Mostrando postagens com marcador Distrito Federal. Mostrar todas as postagens

     Certame oferece 53 oportunidades para nível superior. Remuneração alcança R$6 mil

A Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe) encerra, nesta sexta-feira (19), as inscrições para o novo concurso público da instituição, que oferece 53 vagas e formará cadastro de reserva para o cargo de Analista de Previdência Complementar. 

INSCRIÇÕES – As inscrições poderão ser realizadas pelo site oficial da seleção, no portal do Cebraspe. A taxa de inscrição é de R$ 117,00.

REQUISITOS – As vagas para Analista estão distribuídas nas áreas de atuação Administrativa (Logística, Recursos Humanos e Governança), Atuária, Auditoria e Controle, Comercial, Comunicação e Ouvidoria, Contábil, Investimentos, Jurídica, Previdenciária e Tecnologia. A remuneração é de R$ 6.848,00 para todos os cargos e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Para concorrer, é necessário ter diploma de conclusão de curso de nível superior nas áreas de formação requeridas pelo edital, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC; e, para atuação na área jurídica, também é exigido o registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

PROVAS – A seleção ocorrerá por meio de provas objetivas e discursiva, previstas para 30 de janeiro de 2022, além de avaliação de títulos. Todas as fases acontecerão em Brasília/DF.

SERVIÇO

Concurso público:  Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe).

Cargo: Analista de Previdência Complementar.

Vagas: 53 e formação de cadastro de reserva.

Remuneração: R$ 6.848,00.

Inscrições: até 19 de novembro.

Taxa: R$ 117,00.

Provas objetivas e discursiva: 30 de janeiro de 2022.


Evento de 17 a 20 de novembro tem como destaque mentorias, palestras e visitas a startups, coworkings e projetos sediados no DF

Startups, empreendedores, entidades e investidores atuantes no mercado local estarão reunidos na 2ª edição do Brasília Innovation Week, de 17 a 20 de novembro, no Biotic - Parque Tecnológico de Brasília. O evento integra o projeto Startup Brasília 2030 (SB2030), realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e Inovação do Distrito Federal (FAPDF) e executado pela Associação das Startups e Empreendedores Digitais (Brasil Startups). A proposta é unir os mais diversos atores do ecossistema por meio de ações que promovam mais interações entre os stakeholders, capacitem os empreendedores e ofereçam ambientes propícios para a inovação aberta.

"O nosso objetivo nesta edição é dar publicidade ao que há de melhor na nossa cidade no que tange a empreendedorismo e startup, gerando mais conexões, sociedades, negócios. Para isso, convidamos empreendedores locais para palestrar para que o público conheça os cases que a nossa cidade possui na área de empreendedorismo e startups”, destaca o presidente da Brasil Startups, Hugo Giallanza. 

As inscrições para esta segunda edição já estão abertas, são gratuitas e podem ser efetuadas pelo link:https://bit.ly/eventos-brasilstartups. As vagas são limitadas.

Na primeira edição do evento, foram realizadas mais de 16 horas de mentorias, 8 horas de meetup, quase 30 horas de networking e mais de 10 investidores. Também houve, na ocasião, o pré-lançamento do Portal Observatório do Ecossistema -  um portal que permite incluir e mapear dados do ecossistema do Distrito Federal e  Região Integrada de Desenvolvimento (RIDE), para elaborar ações e atender às necessidades da região de forma objetiva e efetiva -, e o início das discussões para a criação do Fundo Patrimonial do Empreendedorismo do Futuro. 

“Essa série de eventos realizados em curto intervalo de tempo possibilita mais conexões e negócios para os empreendedores da nossa capital. Então, as pessoas que não conseguiram participar da primeira edição poderão vir nesta segunda”, ressalta o presidente da Brasil Startups. 

Destaques – Um dos destaques do Brasília Innovation Week é a realização do Innovatour Investor, com uma van que levará investidores e atores principais a conhecerem startups, coworkings e projetos sediados em Brasília, além de outras atividades promovidas pelos parceiros.

“Com o Innovatour Investor, vamos levar vários investidores para visitar um grupo seleto de startups do DF. Isso pode gerar um potencial muito grande, pois estamos possibilitando que empresas locais tenham contato com essa estrutura financeira e, quem sabe, consigamos converter isso em investimentos para nossa cidade. Essa situação só é possível pela nossa existência, promovendo essas conexões”, salienta o presidente da Brasil Startups, Hugo Giallanza. 

A programação também é composta de mentorias e workshops com profissionais experientes na área e meetups no estilo happy hour com a participação de atrações musicais, em ambiente propício para realização de networking, novas parcerias e novos negócios. Alguns dos temas abordados nas mentorias nos quatro dias de evento serão: Vendas e relacionamento com clientes; Passos para estruturar o financeiro da sua empresa; Networking, Marketing digital, entre outros. 

“Durante a programação dos meetups, também vamos promover pitches, que são apresentações rápidas de startups para investidores presentes no evento. Será uma excelente oportunidade para geração de networking e negócios estratégicos”, ressalta Tatiana Marques, diretora da Brasil Startups e coordenadora de drive de inovação do Startup Brasília 2030. “Outra novidade é a realização de agendas direcionadas à startups da área jurídica, que integram o drive Legaltech. Em parceria com a Probono, vamos oferecer mentorias e palestras direcionadas a esse público”, completa.

Os mentores são profissionais ligados à Brasil Startups, Centro de Operação, Talento e Inovação operado pela Cotidiano Aceleradora de Startups (C.O.T.I), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF), entre outros parceiros.

Outro destaque do evento é a transmissão de toda a programação nas redes sociais da Brasil Startups, permitindo que os inscritos impossibilitados de estar no local do evento acompanhem as palestras e toda a programação. Apesar das recentes flexibilizações divulgadas no Distrito Federal, todos os protocolos de prevenção à Covid-19 serão mantidos a fim de mitigar ao máximo o contágio da doença e quaisquer outras infecções virais durante atividades dessa natureza.

“Estamos com uma boa expectativa de público no modo presencial, mas o evento será transmitido pelas redes sociais e, com isso, também oferecemos a possibilidade de acesso às palestras de forma online", ressalta Giallanza. 

Entre as medidas adotadas pela organização, estão o uso obrigatório de máscara para participantes, palestrantes e visitantes durante todo o evento, a disponibilização de dispensers de álcool em gel, além de monitoramento de temperatura e distanciamento social nos ambientes. 

Ainda como parte das ações previstas no projeto Brasília Startup 2030, durante esta edição do Innovation Week, será dada continuidade à construção do Manifesto do Ecossistema do Distrito Federal e RIDE - uma declaração pública de intenções, motivações e visões das lideranças e stakeholders locais. O documento, que começou a ser criado durante a primeira edição do evento, tem a proposta de manifestar a visão e os desejos dos atores-chave, o que deve aumentar o apoio das lideranças empresariais e governamentais e atrair mais empreendedores.

Sobre o projeto - O projeto Startup Brasília 2030 atua em cinco drives de inovação. São eles: Edtech (startups que atuam na área de educação e que incorporam o uso da tecnologia nos métodos de aprendizagem ou no gerenciamento das instituições); Fintech (startups que trabalham para inovar e otimizar serviços do sistema financeiro); Healthtech (startups que desenvolvem tecnologias para otimizar o sistema de saúde e tudo a ele relacionado); Socialtech (startups que garantem que a revolução tecnológica produza um impacto social positivo) e Govtech (startups que têm como propósito gerar inovação para a gestão pública e auxiliar na economia de recursos públicos através de soluções tecnológicas).

Saiba mais sobre o trabalho da Brasil Startups em: brasilstartups.org/sobre.

Serviço

O quê: Brasília Innovation Week - 2ª edição

Quando:17 a 20 de novembro (2ª edição) e de 8 a 11 de dezembro (3ª edição).

Onde: Parque Tecnológico de Brasília – BIOTIC, Lote 4, Granja do Torto,

Brasília/DF

Horário: das 16h às 21h

Inscrições e programação: https://bit.ly/eventos-brasilstartups



Via Liberdade, que envolve os estados de MG, RJ e GO e o DF, será lançada nesta sexta-feira e vai percorrer os 1.179 km da BR-040, incentivando visitação pelas cidades históricas e patrimônios culturais, do Rio a Brasília

Dirigentes de Turismo do Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Goiás assinarão, nesta sexta-feira (29), um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para a construção da rota Via Liberdade. A parceria propõe estruturar uma nova rota turística e cultural, interligando as belezas históricas, culturais e artísticas entre os três estados e o DF. A cerimônia de assinatura vai acontecer às 19h30, no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG). Em seguida, haverá show com o artista Diogo Nogueira.

O projeto busca as oportunidades turísticas contidas no percurso de 1.179 quilômetros da BR-040 por meio de ações e programas estratégicos, que incluem patrimônios da humanidade, paisagens entre montanhas e mar, cidades imperiais, natureza exuberante, horizontes, capitais, metrópoles, comidas típicas, tradições, sertão, arte e contemporaneidade.

Dentre as ações propostas, estão a realização de encontros direcionados a pesquisadores, artistas e especialistas com temas relacionados aos marcos da história do Brasil; a celebração do bicentenário da Independência do Brasil; a promoção de destinos estratégicos do projeto; seminários sobre patrimônio e turismo; atividades de marketing de destino como apoio à comercialização dos territórios envolvidos junto a agências e operadoras; a utilização de portais do turismo e redes sociais para potencializar o turismo virtual; participação em feiras e eventos nacionais e internacionais e parcerias estratégicas com setor público, privado e entidades representativas do turismo.

Para a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, tudo isto estará devidamente demarcado para guiar o visitante a uma viagem ainda pouco explorada pelo turismo nesta parte do território brasileiro. "Essa rota coincide com o marco do bicentenário da independência do Brasil, que vamos celebrar em 2022. E aí ela ganha um contorno ainda mais representativo, pois perpassa os caminhos de Tiradentes, dos desbravadores bandeirantes, dos tropeiros, de dom Pedro e mais tarde de Juscelino Kubitschek, até chegarmos a Brasília. São três séculos de história," ressalta Vanessa Mendonça.



O Sesc-DF realizará a 24ª edição da Mostra Nacional Sonora Brasil, no dia 3 de novembro, às 20h, com a temática Líricas Femininas - a presença da mulher na música brasileira. Com transmissão pelo canal do Youtube do Sesc-DF, a mostra apresentará os grupos Choro Prosa, Tamá Freire e Bumba Meu boi



O projeto Sonora Brasil Sesc será realizado de forma virtual e tem como objetivo difundir a diversidade da música, valorizando a autenticidade de obras, compositores e intérpretes. A partir de recortes temáticos o projeto tem como objetivo contribuir para a visibilidade e a memória da cultura musical do país. "Essa temática das líricas femininas permite a valorização das composições de mulheres de todo país e a divulgação para que população do DF conheça artistas de outras regiões", explica a analista de Cultura do Sesc-DF Angélica Beatriz.

Em âmbito nacional, o projeto conta com a participação de cerca de 100 mulheres compositoras e 20 etnias indígenas de 21 estados brasileiros e Distrito Federal. Ao tratar da presença da mulher na música brasileira, o Sonora Brasil aborda o viés sociológico da representatividade de gênero, dando enfoque à presença feminina no desenvolvimento da música brasileira.

Sonora Brasil 2021 - Líricas Femininas - A presença da mulher na música brasileira
Grupo Choro Prosa, Tamá Freire e Bumba Maria Meu Boi.
Apresentadora: Ana Luiza Bellacosta
Dia: 03/11
Horário: 20h
No Youtube do Sesc/DF

Grupo Choro Prosa (DF)
Juçara Dantas (violão), Mariana Sardinha (cavaquinho), Jéssica Carvalho (pandeiro), Thanise Silva (flauta) e Alessandra Terribili (voz).
O Choro Prosa mescla choros instrumentais e cantados para contar histórias que contextualizam o choro, seus compositores e intérpretes. Nesta edição do Sonora Brasil Líricas femininas, o grupo realizará uma homenagem a uma pioneira da música em Brasília: a pianista, professora e compositora Neuza França, uma mulher fundamental para o desenvolvimento histórico da música no Distrito Federal. O grupo é formado por: Juçara Dantas, violonista, professora da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello. Mariana Sardinha, cavaquinista, graduanda em Licenciatura em Música (UnB). Jéssica Carvalho, pandeirista, rabequeira e cavaquinista entusiasta da cultura popular e das rodas de choro brasilienses. Thanise Silva, flautista, arranjadora e compositora brasiliense, professora na Escola de Música de Brasília. Alessandra Terribili, cantora e compositora, pesquisadora e entusiasta da música brasileira.

Tamá Freire e Bumba Maria Meu Boi (DF)
Tamá Freire (voz e maracá), Larissa Umaytá (pandeiro), Jacy Freire (matraca) Paula Gomes (matraca), Carolina Freire (pandeiro), Dulcima Ferreira (pandeiro).

Tamá Freire é educadora, brincante, cantora, compositora e sambista. Filha dos Mestres Teodoro Freire e Maria Sena, Tamatatíua começou sua trajetória na cultura popular aos 12 anos, quando começou a brincar no Bumba Meu Boi, como índia, e mais tarde indo para o cordão, tocar matraca e maracá. Em 2001, compôs sua primeira toada, e com a benção de Seu Teodoro, passou também a compor e cantar as toadas do Boi. Além do Boi, Tamá tem uma relação íntima com o carnaval e com o samba do Distrito Federal. Em 1985 desfilou como baianinha pela Acadêmicos da Asa Norte. Em 2009, retornou à escola, dessa vez como compositora. O amor pela cultura tão enraizada em sua família e a saudade de seu pai, fez Tamá transformar a trajetória de Seu Teodoro em um trabalho de conclusão de curso, em 2000. A publicação serviu de base ao documento para conceder ao Mestre Teodoro Freire o título de Patrimônio Cultural e Imaterial do Distrito Federal. Tamá dedica-se a ministrar oficinas em projetos de cultura popular e é diretora artística do Bumba Maria Meu Boi.



Os atendimentos serão retomados normalmente na próxima quarta-feira (03). Os cidadãos que desejarem realizar algum dos serviços disponíveis no programa Vapt Vupt devem agendar horário no portal vaptvupt.go.gov.br ou pelo site expresso.go.gov.br



As unidades do Vapt Vupt localizadas em todo o Estado estarão fechadas tanto na segunda-feira (1°) quanto na terça (02). No dia 1º, a suspensão dos serviços ocorre em razão da transferência do Dia do Servidor Público, celebrado em 28 de outubro, para a data. No feriado de finados, dia 02/11, o funcionamento das agências também estará suspenso.

Em Goiânia e Aparecida de Goiânia, as unidades terão expediente normal até este sábado (30). Já nas agências localizadas no interior do Estado, o funcionamento segue normal até esta sexta-feira (29/10). Confira o horário de abertura e fechamento de cada unidade do Vapt Vupt acessando o site: vaptvupt.go.gov.br/unidades.

Os atendimentos serão retomados normalmente na próxima quarta-feira (03). Os cidadãos que desejarem realizar algum dos serviços disponíveis no programa Vapt Vupt devem agendar horário no portal vaptvupt.go.gov.br ou pelo site expresso.go.gov.br.


O Governo de Goiás atende às demandas do município conhecido como o paraíso das águas termais. Foram entregues na cidade novo asfalto, equipamento para 60 caratecas e computadores para alunos da rede pública. Caiado abriu ainda competição em complexo turístico com 400 atletas


O governador Ronaldo Caiado, em Rio Quente, na sexta-feira (29/10), durante entrega de Chromebooks para estudantes do 3º ano do Ensino Médio. (Foto: André Saddi)

O governador Ronaldo Caiado iniciou o fim de semana em Rio Quente, no Sul do estado. Neste sábado (30/10), abriu oficialmente a terceira etapa do Circuito Mikasa de Futevôlei, uma realização do Governo de Goiás e da prefeitura do município. Na sexta-feira (29/10), na Praça dos Ipês, inaugurou a reconstrução asfáltica da GO-507 que faz ligação entre a GO-213 e a GO-443. Também entregou quimonos para jovens do Projeto Construindo Campeões e Chromebooks a estudantes da 3ª série do Ensino Médio da rede pública estadual.

O primeiro compromisso em Rio Quente foi a entrega da recuperação da GO-507. A obra contou com cobertura em concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) em 14 quilômetros da via, até o entroncamento com a GO-213, além de sinalização horizontal e vertical. O investimento total do Estado foi de R$ 5.379.985,66, dos quais R$ 162.976,12 foram destinados exclusivamente para sinalização.

Caiado comemorou as entregas feitas pelo Estado e ressaltou a qualidade dos empreendimentos, a exemplo do que foi feito na GO-507. "É uma estrada de qualidade, toda sinalizada, dá gosto trafegar por ela. E como aqui, várias outras cidades são beneficiadas. Estamos trabalhando, estendendo as mãos aos prefeitos", asseverou. E fez outro anúncio para o Rio Quente relacionado ao Programa Goiás em Movimento – Eixo Municípios: "Estamos fazendo a recuperação de vias dentro das cidades. Já autorizei R$ 1 milhão para recuperação e sinalização de ruas e avenidas de Rio Quente", garantiu.

A prefeita de Rio Quente, Ana Paula Oliveira, agradeceu a ida do governador até o município e a atenção com as melhorias que beneficiam o Estado, uma vez que o município é turístico e traz divisas para todos. "O senhor tem feito a diferença na cidade. Deu o pontapé nessa administração, trazendo o asfalto e o recapeamento tão sonhado, que chegam até a população", afirmou.

O ex-deputado Daniel Vilela disse que o governador Ronaldo Caiado tem sido um grande parceiro ao longo de mandato para todas as prefeituras e pontuou que a obra entregue contribui com o desenvolvimento de Rio Quente. "Por meio dessa recuperação da rodovia, uma das mais importantes, se chega até o centro da cidade. E pode ter certeza que outros programas e benefícios vão chegar", garantiu.

Educação e Esporte

Durante a solenidade, Caiado entregou 60 quimonos para jovens do projeto Construindo Campeões, que segue com abertura de núcleos por municípios goianos e acumulando medalhas em competições da modalidade. Em Rio Quente, uma turma foi aberta neste semestre.

Criado em 2019, o Construindo Campeões oferece aulas de karatê e judô para crianças e adolescentes de Goiânia, e karatê no interior do Estado. Atualmente atende mais de 3 mil alunos e está presente em 32 municípios. "Estamos garantindo que o esporte seja um complemento importante na vida dos jovens do Estado", disse o governador.

De acordo com o secretário estadual de Esporte e Lazer, Henderson de Paula Rodrigues, as entregas do governo estadual mostram investimento no ser humano. "Quando você vê materiais e equipamentos sendo adquiridos é porque se tem pessoas sérias enxergando o momento de investir no ser humano, na base. O Construindo Campeões, idealizado pelo governador Ronaldo Caiado, tem essa característica de desenvolver a mente e a disciplina, tirando as pessoas da vulnerabilidade, dos maus-tratos da sociedade", salientou.

No final do mês de agosto, cerca de 200 alunos do projeto participaram do Open Nacional de Karatê, que foi realizado em Brasília. Atletas de três municípios da região do Entorno do Distrito Federal conquistaram 112 medalhas na competição, sendo 32 de ouro, 27 de prata e 53 de bronze. Neste mês de outubro, os alunos do Construindo Campeões conquistaram a melhor colocação no ranking geral de pontuação da 2ª etapa do Campeonato Goiano de Karatê, disputado em Goiânia.

Também foram entregues 35 computadores Chromebooks para estudantes da 3° série do Ensino Médio. Em todo o Estado, o Governo de Goiás investiu R$ 144 milhões na aquisição dos equipamentos, que serão distribuídas a todos os 60 mil alunos do último ano. "Acreditem nesse equipamento. Ele não é para brincar, é para estudar. O WhatsApp vocês deixam de lado", destacou o governador ao repassar os computadores.

Segundo Caiado, a aquisição dos Chromebooks faz parte da estratégia do governo de, até o final da atual gestão, transformar o ensino público de Goiás no melhor do Brasil. "Seremos referência para que os alunos de instituições particulares queiram ter espaço na escola pública. Nossos alunos vão ter condição de competir no vestibular em qualquer lugar desse país", afirmou. "Só tem uma ferramenta capaz de superar e extinguir situações de carência, de vulnerabilidade e pobreza: a educação. Quem acredita nisso será vencedor", completou.

Ao avaliar as entregas, o deputado estadual Virmondes Cruvinel disse que o desejo da população é mais ação e menos discurso. "Temos um governador forte. Com o Caiado não tem blá-blá-blá. Com transparência, ele garante melhorias em todos os municípios do Estado", frisou. "Temos um governador que honra os goianos e investe na educação", disse.

Circuito Mikasa de Futevôlei

Com 400 atletas, entre iniciantes, amadores e profissionais, o Circuito Mikasa de Futevôlei, aberto oficialmente neste sábado, tem disputas nas categorias masculina e feminina. "É um evento de padrão internacional", enfatizou Caiado, que foi escolhido para dar o chute inicial do circuito. Ele ainda celebrou que o avanço da vacinação contra a Covid-19 propicie a retomada de eventos. "Voltam o esporte, as grandes atrações, as grandes competições", afirmou.

Nomes como os ex-jogadores de futebol Djalminha e Michel Bastos, com passagens pela seleção brasileira, o youtuber Fred e o comediante Renato Albani estão confirmados na etapa de Rio Quente, que conta com a presença de público, atendendo aos protocolos de biossegurança em combate à Covid-19. O ingresso solidário para acompanhar a disputa é um quilo de alimento não perecível. A competição ocorre até terça-feira (02/11) no complexo turístico Rio Quente Resorts. Durante a passagem pelo município, Caiado vistoriou a estrutura do local, no bairro Esplanada.

Ronaldo Ferreira, um dos organizadores da competição, revelou que as partidas de futevôlei serão transmitidas para o Japão e outros países, por meio de streaming. "O objetivo é que o futevôlei cresça, se profissionalize e se torne um esporte olímpico", explicou ao agradecer o apoio de Caiado e outras autoridades. "Eventos é que movem o turismo no mundo. Temos de investir em turismo, e Goiás tem um potencial gigantesco", complementou a prefeita de Rio Quente, Ana Paula Lima.

Também acompanharam as agendas em Rio Quente o vice-prefeito de Rio Quente, Márcio Pazzelli; o presidente da Câmara de Vereadores de Rio Quente, Wellington Antônio; o secretário de Estado da Retomada, César Moura; os deputados federais Flávia Morais e Glaustin da Fokus; o chefe de gabinete da vice-governadoria, Luis Sampaio, representante do vice-governador Lincoln Tejota; o assessor especial da Governadoria, Rogério Troncoso; os representantes da Mikasa Brasil, Giba Diniz e Deco Pestana; a juíza de direito, Vaneska Silva Baruki; a coordenadora regional de Educação, Walkyria Helena Romano; o vereador pelo município Galdino Montes; os prefeitos Kléber Marra (Caldas Novas), José Carlos (Água Limpa), André de Sousa Chaves (Buriti Alegre), Sebastião Rodrigues (Corumbaíba) e Solimar Cardoso De Souza (Marzagão); os ex-prefeitos Rivalino Oliveira (Rio Quente) e José Novato (Morrinhos), Cleomar Sousa (Mazargão) a primeira-dama de Caldas Novas, Márcia Marra; o vice-prefeito de Caldas Novas, Sílio Junqueira de Morais; o CEO do grupo Aviva, Alessandro Cunha, e o gerente de Relações Institucionais do grupo Aviva, Munir Calaça; o comandantes coronel Durvalino Câmara (19º Comando Regional da Polícia Militar) e tenente coronel Marcos Abrahão Monteiro (7º Comando Regional Bombeiro Militar).



A cobrança desses impostos, em 2022, será nos mesmos moldes e com as mesmas alíquotas dos anos anteriores



O Governo do Distrito Federal enviará para a Câmara Legislativa nesta semana os projetos de lei que estabelecem os valores do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para 2022.

Para o IPTU, permanecem as alíquotas de 0,3% para imóveis residenciais, de 1% para imóveis comerciais e 3% para lotes vazios

O GDF também prepara medidas para que os contribuintes possam pagar os impostos em mais parcelas e com mais desconto. O IPTU e o IPVA de 2022 poderão ser parcelados em até seis vezes. Para quem optar pelo pagamento à vista, o desconto será de 10% – e não de 5%.

"Nos dedicamos a estudar as possibilidades e viabilizaremos esses benefícios aos contribuintes como forma de compensar a pressão inflacionária sobre os preços e também de melhorar as condições de pagamento, levando em conta o contexto da pandemia", anuncia o secretário de Economia, André Clemente.

A cobrança do IPTU e do IPVA em 2022 se dará nos mesmos moldes e com as mesmas alíquotas dos anos anteriores.

As mesmas alíquotas serão mantidas para o IPVA em 2022: 3% para automóveis, 2% para motocicletas e 1% para caminhões e micro-ônibus

A base de cálculo, que é o valor do imóvel considerado para calcular o IPTU, será corrigida pela variação do INPC medida entre os meses de setembro de 2020 e agosto de 2021. Trata-se de um ajuste de atualização monetária, conforme está previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Já a base de cálculo do IPVA, que é o valor de mercado do veículo apurado em pesquisa realizada pela FIPE especialmente para o DF, contratada pela Secretaria de Economia para isso, leva em conta a variação do valor venal entre 2021 e 2022.

Alíquotas

Para o IPTU, permanecem as alíquotas de 0,3% para imóveis residenciais, de 1% para imóveis comerciais e 3% para lotes vazios.

O IPVA em 2022 também será cobrado com as mesmas alíquotas de 2021. É importante lembrar que, em 2020, o GDF reduziu as alíquotas do imposto em 0,5%. As mesmas alíquotas serão mantidas para 2022: 3% para automóveis, 2% para motocicletas e 1% para caminhões e micro-ônibus.

* Com informações da Secretaria de Economia

Com o serviço da HughesNet instalado na pequena propriedade dos pais, em Iguaí, Josiane Luz acompanha o processo de produção do cacau fino que deu origem à sua marca de chocolate artesanal




Filha de uma família de produtores de cacau de Iguaí, região típica do plantio do fruto no interior da Bahia, Josiane Luz surpreende ao dizer “nunca ganhei ovo de Páscoa quando criança, meus pais não tinham condições”. Apesar de a família produzir a matéria-prima do chocolate na fazenda em que morava, Josiane explica: “Cresci com meu pai dizendo que cacau só dava prejuízo e que o lucro do chocolate industrializado não chegava ao produtor”.

A história começou a mudar em 2019 quando, em uma viagem a trabalho por uma empresa de cosméticos à Madrid, Josiane descobriu que o melhor chocolate de uma conceituada loja era produzido no Brasil por uma brasileira. “Voltei determinada a pesquisar o que era chocolate de qualidade e se era possível obter esses grãos na fazenda do meu pai”, conta.

Após estudar e se especializar no assunto, viu que o cacau convencional cultivado na fazenda do pai poderia ser transformado em cacau fino, adequando os métodos de cultivo, colheita, fermentação e secagem. Com a mudança na produção, a arroba do fruto, até então comercializada por R$ 200, passou a valer cerca de R$ 800.

Apesar da valorização do fruto, Josiane suspendeu a venda dos grãos como matéria-prima para a indústria, abandonou a carreira de gerente na empresa de cosméticos e decidiu utilizar o cacau fino cultivado pelo pai para produzir seu próprio chocolate. Em Iguaí, o pai realiza o cultivo, a colheita e seleção dos frutos, e então finaliza sua parte no processo com a fermentação e secagem dos grãos. Já secos, esses grãos são enviados para a fábrica de Josiane, em São Paulo, onde acontecem os processos de torra dos grãos, separação das cascas, moagem, conchagem, temperagem e, então, a moldagem e finalização do chocolate.

Conectividade

Josiane participou da colheita dos grãos na propriedade em Iguaí, mas o retorno para casa em São Paulo exigiu a necessidade de acompanhar à distância o processo fino de produção. “A comunicação com minha família era muito difícil, não havia sinal de internet na fazenda e, em dias de chuva, nem o telefone funcionava”, explica.

A solução para a falta de conectividade veio quando descobriu a HughesNet, serviço de internet via satélite da Hughes do Brasil, subsidiária da Hughes Network Systems LCC (HUGHES). “Meus pais nunca haviam tido contato com internet, era tudo muito novo”, declara.

Uma vez conectados, pai, mãe e filha conseguiram acompanhar juntos e em tempo real todos os testes de produção, incluindo a importante “prova do corte”, que determina o nível de fermentação, a coloração das amêndoas e eventuais defeitos, como mofo, insetos e germinadas. “A todo momento eu pedia que enviassem fotos e vídeos”, conta Josiane.

Para transformar o cacau em chocolate, Josiane importou dos Estados Unidos uma máquina para refinar os grãos do cacau fino cultivado pelo pai, que seguem da Bahia direto para o bairro do Grajaú, periferia de São Paulo, onde Josiane montou sua fábrica de chocolates. “Eu já morava em São Paulo quando decidi transformar o cacau do meu pai em chocolate, então parte do processo ele faz lá na fazenda e me envia a matéria-prima para eu trabalhar aqui. É um trabalho de equipe, em família, tudo através da internet”.

Luzz Cacau

 A marca hoje atua com seis categorias de chocolate, com destaque para o chocolate ao leite com 52% cacau, premiado no ano passado no Bean to Bar Brasil, um dos prêmios mais conceituados do país. Josiane se prepara agora para receber a premiação da Chocolate Academy de Londres, competição da qual sua iguaria já é uma das finalistas entre 5,8 mil produtos.

Comercializado pelo site e em mais de 70 pontos de vendas espalhados pelo Brasil, a Luzz Cacau realizou, no início deste ano, a primeira exportação para o Canadá. Para ampliar a produção, Josiane projeta agora atuar como consultora, ajudando familiares e vizinhos na “virada da fazenda”, como é popularmente conhecido o processo de mudar a produção do cacau convencional para o cacau fino. “Vai ter chocolate com origem do cacau da fazenda de meu pai e de outros lugares. Quero que o mundo conheça o cacau fino do Brasil”, planeja.

 

Sobre a Hughes Network Systems

A Hughes Network Systems, LLC (HUGHES), é uma empresa inovadora em tecnologias e redes de satélites e multi-transporte. Fornece equipamentos e serviços de banda larga, serviços gerenciados com rede inteligente definida por software e operação de rede ponta a ponta para milhões de consumidores, empresas, governos e comunidades em todo o mundo. O principal serviço de Internet da Hughes, HughesNet®, conecta mais de 1,5 milhão de assinantes nas Américas, e o sistema Hughes JUPITER™ possibilita acesso à Internet para dezenas de milhões de assinantes em todo o mundo. A Hughes fornece mais da metade do mercado global de terminais de satélite para as principais operadoras de satélite, provedores de serviços de bordo, operadoras de rede móvel e clientes militares. Provedora de serviços de rede gerenciados, a Hughes oferece suporte a quase 500.000 sites corporativos com seu portfólio HughesON™ de soluções com e sem fio. Sediada em Germantown, Maryland, EUA, a Hughes é subsidiária da EchoStar. Para mais informações sobre a Hughes, visite a página http://www.hughes.com.br.

 

Sobre a Echostar
A EchoStar Corporation (Nasdaq: SATS) é um provedor global premium de soluções de comunicação via satélite. Localizada em Englewood, Colorado, EUA, e fazendo negócios em todo o mundo, a EchoStar é pioneira em tecnologias de comunicação segura por meio de suas subsidiárias Hughes Network Systems e EchoStar Satellite Services. Para mais informações, visite http://www.echostar.com.

 

Plataforma inclui ferramentas de planejamento pré-operatório 3D e dados em tempo real
Créditos: divulgação

 Robótica garante precisão milimétrica nas cirurgias e mobilidade mais rápida aos pacientes

A covid-19 afetou a qualidade de vida da população mundial. Aumento de peso e sedentarismo são reclamações comuns e têm trazido consequências sérias para pessoas que sofrem com problemas no joelho ou já realizaram artroplastia. Pesquisa realizada no Reino Unido e publicada na revista The Bone and Joint Journal para avaliar a percepção das pessoas que necessitam de cirurgia total de joelho indicou que 20% dos pacientes estavam com qualidade de vida “piores que a morte”. Além disso, o número de pessoas com esse problema praticamente dobrou durante a pandemia.

A reclamação de quem sofre com artrose no joelho se justifica por essa ser uma das doenças mais incapacitantes. Atividades simples como caminhar, subir ou descer escadas tornam-se um grande desafio em função das dores, rigidez e dificuldade nos movimentos que a doença provoca. E embora esteja geralmente associada ao avanço da idade, exercícios físicos de alto impacto repetitivo, associados a outros fatores, têm levado ao diagnóstico de casos mais precoces.

“Antes de dar um passo contava até cinco, tamanha dor que sentia no joelho. Primeiro achei que eram varizes, quando descobri a artrose levei um susto. A doença já estava me impedindo de caminhar”, conta a aposentada Maria Eliane Rocha, 64 anos, que foi submetida a uma nova técnica de artroplastia, com auxílio da robótica.

Maior precisão

O Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR), é a sétima instituição do Brasil a contar com a tecnologia para realização da artroplastia total de joelho. A primeira cirurgia foi realizada no início de outubro e já demonstrou maior precisão na colocação dos implantes, menor quantidade de materiais utilizados, além de diminuição da dor e cicatrizes.  

O ortopedista Fabiano Kupczik explica que em breve o robô poderá ser utilizado também para colocação de prótese parcial do joelho e do quadril. “Ainda é uma técnica mundialmente recente, que dá uma precisão milimétrica que não é possível a olho nu, ideal para os casos mais complexos, de deformidades, sequelas de outras cirurgias e quando os outros tratamentos não apresentam mais resultados. É indicado para casos mais avançados da doença”, explica o médico.

“Em menos de 24 horas, eu já conseguia colocar o pé no chão e andar com ajuda do andador. Agora, quero voltar a caminhar, a ter uma vida normal e poder brincar com a minha netinha de 3 anos”, ressalta a aposentada. 

Funcionamento

A plataforma de joelho robô Rosa Knee System, desenvolvida pela Zimmer Biomet, foi recentemente aprovada pelo Food and Drug Administration (FDA)agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, e inclui ferramentas de planejamento pré-operatório 3D e dados em tempo real sobre a anatomia dos tecidos e ossos durante o procedimento. Isso melhora a precisão de corte ósseo e resulta em uma análise mais precisa da amplitude do movimento, ajudando as próteses de joelho a ficarem mais naturais. 

Chef Ana Paula Buscher, de São Paulo, já participou de formações do Consulado da Mulher
Crédito: Divulgação Consulado da Mulher

Iniciativa vai capacitar 100 empreendedoras do ramo alimentício e ainda oferecer 10 vagas de mentoria com profissionais da indústria de alimentos saudáveis para as as participantes de melhor desempenho 

Em parceria com a Jasmine Alimentos, o Instituto Consulado da Mulher, ação social da Consul, uma das marcas de eletrodomésticos mais presentes nos lares brasileiros, inicia nesta segunda-feira (25 de Outubro) inscrições para o curso ELAS EMPREENDEM - Gestão de Pequenos Negócios. A iniciativa oferece qualificação profissional gratuita à distância para empreendedoras do ramo de alimentos, com o intuito de impulsionar pequenos negócios. Serão abertas 100 vagas e as inscrições podem ser feitas pelo link (https://forms.gle/N7ATegomHVZCY55J7) até dia 2 de Novembro.

O projeto disponibiliza mais de 70 aulas gravadas e oito aulas ao vivo, todas ministradas por educadores do Instituto, com conteúdos de linguagem direta, acessível, dinâmica, motivacional e foco em empreendedorismo, plano de negócios, concepção de negócio, gestão e impactos na vida das pessoas. Além disso, as 10 empreendedoras com melhor desempenho receberão, durante 3 meses, kits com produtos da Jasmine, uma doação no valor de R$2.000 para investirem em seus estabelecimentos e seis semanas de mentoria com profissionais da indústria de alimentos saudáveis, para reforçarem os aprendizados de gestão na prática do dia a dia. 

“Junto com a Jasmine, queremos fazer a diferença na vida dessas 100 empreendedoras. É inspirador acompanhar e ver de perto o poder de transformação que a capacitação profissional proporciona para as mulheres. Ao final da formação elas adquirem uma bagagem de aprendizado muito sólida, se sentem preparadas para impulsionar seu próprio negócio e conquistar independência financeira. Para nós, é gratificante fazer parte dessa transformação.”, afirma Leda Böger, diretora do Consulado da Mulher.

Para a diretora de Marketing da Jasmine Alimentos, Thelma Bayoud, essa parceria já é um sucesso, antes mesmo do início do curso. "É muito gratificante para a Jasmine fazer parte de um projeto sério e comprometido como este e termos a chance de compartilhar o nosso conhecimento para ajudar pessoas que querem mudar a realidade por meio do empreendedorismo. Esse tipo de iniciativa gera impacto positivo não apenas na família das participantes do curso, mas nas comunidades onde elas vivem. Pois, a partir dessa capacitação, temos certeza que elas irão inspirar outras mulheres também", destaca Thelma. 

Sobre o Instituto Consulado da Mulher  

O Instituto Consulado da Mulher é a Consul transformando  sonhos em realidade. Incentivamos e viabilizamos geração de renda para melhorar a qualidade de vida das pessoas, investindo no empreendedorismo feminino. Apoiamos  mulheres, que fazem de conquistas pessoais transformações em cadeia, conseguem impactar as suas comunidades e não deixam ninguém de fora dessa história. Em nossos 19 anos de atuação, são mais de 36 mil pessoas beneficiadas e  só no ano de 2020 foram 1147 pessoas beneficiadas diretamente. A gente faz história! Outras informações: www.consuladodamulher.org.br.

Sobre a Consul

Há mais de 60 anos no mercado brasileiro, a Consul é pioneira no desenvolvimento de soluções bem pensadas e criativas no segmento de eletrodomésticos. É parte da Whirlpool Latin America, empresa líder no setor de eletrodomésticos e da Whirlpool Corporation, maior fabricante de eletrodomésticos do mundo. Mais sobre a Consul em: www.consul.com.br.

Sobre a Jasmine Alimentos

A Jasmine Alimentos é uma empresa referência em alimentação saudável. Com produtos categorizados em orgânicos, zero açúcar, integrais e sem glúten, a marca visa atingir o público que busca alimentos saudáveis de verdade e qualidade de vida. A operação da Jasmine começou de forma artesanal há 30 anos, no Paraná. A Jasmine está consolidada em todo Brasil e ampliando sua atuação para a América Latina. Desde 2014, a marca pertence ao grupo francês Nutrition et Santé, detentor de outras marcas líderes no segmento saudável na Europa. Mais informações: www.jasminealimentos.com.   

 

Le Rêve será entregue em novembro
Crédito: Divulgação

A Gleba Palhano entra em um novo patamar com edifícios de alto padrão, como o Le Rêve, da A.Yoshii; construtora anuncia grandes investimentos para 2022

Um novo horizonte se desenha na Gleba Palhano, região mais valorizada e charmosa de Londrina (PR), com uma nova geração de empreendimentos residenciais de alto padrão, com metragens generosas, diferenciais exclusivos e projetos inovadores para atender a um público exigente. 

Líder nesse segmento de mercado, a A.Yoshii, além de acompanhar a evolução do mercado imobiliário ao longo de cinco décadas, tem sido a precursora de muitas das tendências do setor. A construtora, que já tem empreendimentos emblemáticos de Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas, vai “iluminar esse novo momento" com a entrega do Le Rêve, edifício de alto padrão na melhor localização da rua João Wyclif.

O projeto arquitetônico se destaca pelas grandes abas horizontais que dão unidade às fachadas assimétricas e que conferem ao projeto um conceito contemporâneo e original. Na área privativa, a planta de 323 metros quadrados possibilitou a cada morador personalizar seus espaços, dentro do conceito de casas verticais.

Para celebrar essa conquista junto aos novos moradores, um espetáculo de luzes ao longo dos 28 pavimentos irá colorir a Gleba Palhano no mês de novembro. “A entrega de um projeto inovador e grandioso como o Le Rêve precisa ser memorável. O empreendimento é um marco no mercado de luxo de Londrina, representando o padrão de excelência da nossa marca em cada detalhe”, destaca o CEO do Grupo A.Yoshii, Leonardo Yoshii. 

 

Novos lançamentos

Para 2022, a construtora anuncia um lançamento surpreendente, a exemplo do que ocorreu em 2011, quando a construtora lançou o Maison Heritage, também na Gleba Palhano. 

Segundo Leonardo Yoshii, a exclusividade alinhada ao que há de mais inovador dará o tom para o novo empreendimento do Grupo. No alto da rua Ernâni de Lacerda de Athayde, em um terreno nobre e único, o edifício contará com apartamentos com área privativa de 380 metros quadrados e quatro suítes, num projeto arquitetônico icônico e com o padrão de qualidade reconhecido da A.Yoshii.

A evolução desse nicho de mercado deve-se à mudança de comportamento das famílias, que passaram a valorizar ainda mais o "morar bem", e também ao novo sentido que as residências ganharam nos últimos meses. Movidos pelas novas experiências, os brasileiros têm buscado imóveis cada vez mais alinhados ao conceito de “luxo”, definido como algo personalizado, intuitivo e sensorial. 

“Esse empreendimento de alto padrão, em uma localização incrível, será um ícone para a cidade. Todos ficarão surpresos com o que estamos preparando, pois iremos inovar em muitos aspectos, principalmente em relação ao novo jeito de morar das famílias. É um projeto que vai revolucionar o mercado de luxo de Londrina”, finaliza Leonardo. 

 

Sobre a A.Yoshii

Desde 1965, a A.Yoshii atua na construção e incorporação de imóveis residenciais e comerciais de alto padrão. Localizados nos bairros nobres de Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas, os empreendimentos se tornaram cartões postais dessas cidades. Com pontualidade na entrega e excelente padrão de acabamento, a construtora executa suas obras com excelência e inovação, priorizando as demandas do mercado, os anseios dos compradores, a segurança do trabalhador e a conservação ambiental. Mais informações: www.ayoshii.com.br.

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de m² do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.

 

Solar Di Ravello está em fase de vendas para breve início da construção e será contemplado no Programa Casa Fácil
Crédito: R.R. Rufino/ Divulgação

Programa Casa Fácil prevê subsídio de R$ 15 mil na entrada da casa própria para famílias com renda de até três salários mínimos

Desde o dia 18 de outubro, famílias de Londrina e Maringá com cadastro validado na Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) começam a ser beneficiadas pela nova modalidade do programa habitacional Casa Fácil Paraná. O programa prevê subsídio de R$ 15 mil para que a família possa dar a entrada em imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal (CEF). A previsão é que 30 mil famílias sejam beneficiadas em todo o estado. Ao todo, serão disponibilizados R$ 450 milhões para facilitar a aquisição da casa própria para famílias que recebem até três salários mínimos. O Paraná possui, atualmente, a maior parceria vigente em habitação com a União. Em mais de 30 anos, o Programa Casa Fácil já atendeu mais de 180 mil famílias com a construção de cerca de 10 milhões de metros quadrados.

Dentre os lançamentos contemplados pelo programa federal Casa Verde e Amarela (PCVA), e que se encaixam no Casa Fácil Paraná, estão os empreendimentos Solar di Ravello (Londrina) e Solar das Laranjeiras (Maringá) - ambos da construtora Yticon, do Grupo A.Yoshii. “Essa nova modalidade significa que, além do subsídio do CVA (que pode chegar até R$ 23 mil), as famílias do Paraná poderão acumular um crédito de mais R$ 15 mil. Ou seja, é uma ajuda extra para a compra da casa própria”, explica a coordenadora de financiamentos PF da A.Yoshii, Luciana Hoffmann.

Para ter acesso ao voucher, é necessário que a pessoa entre no site da Cohapar com o cadastro já validado pela Secretaria de Habitação do município e escolha o empreendimento que pretende comprar. “Neste mesmo site, é possível fazer a emissão do documento que deve ser levado ao corretor de imóveis da construtora para dar início ao processo de aquisição. O crédito será enviado pela CEF, que também será o agente de financiamento do imóvel”, detalha. Nessa modalidade, os imóveis custam a partir de R$ 141,5 mil, no caso do Solar di Ravello, e R$ 160,5 mil, no Solar das Laranjeiras.

O chamamento público para empresas interessadas em participar do programa estadual com empreendimentos foi aberto em julho deste ano e, segundo a coordenadora, a Yticon aderiu de imediato à parceria. “Além dos dois empreendimentos já disponíveis, a construtora está em fase de habilitação de mais um empreendimento lançado recentemente este ano e já em processo de vendas”, diz ela, referindo-se a outra obra em Maringá. Juntos, os dois empreendimentos já habilitados vão oferecer 180 unidades, especificamente, aos contemplados pela Cohapar, cujas unidades também já haviam sido reservadas aos beneficiados pelo governo federal que, recentemente, aumentou o teto do limite do valor do imóvel e baixou as taxas de juros de financiamento para o PCVA.

Deficit habitacional

Segundo informações do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social (PEHIS), realizado pela Cohapar e prefeituras do Paraná, o deficit habitacional do estado circula na faixa de 320 mil imóveis, e a quantidade de imóveis disponibilizados pelo programa Casa Fácil representa apenas 10% do deficit habitacional no estado. Cerca de 90% das famílias que integram esse levantamento têm renda de até três salários mínimos. Para Hoffmann, o auxílio vai atuar diretamente na redução desse deficit, uma das premissas da construtora. “Em todos esses anos, atendendo no segmento de programas de habitação, percebemos que, além da dificuldade em conseguir financiamento imobiliário, muitas famílias não conseguem o valor da entrada do imóvel. Com esse voucher, a entrada fica assegurada e as mensalidades do financiamento equiparadas a um valor de aluguel”, completa.

Investimentos e geração de empregos

Além do investimento direto na habitação, o programa Casa Fácil Paraná vai refletir na geração de empregos e investimentos na construção civil. A estimativa do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Sinduscon-PR) é de uma demanda de 100 mil empregos diretos já no próximo ano, cujo setor tem potencial de movimentar até R$ 3 bilhões em novos investimentos. Somente a Yticon prevê investir R$ 300 milhões na cidade de Maringá nos próximos dois anos e gerar mais de mil empregos durante as obras de expansão da incorporadora, sobretudo nos empreendimentos voltados aos programas habitacionais.

Estrutura dos imóveis

O Solar di Ravello terá 15 torres (térreo mais três andares) de apartamentos com dois quartos, sala de jantar, sala de estar, cozinha e área de serviço integradas, num total de 44 metros quadrados de área privativa. Já o Solar das Laranjeiras será composto por cinco torres com elevador, duas opções de plantas de 45 metros quadrados, com dois quartos e sala com sacada. Ambos possuem extensa área de lazer, onde os moradores poderão usufruir de ambientes como piscinas adulto e infantil, playground, quadra esportiva e churrasqueiras. Os projetos dos dois empreendimentos foram idealizados sob o conceito de economia compartilhada, com uso coletivo de bicicletas, ferramentas e kits de materiais esportivos. As obras serão concluídas em fevereiro e julho de 2023, respectivamente.

 

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de dez anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, e Presidente Prudente, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5,5 mil unidades, com 22 obras concluídas e todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 550 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.

 

 


Foto Keira Burton


Rapidez na identificação dos sintomas e na busca por socorro especializado influencia no sucesso do tratamento do AVC

 

Popularmente conhecido como derrame, o Acidente Vascular Cerebral (AVC) é hoje a segunda maior causa de morte entre os brasileiros

 

Dados mostram que o AVC mata cerca de 6 milhões de pessoas no mundo todos os anos. A condição ocorre quando o fluxo de sangue para determinada região do cérebro é subitamente interrompido, causando a morte das células cerebrais. Hoje, Dia Mundial do AVC, o Hospital Brasília, que faz parte da Dasa, maior rede de saúde integrada do país, destaca que apesar da gravidade do quadro, quanto mais cedo o diagnóstico, socorro e tratamento direcionado, menor a possibilidade de sequelas.

Existem dois tipos de AVC, o isquêmico e o hemorrágico que, apesar de apresentarem os mesmos sintomas, se caracterizam de formas distintas. A coordenadora da neurologia do Hospital Brasília, Letícia Rebello, explica que o AVC isquêmico, o mais tipo comum, e que representa 85% dos casos, ocorre por causa da obstrução do fluxo de sangue dentro das artérias, o que impede a passagem de oxigênio para as células cerebrais, que acabam morrendo. “Essa obstrução pode ser desencadeada em um trombo que se forma em cima de uma placa de gordura ou de um coágulo que venha do coração”, esclarece a médica.

Enquanto isso, o AVC hemorrágico é caracterizado pelo rompimento de um vaso cerebral, o que provoca hemorragia dentro do tecido cerebral ou na superfície entre o cérebro e a meninge. Apesar de ser menos frequente que o AVC isquêmico, o AVC hemorrágico tende a ser mais grave e mais letal. 

Quando o paciente é encaminhado imediatamente para o hospital, ele tem mais chances de ser tratado com maior eficiência, evitando sequelas e morte. Para isso, é fundamental reconhecer com rapidez os sinais associados à condição. Tanto o AVC hemorrágico quanto o AVC isquêmico apresentam os mesmos sintomas. São eles: perda de força ou de sensibilidade em um dos lados do corpo, dificuldade para falar, alterações súbitas da visão, vertigem e assimetria do sorriso. “Caso você apresente sintomas de AVC ou acredite que outra pessoa esteja demonstrando sinais da condição, manter a calma e acionar o serviço de emergência são atitudes que devem ser tomadas imediatamente”, alerta a médica.

A prevenção, não apenas do AVC como também de diversas doenças, começa pela adoção de hábitos saudáveis que devem ser incorporados à rotina. A especialista aponta que os principais fatores de risco são hipertensão, diabetes tipo 2, colesterol alto, sobrepeso, tabagismo, uso excessivo de álcool e sedentarismo.

O tratamento depende do tipo de AVC e do tempo de chegada à unidade hospitalar. Pode envolver o uso de medicação endovenosa para dissolver o trombo, cateterismo cerebral para remover o trombo, cirurgia ou apenas cuidados na unidade de terapia intensiva. Mas a conduta deve ser definida por um neurologista. “A reabilitação é feita por equipe multidisciplinar (fonoterapeuta, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, nutricionista, enfermeiros e médicos) e depende do grau de sequela de cada paciente”, finaliza a neurologista.

A equipe de Data & Analytics da Dasa, maior rede de saúde integrada do Brasil, levantou o volume de atendimentos de AVC em seus hospitais do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, considerando o primeiro semestre de 2019, 2020 e 2021. O time constatou uma redução no número de atendimentos em Brasília (19%) e em contrapartida um aumento significativo de casos no Rio de Janeiro (32%) e uma subida menos expressiva em São Paulo (7%), comparando os seis primeiros meses deste ano com os do ano passado. No entanto, em São Paulo, a área de Data & Analytics da Dasa identificou no mesmo período uma queda expressiva de 56% de letalidade (número de óbitos x incidência da doença) por AVC. Já em Brasília e no Rio de Janeiro, o número de casos graves que evoluíram com a letalidade aumentou de forma expressiva em 21%, se comparado o primeiro semestre de 2021 x 2020.




Na programação, o DJ Marlon e drinks temáticos.

Pra quem estava com saudades de comemorar um bom Halloween, a festa anual do Espaço 365 está de volta! Mais assustadora que nunca e cheia de novidades, a comemoração, que vai acontecer dia 29 no próprio coworking, conta com boa música, doces, travessuras e muito mais.

A partir das 18h, os clientes poderão se deliciar com drinks para lá de temáticos, vários snacks gostosos e macabros e se jogar nas guloseimas à vontade. A decoração está de arrasar. E se você vier fantasiado, o shot é garantido.

E claro que uma festa boa não pode faltar aquele som de qualidade. Pra isso, o DJ Marlon estará conosco, garantindo que você e seus amigos dancem muito, curtam muito e claro, façam muito networking e travessuras.

Os ingressos custam a partir de R$ 22,50 e podem ser adquiridos pelo Sympla.

Halloween 365

Quando? 29 de outubro.

Onde? Espaço 365, SHCGN CLR 705 - BLOCO E Loja 8 - Asa Norte

Horário? A partir das 18h

Ingresso? R$ 22,50 

    Um dos estudos mais recentes indica que problemas bucais aumentam risco de desenvolver forma grave da covid-19, especialmente em cardíacos

                                                                                  Créditos: divulgação

A importância da atuação dos dentistas tem sido ressaltada durante a pandemia, quando o atendimento a pessoas internadas e pesquisas vêm mostrando que estar atento à saúde bucal pode ajudar a diminuir a gravidade da covid-19, assim como já se sabia sobre outras doenças.

Um dos estudos mais recentes, realizado por um grupo de cientistas da Universidade do Cairo, no Egito, em parceria com membros da Academia Americana de Cardiologia, mostrou que a má saúde bucal aumenta o risco de desenvolvimento da covid-19 na forma grave, especialmente em pessoas com algum problema cardíaco. A pesquisa avaliou o estado de saúde bucal, a gravidade dos sintomas da covid e os níveis de proteína C reativa - que determinam quando há inflamação no corpo - além do tempo de recuperação de 86 pacientes egípcios com doenças cardíacas e covid-19.

“Eles confirmaram estudos anteriores que mostram que a cavidade oral é um reservatório para patógenos respiratórios e que relacionam a má higiene bucal com o risco de complicações por covid e doenças cardiovasculares”, comenta o dentista e especialista em Saúde Coletiva na Neodent, João Piscinini.

Outro estudo publicado no Journal of Clinical Periodontology, revista da Federação Europeia de Periodontologia (FEP), concluiu que problemas gengivais levam um paciente a ter 3,5 vezes mais chances de ser internado pelo coronavírus e uma probabilidade de 4,5 vezes maior de precisar de um ventilador mecânico.

As ligações entre o vírus e a boca não param por aí. Pacientes que já portam o vírus podem vir a apresentar aftas e feridas na mucosa oral, como mostrou o Journal of Dental Research. Além das doenças virais, diversas outras complicações podem indicar alertas pela boca, como sífilis, leucemia, anemia, cirrose e até diabetes.

Além dos consultórios

Dentro das Unidades de Tratamento Intensivo, os cuidados bucais se tornaram um procedimento essencial para auxiliar na recuperação e também para evitar a proliferação do coronavírus. A higienização e descontaminação da cavidade bucal de forma correta e com os materiais adequados garantem que a boca fique livre de microrganismos que podem agravar o quadro do paciente. De acordo com um manual desenvolvido e publicado pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), em parceria com a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIBI), o vírus pode agravar problemas pulmonares a partir da alteração da microbiota bucal, que é o conjunto de microrganismos que habitam a boca.

Por esse motivo, além de médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, os profissionais de odontologia também integraram equipes de UTIs da covid em vários hospitais. A experiência e a atuação dos dentistas dentro desses ambientes foram primordiais para o processo de recuperação dos pacientes internados, sem colocar a equipe profissional em risco.

O especialista em Saúde Coletiva João Piscinini comenta que o perfil multiprofissional das equipes que atuam na linha de frente da covid-19 é um dos grandes aprendizados da pandemia, além do reforço da relação entre saúde bucal e saúde sistêmica. "Precisamos estar atentos aos sinais de que a boca pode nos dar de como vai a saúde de uma maneira geral. Neste período, percebemos como é crucial garantir que nosso corpo esteja forte e nutrido, em todas as áreas. O cuidado com a saúde bucal também como uma ação preventiva a outras doenças foi evidenciado”, comenta Piscinini.

Sobre a Neodent®

Fundada há mais de 25 anos, a Neodent® é a empresa líder em implantes no Brasil, onde vende mais de um milhão e meio de implantes anualmente. A Neodent® está entre os três principais fornecedores de implantes do mundo e está disponível em mais de 70 países. O sucesso da marca se deve a suas soluções odontológicas diretas, progressivas e acessíveis, que trazem novos sorrisos para milhões de pessoas. Sediada em Curitiba, Brasil, a Neodent®️ é uma empresa do Grupo Straumann (SIX: STMN), líder global em substituição de dentes e soluções odontológicas que restauram sorrisos e confiança.


CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.