde e de segurança alimentar, porém, agora estamos nos dedicando ainda mais para não deixar nada escapar. Desde um simples talher à uma máquina de cartão. Tudo devidamente higienizado!

Serviço: Churrascaria Nativas Grill Esplanada
SCEN Clube Almirante Alexandrino - Asa Norte, Brasília - DF, 70800-110
Telefone: (61) 3306-1112
Horário de funcionamento: Almoço – 11:00 às 17h. Jantar: 18h às 23h



O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), assinou a ordem de serviço para a construção do Hospital Oncológico Doutor Jofran Frejat. Com assinatura de Ibaneis, começam as obras do primeiro hospital oncológico do DF. Em dois anos e meio, gestão Ibaneis recupera recursos quase perdidos e viabiliza construção de unidade com capacidade para atender nove mil pacientes por ano. Após uma longa batalha judicial e negociação por parte do Governo do Distrito Federal (GDF), o hospital será uma realidade em breve.  A ser erguido em um terreno de 41 mil metros quadrados, sendo 31 mil metros quadrados de área construída, o hospital oncológico terá 172 leitos disponíveis, sendo 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 152 de internação 

Fotos: Renato Alves.

Ao lado do Hospital da Criança, no Setor de Áreas Isoladas Norte (Sain), a unidade é a primeira da especialidade no Distrito Federal e vai transformar a capital em referência para todo o Centro-Oeste. Na ocasião, foi lançada a pedra fundamental do prédio com a presença do governador Ibaneis Rocha.

A construção do hospital foi possível graças ao esforço do governador Ibaneis Rocha e de sua equipe para destravar a obra junto ao governo federal e a Caixa Econômica Federal (CEF). A ação do Executivo garantiu ainda que os recursos para a construção, que estavam praticamente perdidos, retornassem para o DF.

"Nós trabalhamos ao longo desses dois anos e meio para destravar essa obra que vinha de muitos anos paralisada. Tivemos que entrar na Justiça para garantir que esse convênio fosse assinado. Essa obra vai mudar o tratamento do câncer aqui no DF e na nossa região como um todo", explicou o governador Ibaneis Rocha.

"O convênio estava perdido porque a Caixa Econômica não aguentava mais aguardar os projetos, que vinham errados. Fomos à Justiça, conseguimos a liminar, eles julgaram o mérito da ação, ganhamos o processo e conseguimos a assinatura do convênio que nos permitiu fazer a licitação que coloca essa obra de pé", acrescentou o governador.

A ser erguido em um terreno de 41 mil metros quadrados, sendo 31 mil metros quadrados de área construída, o hospital terá 172 leitos disponíveis, sendo 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 152 de internação.

Ele contará ainda com consultórios multidisciplinares, alas para tratamento de quimioterapia, radioterapia, medicina nuclear, endoscopia e salas de cirurgia conjugadas, além de exames de imagem como mamografia, ultrassom e raio-X. O nome da unidade homenageia o ex-deputado federal e ex-secretário de Saúde Jofran Frejat, falecido aos 83 anos, em 2020, vítima de um câncer no pulmão.

Vencedora da licitação aberta pela Secretaria de Saúde, a Endeal Engenharia e Construções Ltda. será a executora da obra, que vai gerar cerca de cinco mil empregos.

Já o projeto arquitetônico foi elaborado por uma empresa contratada pela Diretoria de Edificações da Companhia da Nova Capital (Novacap). Serão investidos R$ 99.965.265,47, recursos liberados pelo Fundo Nacional da Saúde, do Ministério da Saúde. O prazo para conclusão das obras é de 36 meses.

Pela projeção da Secretaria de Saúde, o Hospital Oncológico de Brasília terá capacidade de realizar até nove mil atendimentos por ano. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Distrito Federal registra, anualmente, cerca de 5,5 mil casos novos da doença em adultos.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirma que com a construção vai "tornar o DF um centro de referência para a região Centro-Oeste" e que ela chega para "complementar um trabalho que já vem sendo realizado pelo HRT e pelo Hospital de Base.

O hospital terá equipamentos de alta capacidade de resolutividade, principalmente no que tange a parte de diagnóstico para os pacientes serem assistidos o mais rápido possível", aponta.

Para o presidente da Novacap, Fernando Leite, o hospital "é, talvez, uma das maiores dívidas que os governantes do DF tinham com a população", mas que a atual gestão tirou do papel. "Esse hospital é o sonho da classe médica de Brasília, um hospital de referência".

Em 2019, 6.247 pessoas demandaram atendimento oncológico no sistema público de saúde. Atualmente, a rede atende a esses pacientes nos hospitais de Base (HBB), Regional de Taguatinga (HRT) e Universitário de Brasília (HUB). Os casos infantis são direcionados para o Hospital da Criança.



O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), investe na educação, capacitação profissional e na geração de renda . Cerca de 500 alunos do Renova-DF vão atuar em Samambaia. É o trabalho duro do GDF, que capacita pessoas desempregadas nas áreas de construção e jardinagem; estágio nas cidades vai ajudar na execução de serviços de urbanização

Fotos: Renato Alves.

Samambaia é a segunda cidade do Distrito Federal a receber a caravana do programa Renova-DF, criado para capacitar pessoas desempregadas nas áreas de construção e jardinagem. Nesta terça-feira (8), centenas de alunos do projeto receberam o material e as instruções para começarem, em breve, as aulas de carpintaria, jardinagem e elétrica, entre outras.

"A gente quer profissionalizar a população, garantir renda – são R$ 1.100 que eles vão receber por uma carga horária de quatro horas por dia – e, ao final, todos eles vão sair certificados e aptos a trabalhar para as profissões que escolheram", comentou o governador Ibaneis Rocha.

Nesta empreitada com forte cunho social, o Governo do Distrito Federal (GDF) vai investir R$ 18 milhões para treinar três mil profissionais, qualificá-los para o mercado de trabalho e movimentar a economia.

São três meses de formação para cada grupo de mil alunos com 20 horas semanais. Eles vão ter aulas teóricas e práticas ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para cursos de carpinteiro, jardineiro, eletricista, encanador, serralheiro e pedreiro. Nas aulas práticas, os estudantes farão a recuperação de praças, parques infantis, quadras, campos de futebol, Pontos de Encontro Comunitário (PECs), calçadas, jardins e paradas de ônibus. Uma troca com ganho para o cidadão e também para as cidades, que vão ficar ainda mais bem-cuidadas.

Durante a cerimônia, que ocorreu no estádio Rorizão, em Samambaia, o governador Ibaneis Rocha disse que o Renova-DF vai ajudar a transformar as cidades e a qualidade dos profissionais. "Nós vamos chegar nas cidades do DF fazendo todo o trabalho de renovação, cuidando dos parquinhos e das quadras abandonadas. É um programa que vem completo, com o apoio do Sesi, e cada grupo de mil alunos vai ficar 90 dias dentro do programa e depois sairão certificados em alguma das profissões. A gente quer profissionalizar a população, garantir renda – são R$ 1.100 que eles vão receber por uma carga horária de quatro horas por dia – e, ao final, todos eles vão sair certificados e aptos a trabalhar para as profissões que escolheram", destaca.

Para o secretário de Trabalho, Thales Mendes, o Renova-DF "olha para as pessoas e melhora as cidades desde a sua concepção e traz esperança e expectativa para as pessoas enfrentarem o mercado de trabalho de forma mais competitiva".

Educação
Presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa elogiou a amplitude do programa. "Que inteligência um programa que dá educação, capacitação e salário. Ele une todas as frentes e dá condições de trabalho", aponta Paulo Henrique, que reforçou os esforços do governo na área social.

"Desde o início da pandemia, esse é o oitavo programa social. São 218 mil famílias beneficiadas, quase 900 mil pessoas, isso é mais de 25% da população do DF. A cada quatro moradores do DF, um foi beneficiado pelos programas do governo. É um orgulho o BRB fazer parte disso", afirma.

Ceilândia
O evento em Samambaia foi o segundo organizado pelo governo. O primeiro destino da caravana do Renova-DF foi Ceilândia, com 500 pessoas em capacitação inicialmente, assim como Samambaia.

Segundo o administrador Gustavo Aires, esses 500 alunos têm destino certo para fazer os reparos na cidade. "Já mapeamos os pontos onde as reformas vão acontecer, aqueles que a população nos demandou. Queremos que o programa seja ampliado e que não fique apenas os 90 dias, e sim por mais tempo", pede.

Além do Renova-DF, o GDF oferece qualificação e capacitação em vários órgãos. Entre 2019 e 2020 e o primeiro semestre de 2021, mais de 28 mil pessoas participaram de cursos presenciais e virtuais oferecidos gratuitamente para as mais diversas áreas.

É sobre esse apoio e qualificação profissional que o GDF tem proporcionado à população do DF que o presidente da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra/DF), Jamal Bittar, destaca. "Esse programa está dando aquilo que traz mais dignidade, que é ocupação e formação profissional. Agradecemos a confiança que o governador Ibaneis Rocha tem no Sistema S, que vai ser o responsável por capacitar esses profissionais", agradece.

Sobre o Renova-DF
Capacitar profissionais, facilitar o ingresso no mercado de trabalho e reformar espaços públicos são alguns dos objetivos do programa Renova-DF. Os participantes recebem salário mínimo, além de auxílio transporte e seguro contra acidentes pessoais.

Os alunos devem ter frequência e aproveitamento igual ou acima de 80% para receber os auxílios e o certificado de conclusão de curso. Aqueles que obtiverem acima desse percentual poderão participar, gratuitamente, de qualquer outra formação oferecida pelo Senai-DF. Alunos analfabetos terão curso de alfabetização sem custos.

Os estudantes já foram selecionados e entregaram toda a documentação, portanto não há como se inscrever mais no Renova-DF. Participam pessoas com mais de 18 anos; moradores do DF; nato, naturalizado ou estrangeiro em situação regular no país; e em situação de desemprego.

O Renova-DF é uma parceria entre as secretarias de Trabalho, Governo e Transporte e Mobilidade; as companhias Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) e Energética de Brasília (CEB); o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF).



A Marcha Para Jesus é um evento  que faz parte do calendário oficial do DF, acontece há 22 anos. Os fiéis percorreram a Esplanada dos Ministérios marchando e cantando louvores durante todo percurso. Este ano, em consequência da pandemia do novo coronavírus e em obediência ao decreto do GDF de distanciamento social e aglomerações, será realizada a Carreata para Jesus Brasília



A Carreata para Jesus Brasília, terá concentração e saída da Praça do Palácio do Buriti, passando pela esplanada dos Ministérios e terminando em frente ao Palácio do Planalto, foi a forma encontrada pelo Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal  (COPEP/DF), para a realização da 22ª Marcha para Jesus em 2021.

O novo formato, em função da pandemia de Covid-19, foi apresentado ao governador Ibaneis Rocha (MDB) pelas lideranças evangélicas envolvidas.  

O evento acontece no dia 12 de junho, entre 09h e 12h, e tem como lema "Pela vida, pela família e pelo Brasil", uma mensagem de força da Carreata para Jesus Brasília. Durante a Carreata para Jesus Brasília, uma rádio transmitirá mensagens e orações dos organizadores ao público que sintonizar na FM. Também haverá trios elétricos e arrecadação de cestas básicas para doar aos brasilienses mais necessitados. A ideia das lideranças evangélicas é replicar a carreata em outras cidades do DF.

Serviço: Carreata para Jesus Brasília 2021
Data e horário:12 de Junho às 9h.
Local: Concentração Praça do Buriti.
Doe uma cesta básica

#copevdf
#carreataparajesusbrasilia
#carreataparajesusbsb



A Neoenergia Distribuição Brasília completa exatos 100 dias de atuação no Distrito Federal com resultados concretos e avanços significativos na prestação de serviço aos mais de 1,1 milhão de clientes. Os investimentos na modernização do sistema elétrico já repercutem na qualidade do fornecimento. Em maio, a distribuidora conquistou mais um recorde histórico, o índice que afere a duração média de interrupção por clientes (DEC) alcançou a marca histórica de apenas 18 minutos, 44% menor que 2020 é o melhor já registrado na história da companhia para esse mês. Além das melhorias operacionais, a empresa incorporou inovações no relacionamento com o cliente, flexibilizando e ampliando as condições especiais de pagamentos


Fotos: Divulgação.

A empresa colocou em operação em cinco regiões do DF sistemas de automação da rede denominados self-healing, uma tecnologia inteligente que isola um eventual defeito na rede e promove a recomposição automática do fornecimento de energia na maior parte da área afetada. A inovação já está beneficiando mais de 37 mil habitantes no Recanto das Emas, Sobradinho, Taguatinga, Brazlândia e Lago Sul. Até o fim do ano, mais de 20 sistemas serão instalados em diferentes localidades. A Neoenergia também já instalou 12 dos 150 religadores de linha planejados para 2021 e iniciou a implantação de um moderno sistema de Transferência Automática de Linhas de Alta Tensão (TAL). Similar ao self-healing, a tecnologia TAL, ainda inédita no Distrito Federal, atua na rede de alta tensão prevenindo impactos de ocorrências de maior abrangência.

Nos 100 primeiros dias, foram inspecionados mais de 2,5 mil quilômetros de redes e linhas, e realizada manutenção preventiva e ações de melhorias em todas as 41 subestações da área de concessão.

"Na prática, nossos clientes estão percebendo menos interrupções no fornecimento e quando ocorrem, no geral, retornam com maior brevidade. Em curtíssimo prazo, já estamos observando o resultado com foco na gestão e os investimentos em manutenção, expansão e modernização da rede. Isso é só o começo", comenta o presidente da Neoenergia Distribuição Brasília, Frederico Candian. A empresa mantém o compromisso de ampliar investimentos no sistema elétrico para o desenvolvimento da capital federal.
 
FOCO NO CLIENTE – As ações comerciais e de relacionamento com o cliente também tiveram destaque nesses 100 dias de gestão. Nesse período, a empresa adotou condições diferenciadas de negociação e facilidades de pagamentos. Os números impressionam. Foram quase 50 mil faturas negociadas, número 40% superior à média anterior à gestão da Neoenergia, com mais de 8 mil planos de parcelamento.

"Nesse momento de crise, permanecemos atentos às necessidades dos clientes. Flexibilizamos a quitação de dívidas e ampliamos prazos para que os clientes pudessem adequar a capacidade de pagamento ao orçamento doméstico", destaca Candian. Nesse sentido, foi implantada a campanha Saldão 30%, chegando a zerar a incidência de multas e juros de faturas em atraso. Além disso, a parceria com o RecargaPay oferece R$ 20 de cashback para a primeira conta paga utilizando a plataforma.

Em uma ação proativa, a empresa realizou cadastro de mais de 14 mil famílias na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), mais que dobrando a quantidade de clientes inscritos no benefício que concede até 65% de desconto na conta de energia elétrica. O total de contemplados com a Tarifa Social no Distrito Federal saltou de 13 mil para 27 mil famílias.

A Neoenergia Distribuição Brasília regularizou a energia em mais de 8 mil residências, conferindo segurança e cidadania para uma parcela da população que, além de conquistar condições mais seguras, passa a contar com comprovantes de residência, dentre outros benefícios.

AMBIENTAL E SOCIAL – No âmbito social, a empresa priorizou os trabalhos direcionados ao enfrentamento da Covid-19. Nesse contexto, a distribuidora realizou o mapeamento e a manutenção preventiva de 324 quilômetros das redes de energia que integram os 45 centros médico-hospitalares no DF e criou um canal exclusivo de atendimento para hospitais e unidades de saúde. Além disso, formalizou a doação de 15 refrigeradores científicos destinados ao Governo do Distrito Federal para armazenar as vacinas contra a Covid-19. "Essa ação reflete o compromisso da empresa no combate à Covid-19 e contribui ativamente com políticas públicas, fornecendo todo apoio possível ao plano de vacinação do Distrito Federal", afirma o diretor de Relações Institucionais da Neoenergia, João Paulo Rodrigues.

A companhia também operacionalizou e atendeu, em tempo recorde, os pedidos de fornecimento de energia aos Hospitais de Campanha de Ceilândia e da Samambaia.

Como empresa sustentável, a Neoenergia Distribuição Brasília incorporou à frota 11 veículos 100% elétricos. Os automóveis já estão atuando em serviços administrativos e operacionais da distribuidora. Com os primeiros carros elétricos, a frota da empresa reduz a utilização de aproximadamente 16 mil litros de combustível fóssil por ano e elimina, por ano, a emissão de mais de 27 toneladas de CO2. A distribuidora, atuando em linha com os objetivos do grupo Neoenergia, assumiu ainda o compromisso de incorporar cinco novos veículos elétricos por ano na frota, potencializando esse compromisso a longo prazo.

A companhia também está oferecendo oportunidades no mercado de trabalho. A empresa anunciou um programa de geração de emprego e renda para o Distrito Federal. Com 350 vagas, que serão preenchidas até o primeiro semestre do próximo ano, profissionais e estudantes de diversas formações devem se inscrever no site www.neoenergia.com. A Neoenergia Distribuição Brasília está lançando ainda a implantação da primeira Escola de Eletricistas no Distrito Federal, curso de formação de 480 horas que capacitará 100 homens e mulheres. Ao final do curso, os participantes estarão aptos a concorrer ao processo seletivo para integrar a força de trabalho da empresa, além de estarem preparados para atuar no mercado de trabalho do Distrito Federal.

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.